Bitcoin btc
$ usd
Notícias

Fundador da FTX se declara inocente em NY e tem julgamento marcado

2 mins
Atualizado por Júlia V. Kurtz

EM RESUMO

  • Fundador da FTX deve enfrentar julgamento por oito acusações em 2 de outubro.
  • SBF se declara inocente em tribunal de Nova York.
  • Ex-funcionários da FTX irão testemunhar contra o ex-chefe.
  • promo

O fundador da FTX Sam Bankman-Fried se declarou inocente de todas as oito acusações civis e criminais em um tribunal distrital em Nova York, Estados Unidos, nesta terça (3). O californiano que deu um golpe de bilhões de dólares nos clientes da corretora cripto será julgado no dia 2 de outubro.

O caso que já é considerado um dos mais notórios do mercado cripto nos últimos tempos, impulsionou a derrocada dos preços dos criptoativos em 2022, mesmo ano em que o mundo viu a inflação global disparar, viveu e ainda vive o longo inverno cripto.

  • Ficou com alguma dúvida? O BeInCrypto tem um glossário para que você possa tirar suas dúvidas em relação ao mundo cripto!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedasConfira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter, Instagram e Facebook.

Os promotores americanos disseram que esperam apresentar todas as evidências para o caso nas próximas quatro semanas, de acordo com a Bloomberg. O julgamento pode levar semanas e SBF tem tempo de sobra para preparar a estratégia de defesa com seus advogados.

Em dezembro a Comissão de Valores Mobiliários americana (SEC), a Commodity Futures Trading Commission (CFTC), o Departamento de Justiça (DOJ), o Tribunal do Distrito sul de NY e o FBI acusaram o jovem de 30 anos de abusar da confiança dos clientes da FTX ao usar recursos das vítimas para alavancar outras posições no mercado, fraude eletrônica ao negociar ativos digitais e produtos ou serviços como os usados em investimentos de alto risco e outras empresas de ativos digitais para benefício próprio e lavagem de dinheiro, além de violar regras para financiar campanhas políticas.

Na manhã de terça-feira (3), Bankman-Fried pediu ao juiz distrital dos EUA Lewis Kaplan que mantivesse em sigilo as identidades de duas pessoas que o ajudarão a garantir a fiança. O juiz Kaplan disse que concederá o pedido pendente de moções da imprensa ou de qualquer outra parte para tornar públicos os nomes dos fiadores. Os promotores disseram que têm compromissos para entrevistar os dois possíveis fiadores da fiança de Bankman-Fried.

Testemunhas da justiça americana

A ex-presidente-executiva da Alameda Research, Caroline Ellison, e o diretor de tecnologia da FTX, Gary Wang estão entre os nomes que serão ouvidos pela promotoria e já se declararam culpados de acusações de fraude em acordos de cooperação feitos com o governo enquanto Bankman-Fried ainda estava nas Bahamas.

O executivo da FTX declarou falência em novembro de 2022 e, no mês seguinte, foi extraditado para os Estados Unidos, onde foi liberado após pagar fiança de US$ 250 milhões, e aguarda julgamento. Em outras ocasiões ele negou ter cometido a fraude.

O caso USA v. Bankman-Fried, 22-cr-00673, está registrado no Tribunal Distrital dos EUA, Distrito Sul de Nova York (Manhattan).

FTX se esforça para pagar vítimas

A FTX afirmou que pretende indenizar as vítimas de fraude e está trabalhando para levantar os fundos necessários. Em dezembro, dias antes do Natal, a exchange anunciou que vai devolver dinheiro com juros a investidores lesados.

As subsidiárias FTX Japan e a FTX Singapore, detidas pela FTX Japan Holdings, FTX Europa e a LedgerX foram colocadas à venda para pagar débitos.

Os prejuízos da exchange falida ultrapassam os US$ 8 bilhões, sendo que apenas os 50 maiores credores devem mais de US$ 3 bilhões.

O principal promotor federal da cidade de Nova York, Damian Williams, disse que as ações de Bankman-Fried representaram “uma das maiores fraudes financeiras da história americana”.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

Patrocinados
Patrocinados