Como garantimos que nossas informações sejam precisas?

Adotamos uma abordagem diversificada para garantir que nossos artigos sejam factualmente sólidos e que tenham fontes precisas.

1. Equipe de especialistas

Nossa equipe editorial é composta por escritores experientes, editores e jornalistas qualificados, todos com ampla experiência e conhecimento no setor de blockchain.

Contamos com CEOs de agências de marketing voltadas ao bitcoin, autores publicados de literatura sobre criptomoedas, desenvolvedores de DApp, ex-banqueiros e traders seniores além de especialistas em IA/aprendizado de máquina como parte de nossa equipe.

Cada membro se dedica a fornecer conteúdo bem pesquisado, imparcial e informativo.

As formações educacionais de nossa equipe incluem diplomas da City University of London, Kings College London e News Associates.

2. Pesquisa abrangente

Todos os nossos artigos são baseados em uma combinação de pesquisas primárias e secundárias.

Realizamos entrevistas, participamos de conferências do setor e nos envolvemos com comunidades de criptomoedas para coletar informações em primeira mão. Outras fontes comumente usadas incluem white papers, relatórios governamentais, contas verificadas de mídia social, Companies House e bancos de dados on-line da SEC no Reino Unido e nos EUA, respectivamente.

Usamos o Google Trends, o Google Analytics e o Google Public Data Explorer para informar nosso jornalismo de dados e relatórios exclusivos de tendências. Coletamos dados com a ajuda de ferramentas como Import.io e Webscraper.

Essas informações primárias são respaldadas por fontes secundárias de boa reputação e pelos principais veículos de comunicação focados em serviços financeiros – Investopedia, Financial Times, Forbes, The Economist e Fortune Magazine.

Confirmamos todas as estatísticas e números usando plataformas analíticas de boa reputação.

Preços de moedas, movimentos de mercado, atividade de baleias, datas importantes e muito mais são verificados usando o CoinGecko. Usamos sites exploradores de blockchain, como Chainalysis e Blockchain, para verificar informações e transações on-chain. Nossas equipes de verificação de fatos também usam essas ferramentas quando é necessária uma verificação ou investigação adicional.

3. Citações transparentes

Todas as fontes são claramente citadas e vinculadas em nossos artigos. Garantimos que oferecemos aos leitores os meios para se aprofundarem em qualquer tópico e os incentivamos a verificar as informações por si mesmos.

Nossa presença constante nos principais eventos da web3 em todo o mundo garante que obtenhamos insights, especialistas e declarações para apoiar e enriquecer nossas reportagens.

Os eventos dos quais participamos incluem:

  • Semana Binance
  • Blockchain Life
  • Cúpula de apostas
  • Next Block Expo
  • VS Crypto

Nossos especialistas também organizam e moderam regularmente painéis de eventos. Em 2023, eles participaram, mas não se limitaram aos seguintes:

  • XFounders: um campo de treinamento para startups da web3 apoiado por ICP, Mastercard, TRON, dYdX e Polygon;
  • DeGameFi: um painel com o Simplicity Group, b-cube.ai,
  • Age of Mars; Blockchain Life: um painel com Swissborg, Google, Vodafone e EMURGO;
  • Binance Blockchain Week: ao lado de Binance Labs, BNB Chain, Kinza Finance, KiloEx, LiFi;
  • Synopsis: painéis com KuCoin, Bitget, TRON;
  • DevConnect.

Entre as principais personalidades que entrevistamos em eventos globais estão Charles d’Haussy, CEO da dYdX Foundation; Alicia Kao, diretora administrativa da KuCoin; Eowyn Chen, CEO da Trust Wallet – assim como os líderes seniores da Animoca Brands, Gitcoin e RAK DAO.

4. Revisão por pares

Antes da publicação, nosso conteúdo é submetido a um rigoroso processo de revisão por pares pela nossa equipe editorial para assegurar a precisão, a relevância e a objetividade. Nossos editores têm profundo conhecimento de ecossistemas descentralizados e são jornalistas treinados com conhecimento da legislação de mídia.

Nosso processo de revisão por pares ocorre da seguinte forma:

  • Nosso editor-chefe elabora um resumo detalhado, indicando as principais fontes de informação.
  • O redator completa o rascunho e o envia ao nosso editor;
  • Nosso editor faz comentários sobre o rascunho, solicita alterações e verifica os fatos;
  • O redator recebe o resumo e faz as revisões necessárias;
  • Dependendo do conteúdo, o artigo é enviado à nossa equipe de verificação ou ao departamento jurídico para verificações e aprovações adicionais;
  • Depois que esse processo é resolvido, nosso editor-chefe lê e aprova o artigo. Em seguida, ele é publicado.

5. Atualizações regulares

O setor de criptomoedas evolui em um ritmo acelerado. Monitoramos continuamente o mercado e atualizamos nossos artigos de modo a refletir os últimos acontecimentos. Isso garante que nosso conteúdo permaneça atualizado, relevante e preciso. Prestamos atenção especial ao nosso conteúdo e iniciamos as atualizações após quaisquer alterações regulatórias (por exemplo, após o processo judicial SEC/Ripple), quedas de mercado, escândalos ou colapsos de empresas (como o contágio da FTX).

6. Análise técnica

Nossas previsões de preços são construídas por meio de extensa análise técnica, reforçada por sentimentos sociais, fundamentos de tokens, métricas na cadeia e muito mais. Todos os nossos analistas internos têm profundo conhecimento e compreensão dos mercados financeiros e do ecossistema de criptografia/web3.

Aqui temos um exemplo de algumas de nossas análises da IOTA, identificando claramente os padrões dos gráficos e explicando seu significado para o leitor. Além de nossos analistas sêniores internos, nossa ferramenta de previsão de preços BeInCrypto nos dá uma vantagem automatizada.

Essa ferramenta lançada em 2023, reúne informações de uma rede de exchanges, fontes independentes, traders e analistas. Depois, ela correlaciona esses dados com as tendências de mercado existentes para prever os possíveis limites de negociação para cada criptomoeda em um determinado período de tempo.

O algoritmo analisa dados de mais de 5.000 criptomoedas nas principais exchanges de criptomoedas, gerando uma previsão de preço exibida como uma faixa de preços. Além disso, ele considera mais de 200 indicadores de TA, resultando em uma previsão realista.

Nossos analistas usam essa ferramenta como uma referência significativa para realizar análises adicionais sobre as principais moedas e tokens.

Não prevemos preços de moedas fraudulentas ou de qualquer coisa que suspeitemos ser um “pump and dump”. Selecionamos moedas com base na capitalização de mercado, no volume de negociação e no histórico de seus fundadores/projetos.

7. Scam watch e auditoria de conteúdo

Nossa equipe de conformidade dedicada garante que promovemos apenas projetos legítimos. Observamos cuidadosamente os movimentos do mercado e alertamos as equipes editoriais sobre quaisquer tokens ou produtos que possam ser fraudes.

Auditamos continuamente nosso conteúdo para garantir que não estejamos promovendo ou endossando tais projetos.

Em termos de regularidade, a equipe de conformidade realiza verificações de conteúdo semanais e aleatórias, sinalizando qualquer cópia ou informação preocupante para nossa equipe de verificação de fatos para investigação ou verificação adicional.

Nossa ferramenta BeVerified, líder do setor, lista personalidades, empreendedores, empresas e produtos confiáveis na web3. Esse diretório abrangente é meticulosamente selecionado para conectar os usuários com entidades líderes e confiáveis no setor de blockchain.

Garantimos que nosso conteúdo esteja em conformidade com os padrões legais e com as diretrizes éticas do jornalismo. Vários membros da nossa equipe têm formação em direito de mídia e recorremos a consultores jurídicos quando necessário.

9. Uma equipe de verificação e checagem de fatos

Temos uma equipe multilíngue e global empregada exclusivamente para verificar os fatos de nossos artigos de notícias, opinião e nosso conteúdo educacional “Learn”.

Esse trabalho estimula a responsabilidade do repórter e também é comunicado às nossas fontes.

Todas as declarações são verificadas quanto à exatidão dos fatos. Nossos repórteres se comunicam diretamente com nossa equipe de verificação de fatos se não puderem verificar instantaneamente qualquer informação coletada.

Nosso processo de verificação de fatos é o seguinte:

  1. Nossos redatores são informados ou apresentam artigos de notícias. Eles são aceitos ou rejeitados pelos editores sênior.
  2. Os artigos são escritos por um redator/jornalista especializado.
  3. Os artigos são enviados à nossa equipe de verificação de fatos, com as principais informações destacadas.
  4. A cópia é assinada por nossos verificadores ou qualquer problema é sinalizado.
  5. Se não conseguirmos verificar uma declaração ou número, retornamos à fonte para investigar.
  6. Esse processo continua até removermos as informações ou publicarmos as informações verificadas.

Se não pudermos comprovar ou verificar uma alegação, não a incluiremos em nossa reportagem. Como alternativa, incluímos uma advertência claramente em negrito, observando que não foi possível verificar independentemente um fato ou número.

Todos os nossos verificadores de fatos e jornalistas são contratualmente obrigados a revelar quaisquer investimentos em criptomoedas ou no mercado de ações em geral para garantir que a reportagem permaneça sempre neutra.

10. Teste de produtos e plataformas

Nossa estrutura de testes e análises é a seguinte.

Ao escrever avaliações e recomendar plataformas, as informações passam diretamente de nossas equipes de teste para nossos redatores.

Nossos especialistas testam meticulosamente cada recurso e função de uma plataforma ou produto, pontuando de acordo com critérios abrangentes.

Esses critérios incluem usabilidade, taxas/despesas, medidas de segurança e proteção e respostas do atendimento ao cliente. Nossos redatores e testadores de produtos trabalham em conjunto para criar guias holísticos e detalhados com base em nossas experiências.

Por exemplo, nossa análise da Binance foi realizada ao longo de seis meses devido ao tamanho e à amplitude da plataforma. A equipe participou de negociações à vista, OTC e de margem. Testamos extensivamente a interface de negociação p2p e usamos todos os bots de negociação associados à plataforma, registrando o impacto sobre o desempenho e a facilidade de negociação.

Também prestamos muita atenção à posição regulatória de um produto ou plataforma e priorizamos serviços totalmente compatíveis em nossas recomendações.

Cada exchange ou produto é testado por um período mínimo de três meses. Ao analisar corretoras e exchanges, nossas equipes usam todas as funções e ofertas extensivamente, negociando pares de criptomoedas, observando a liquidez e qualquer derrapagem.

Com relação aos serviços de mineração em nuvem, nós nos envolvemos novamente na mineração de ativos por pelo menos três meses antes de formar e publicar uma opinião.

Prestamos atenção especial às ofertas de atendimento ao cliente e as testamos exaustivamente. Dependendo dos recursos de uma plataforma, abrimos vários tíquetes (pelo menos cinco em todos os casos) e monitoramos a qualidade e o tempo de resposta.

Esses dados, tanto qualitativos quanto quantitativos, são registrados e formam a base de nossa análise comparativa, o que nos permite comparar produtos e plataformas com os concorrentes com precisão.

Garantimos que testamos todas as ofertas de atendimento ao cliente, comunicando-nos amplamente com as equipes de atendimento ao cliente por meio de bate-papo ao vivo, e-mail e telefone, sempre que possível.

Os cenários que testamos incluem perguntas simples sobre taxas e preocupações sobre saques em moeda fiduciária/criptomoeda. Outras perguntas são personalizadas e dependem de nossas experiências de uso da plataforma.