Ver mais

BC anuncia 14 selecionados para o projeto-piloto do Real Digital. Microsoft, Itaú e Tecban estão na lista

4 mins
Atualizado por Thiago Barboza

EM RESUMO

  • BC anuncia 14 selecionados para o projeto-piloto do Real Digital.
  • Microsoft, Itaú, Bradesco e Tecban estão na lista.
  • Plataformas especializadas em criptoativos como Mercado Bitcoin e Liqi ficaram de fora.
  • promo

O Banco Central selecionou 14 projetos, das 36 propostas recebidas, para participar do Piloto do Real Digital. A expectativa da instituição é que a CBDC brasileira seja implementada no final de 2024.

Agora, portanto, os selecionados irão testar funcionalidades de privacidade e programabilidade. A ideia é avaliar a usabilidade e a conveniência da moeda digital para os consumidores. Além disso, segurança e tokenização de moedas digitais também estão entre os destaques.

Leia mais: 4 criptomoedas que podem atingir novas máximas em julho de 2024

Segundo o BC, o piloto vai implementar um “protocolo de entrega contra pagamento (DvP) de título público federal entre clientes de instituições diferentes, além dos serviços que compõem essa transação. Esse caso de uso permite dar foco nos testes na privacidade, uma vez que promove a troca de informação entre os vários participantes da plataforma, e testa ainda a programabilidade dos serviços oferecidos e sua interoperabilidade”, explicou a instituição.

Plataformas cripto excluídas

O que chama a atenção na lista dos selecionados é que quase não se vê plataformas cripto e muitas companhias tradicionais do mercado fiduciário como a B3, Bradesco, Itaú, Banco do Brasil, BTG, XP, Visa e Microsoft foram escolhidas.

Plataformas especializadas em criptoativos como Mercado Bitcoin e Liqi ficaram de fora. Os não selecionados ainda têm a chance de questionar a decisão.

Confira a lista dos selecionados por ordem de inscrição:

  •       Bradesco
  •       Nubank
  •       Banco Inter, Microsoft e 7Comm
  •       Santander, Santander Asset Management, F1RST e Toro CTVM
  •       Itaú Unibanco
  •       Basa, TecBan, Pinbank, Dinamo, Cresol, Banco Arbi, Ntokens, Clear Sale, Foxbit, CPqD, AWS e Parfin
  •       SFCoop: Ailos, Cresol, Sicoob, Sicredi e Unicred
  •       XP, Visa
  •       Banco BV
  •       Banco BTG
  •       Banco ABC, Hamsa, LoopiPay
  •       Banco B3, B3 e B3 Digitas
  •       ABBC: bancos Brasileiro de Crédito, Ribeirão Preto, Original, ABC, BS2 e Seguro; ABBC, BBChain, Microsoft e BIP
  •       Banco do Brasil 

Em fevereiro o BC revisou as diretrizes do Real Digital, depois iniciou o piloto em março com os primeiros testes de uma plataforma para operações com o Real Digital. Em abril, organizou o Workshop do Piloto RD e agora segue com testes focado em um caso específico.

“Com base na seleção final, o BC iniciará a incorporação dos participantes à plataforma do Piloto do Real Digital até meados de junho de 2023”, disse o BC.

Empresas escolhidas detalham projetos

TecBan, que une físico e digital com objetivo de ter mais eficiência e economia, foi uma das selecionadas com o Banco da Amazônia (BASA).

O projeto ainda incluí parceiras com a Ntokens, Clear Sale, Foxbit, Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações (CPQD), AWS e Parfin Pagamentos.

A empresa por trás do caixa 24 horas, desenvolverá o uso da Cédula de Produto Rural (CPR) tokenizado na infraestrutura do Real Digital. A iniciativa consiste na concessão de crédito agrícola para empresas na região da Amazônia com práticas de ESG. A TecBan explica as vantagens de seu projeto:

“O Sistema Real Digital emerge como uma plataforma ideal para o registro primário de títulos ricos em informações. E ao permitir a liquidação de forma mais eficiente e confiável, a circulação da CPR no mercado secundário é facilitada. A tokenização representa assim uma oportunidade de integrar práticas e dados ESG, ampliando o acesso a financiamento para projetos sustentáveis aos investidores.”

O superintendente de Novas Plataformas da TecBan, Tiago Aguiar, explica os objetivos nesta fase do projeto:

“Nosso objetivo é reunir diferentes perspectivas e experiências para colaborar no desenvolvimento e aprimoramento de soluções para o piloto do Real Digital do Banco Central do Brasil. A ideia é identificar e solucionar problemas potenciais na implementação da moeda digital.”

A Clear Sale explica que com seus parceiros no consórcio e o Banco Central, está à frente das principais questões de segurança no onboarding e autenticação de usuários nos projetos que as instituições financeiras irão submeter para testar esse ano, se aprovadas, no piloto da moeda digital.

A companhia estará envolvida no processo de testes e demonstrações das possibilidades de utilização de carteiras digitais de maneira segura para comprar ativos digitais, por meio da liquidação direta entre tokens de Real Digital e ativos digitais.

Solução de interoperabilidade multichain

Além disso, a gigante da tecnologia Microsoft também participa com uma solução para que o Real Digital funcione em qualquer ambiente – fora do Banco Central – com uso de diferentes camadas de blockchains. Portanto, o Real Digital vai rodar em EVM, ele é um ERC-20, e a Microsoft está implementando multichain que já suportará Corda Besu e etc.

De acordo com o especialista sênior em tecnologia e inovação da empresa, João Paulo Aragão Pereira:

“Se os bancos e instituições de pagamentos decidirem utilizar outras alternativas, como Quorum, Besu, Hyperledher Fabric ou Ethereum, bastaria conectá-las ao ambiente de interoperabilidade da Microsoft.”

Já o Bradesco tem um time que envolve profissionais de várias áreas não descarta introduzir novos parceiros de externos no projeto, caso haja necessidade.

Para o Head de Digital Assets do banco Itaú, Guto Antunes, a tokenizaçao é um caminho sem volta e uma realidade.

“Acreditamos que até 2025, 10% dos ativos serão tokenizados e queremos levar isso com segurança para o mercado”, conclui Antunes.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedasConfira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

aline.jpg
Aline Fernandes
Aline Fernandes atua há 20 anos como jornalista. Especializada nas editorias de economia, agronegócio e internacional trabalha na BeINCrypto como editora do site brasileiro. Já passou por diversas redações e emissoras do país, incluindo canais setorizados como Globo News, Bloomberg News, Canal Rural, Canal do Boi, SBT, Record e Rádio Estadão/ESPM. Atuou também como correspondente internacional em Nova York e foi setorista de economia dentro do pregão da BM&F Bovespa, hoje B3 -...
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados