Ver mais

Smartphone Web3 da Solana irá desafiar Apple e Google, diz cofundador

2 mins
Atualizado por Anderson Mendes

EM RESUMO

  • Anatoly Yakovenko, cofundador da Solana, revelou mais detalhes do futuro smartphone da rede durante o Disrupt 2022.
  • Segundo ele, Web3 pode desafiar o modelo de negócios da Apple e Google nesta indústria.
  • Saga será lançado no primeiro trimestre de 2023.
  • promo

O Saga, smartphone em desenvolvimento pela equipe responsável pela rede Solana (SOL), irá desafiar os modelos de negócios da Apple e Google – companhias que dominam a indústria atualmente.

O cofundador da rede blockchain, Anatoly Yakovenko, deu mais detalhes sobre o dispositivo durante sua participação no Disrupt 2022. Vale lembrar que o próprio empresário possui experiência neste ramo, tendo trabalhado em divisões voltadas para telefones celulares do Facebook e Microsoft antes de lançar a Solana em 2017.

Segundo o cofundador, o Saga não irá apenas atuar como um aparelho que possui alguns recursos de Web3, mas sim oferecerá um novo modelo de negócios para desenvolvedores e demais usuários, especialmente em torno de aplicativos e criação de conteúdos.

Apple e Google não possuem interesse na Web3

Segundo Yakovenko, o futuro smartphone da Solana permitirá que criadores de dApps, conteúdos digitais e demais aplicativos tenham o total direito de propriedade sobre as suas criações. Na visão dele, isso não ocorre nos sistemas operacionais da Apple e Google, pois essas companhias cobram taxas que podem chegar até 30% na venda de qualquer app ou item digital.

Recentemente, o CEO da Epic Games, Tim Sweeney, criticou o formato de venda de NFTs da App Store, onde 30% do valor de cada token não fungível fica com a Apple. A nível de comparação, a OpenSea, maior plataforma de vendas de NFTs da atualidade, cobra uma comissão de 2,5%.

Outra falha de ambas as companhias, na visão do cofundador da Solana, é que elas não oferecem para os usuários a verdadeira propriedade digital dos itens que são comprados. “Eles são construídos em torno de um modelo de busca de aluguel, onde todo o conteúdo é de propriedade do criador e você, como usuário, o aluga”.

Dessa forma, ele conclui que a Apple e o Google não possuem interesse na Web3 pois essa nova forma de internet prejudicaria o seus modelos de negócios atuais. Nesse sentido, o Saga pode iniciar uma nova mudança no mercado de smartphones.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedasConfira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.

Detalhes do Saga

Juntamente com o anúncio do Saga em junho, a Solana divulgou o kit de software Solana Mobile Stack (SMS), recurso destinado para o desenvolvimento de aplicativos, carteiras e jogos no Android, que contará com uma loja de apps descentralizada.

O aparelho em si contará com um processador Qualcomm Snapdragon 8+ Gen 1, uma tela OLED de 6,67 polegadas, 12 GB de RAM e 512 GB de armazenamento interno. Para os entusiastas cripto, uma das principais vantagens do aparelho será a melhor experiência de imersão nesta indústria, não sendo necessário fazer login em quatros plataformas para realizar uma transação cripto, nas palavras de Yakovenko.

O lançamento do smartphone está previsto para o primeiro trimestre do ano que vem, pelo preço unitário de aproximadamente US$ 1.000. Yakovenko comenta que uma das vantagens em torno do desenvolvimento do aparelho é que não há necessidade de grandes vendas logo no início. “Ficaríamos muito felizes com 25.000 a 50.000 unidades vendidas no próximo ano, isso seria incrível”, disse ele.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

4d198a1c7664cbf9005dfd7c70702e03.png
Anderson Mendes
Membro ativo da comunidade de criptoativos e economia em geral, Anderson é formado pela Universidade Positivo, e escreve sobre as principais notícias do mercado. Antes de entrar para a equipe brasileira do BeInCrypto, Anderson liderou projetos relacionados à trading, produção de notícias e conteúdos educacionais relacionados ao mundo cripto no sul do Brasil.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados