Ver mais

Bitcoin ou yuan: qual moeda o BRICS irá adotar para fugir do dólar?

2 mins
Por Matias Calderon
Traduzido Anderson Mendes

EM RESUMO

  • As nações do BRICS estão buscando reduzir sua dependência do dólar americano.
  • As fraquezas das moedas fiduciárias podem significar que o Bitcoin surge como uma alternativa inesperada.
  • Os líderes do BRICS se reunirão em agosto para discutir a independência do dólar.
  • promo

O Bitcoin (BTC) pode ser a solução para os países do BRICS: Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, que buscam realizar transações internacionais sem o uso do dólar.

Os líderes do BRICS buscam um ativo substituto para o dólar americano antes de sua próxima reunião em agosto.

Leia mais: 4 criptomoedas que podem atingir novas máximas em julho de 2024

BRICS à procura de nova moeda

As limitações de outras moedas nacionais poderiam deixar o Bitcoin como a única solução viável? Recentemente, o CEO da Coinbase, Brian Armstrong, argumentou que a adoção do yuan digital pela China e as ambições cripto de Hong Kong ameaçam a supremacia dos EUA.

Os países do BRICS, particularmente a China e a Rússia, buscam a independência dos Estados Unidos e de sua moeda há tempo.

Bitcoin ou yuan: qual moeda o BRICS irá adotar para fugir do dólar?
Fonte: Visual Capitalist

Sobre o bloco econômico, o economista do Goldman Sachs, Jim O’Neill, cunhou a sigla BRICS em 2001 para descrever as economias regionais que dominarão a economia global até 2050.

19 países que recentemente expressaram interesse em aderir à aliança aumentaram a busca por uma moeda comum. A inclusão de mais países ampliaria notavelmente os esforços para destronar o dólar americano.

No entanto, a ministra de Relações Internacionais e Cooperação da África do Sul, Naledi Pandor, disse em maio:

“Não acho que devemos sempre presumir que a ideia vai funcionar, porque a economia é muito difícil e você tem que levar em conta todos os países, especialmente em uma situação de baixo crescimento quando você sai de uma crise.”

BTC é o melhor candidato?

Os líderes do BRICS devem tomar decisões importantes sobre uma moeda comum e confirmar sua desdolarização quando se reunirem em agosto. Nenhuma moeda fiduciária além do yuan chinês aparece como uma alternativa viável até o momento.

Embora a ideia inicialmente possa parecer absurda, o Bitcoin pode surgir inesperadamente como uma opção viável. Os membros do bloco poderiam usar uma moeda na qual não possuam nenhum papel no desenvolvimento.

O antagonismo dos reguladores dos EUA mostrou recentemente que a criptomoeda é vista como uma ameaça ao dólar. Isso pode torná-la atrativa para os países do BRICS.

O Bitcoin provou sua resiliência e longevidade ao se recuperar bem dos ventos contrários recentes. O ativo subiu de US$ 25.500 em 10 de junho para US$ 26.389 no momento desta publicação.

Moral da história: O novo mundo pode girar não em torno do dólar, mas sim do BTC.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedasConfira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

4d198a1c7664cbf9005dfd7c70702e03.png
Anderson Mendes
Membro ativo da comunidade de criptoativos e economia em geral, Anderson é formado pela Universidade Positivo, e escreve sobre as principais notícias do mercado. Antes de entrar para a equipe brasileira do BeInCrypto, Anderson liderou projetos relacionados à trading, produção de notícias e conteúdos educacionais relacionados ao mundo cripto no sul do Brasil.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados