Ver mais

Staking vs Yield Farming – O que é melhor?

12 mins
Atualizado por Airí Chaves

In Brief

  • A yield farming não é a mesma coisa que staking. Embora os dois termos às vezes sejam trocados por engano, esses são dois métodos diferentes para gerar uma renda passiva
  • Ao contrário do trading de criptomoedas, yield farming de DeFi é muito mais segura e os usuários costumam ter um lucro decente
  • O staking de criptomoedas é uma das maneiras mais seguras de gerar uma renda passiva como portador de criptomoedas

Existem várias maneiras de obter uma renda passiva interessante no mercado de criptomoedas. Uma das questões mais cuidadosamente consideradas é saber o que é melhor: o staking ou yield farming?

A Yiled farming e o staking de criptomoedas são as duas formas principais que os investidores em criptomoedas usam para obter uma renda adicional. Ao contrário do trading de criptomoedas, yield farming de DeFi é muito mais segura e os usuários costumam ter um lucro decente. Neste artigo vamos abordar esses dois métodos e como você pode começar.

Neste artigo:

O que é DeFi e como ganhar uma renda passiva?

defi

DeFi significa Finanças Descentralizadas. Refere-se a todos os Dapps construídos sobre redes blockchain, como o Ethereum. Ele permite que os usuários comprem, vendam, emprestem e tomem emprestado criptomoedas como o sistema bancário tradicional.

Saiba o que são os aplicativos descentralizados (DApps)

Os investidores em criptomoedas podem facilmente obter renda passiva por meio de plataformas de empréstimos DeFi e pools de liquidez. Além disso, desde que o espaço DeFi explodiu em 2020, muitas plataformas de empréstimo foram lançadas, permitindo que os usuários sejam “agricultores”. Desde então, muitos entusiastas das criptomoedas têm falado sobre a yield farming vs o staking – e qual é o melhor.

Saiba o que é DeFi e seus casos de uso

Existem vários caminhos para coletar rendimentos de DeFi. No entanto, os detentores de criptomoedas devem decidir sobre a melhor maneira possível de usar seus fundos e ganhar as melhores recompensas.

O que é staking: Proof-of-Work vs. Proof-of-Stake

Proof-of-Work (PoW) e Proof-of-Stake (PoS) são dois mecanismos de consenso usados ​​para validar transações em uma plataforma blockchain.

Bitcoin é a primeira blockchain já criada e usa PoW. Esse consenso, frequentemente chamado de mineração, usa hardware para fornecer validação de nó e gerar novos blocos na blockchain. Como os computadores precisam realizar esses cálculos complicados, eles tendem a custar mais e a conta de luz pode atingir valores elevados. Portanto, a mineração não é um sistema sustentável e nem todos podem ser mineradores na rede.

O Proof-of-Stake, entretanto, é uma alternativa ao PoW. Em vez de minerar, os validadores usam sua criptomoeda para gerar novos blocos. Além disso, o processo de staking consome muito menos energia. Muitas novas plataformas preferem o staking, e é um mecanismo muito mais ecológico para blockchains.

Ethereum é a rede mais DeFi popular. Ele já começou a atualizar sua rede para um mecanismo de PoS para oferecer uma taxa de transferência de transações suficiente. No entanto, o Ethereum 2.0 estará pronto só em 2022, mas os investidores já podem começar a fazer staking de Ethereum.

Como funciona o staking?

Os usuários devem fazer stake de um valor fixo para se tornarem validadores ou podem participar de pools de liquidez. Cada plataforma de staking pode ter regras ligeiramente diferentes; a maneira mais comum é usar pools de staking.

Normalmente, o staking se traduz em bloquear seus fundos de criptomoedas e, portanto, requer um investimento em criptos. Além disso, o staking ajuda a proteger a rede e gerar renda passiva.

Cada pool de liquidez tem diferentes condições e APYs. Este último representa o rendimento percentual anual e representa a receita anual desse pool. Portanto, observe as condições de um pool de liquidez antes de bloquear suas moedas, pois alguns têm um prazo fixo ou APY menor do que outros.

Além disso, para gerar a maior renda passiva possível com o staking, estude todas as diferentes maneiras de fazer staking da sua criptomoeda específica.

Como fazer stake de criptomoedas

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é bic_artwork_Learn_Section.jpg

O staking é fácil e pode ser feito com qualquer criptomoeda relevante. Somente criptomoedas nativas para um mecanismo de proof-of-stake podem ser usadas para staking. O Bitcoin, por exemplo, pertence a um blockchain PoW e não pode ser usado para stake.

As formas mais comuns de fazer staking de criptomoedas são:

  • Usando uma carteira
  • Usando uma exchange de criptomoedas
  • Participar de uma piscina de staking
  • Tornando-se um validador

Além disso, cada criptomoeda pode ter métodos ligeiramente diferentes de staking e é por isso que é importante pesquisar cada criptomoeda e seu processo de staking.

As etapas mais comuns para o stake de criptomoedas são:
  • Configure uma carteira de criptomoedas para staking.
  • Transfira seus fundos criptos para essa carteira.
  • Decidir sobre uma piscina de staking. A exchange de criptomoedas pode não oferecer muitas opções.
  • Bloqueie seus fundos para fazer o staking.
  • Espere para receber suas recompensas de staking (também conhecidas como sua renda passiva).

Além disso, o staking na carteira fria também está disponível. Isso oferece proteção máxima para seus fundos bloqueados, pois não há conexão com a Internet.

Ethereum 2.0 já permite o staking. Você pode se tornar um validador se tiver 32 ETH e o conhecimento técnico para configurar um nó validador. Ou você pode usar uma exchange de criptomoedas, como Binance, para fazer staking de Ethereum.

A Cardano já é conhecida pelas carteiras utilizadas para fazer staking de ADA. Alguns podem acreditar que você pode minerar cardano, o que não é verdade.

Além disso, a Cardano requer apenas uma carteira conectada à rede, e o staking começa imediatamente. Você vai escolher o pool de staking. Ademais, os usuários que não desejam usar uma carteira de criptomoedas para staking podem usar uma exchange de criptomoedas, e você pode começar logo após comprar Cardano. Outro ativo que pode ser usado para stake através de uma carteira de criptomoedas é o Theta.

Além disso, outras criptomoedas que você pode fazer staking são Polkadot e CAKE na exchange PancakeSwap.

As 5 principais criptomoedas para staking

staking

O staking de criptomoedas já prendeu centenas de milhões de dólares, e o espaço DeFi continua a crescer. As plataformas de staking permitem que os investidores regulares de criptomoedas aumentem seus ganhos e obtenham uma renda passiva.

Além disso, uma rede de blockchain lucrativa requer uma equipe ativa de desenvolvedores e casos de uso reais para a plataforma. Portanto, quanto mais investidores estiverem interessados nela, mais a rede crescerá e ganhará o interesse de novos investidores e desenvolvedores.

Estas são as criptomoedas mais populares para staking:

O que é yield farming?

A yield farming é um conceito mais recente do que staking de criptomoedas e se refere à capacidade de um investidor de planejar e escolher cuidadosamente quais tokens emprestar e em qual plataforma. Os detentores de criptomoedas têm a opção de emprestar seus fundos, usando pools de liquidez, e receber uma recompensa por seus esforços.

A yield farming, também conhecida como token farming, existe desde 2020, quando o Compound – o primeiro protocolo de empréstimo DeFi – foi lançado. Hoje, temos várias plataformas de empréstimo DeFi usadas para yield farming, cada uma com seus próprios benefícios.

Os detentores de criptomoedas podem usar uma plataforma de empréstimo, como Compound ou Aave, ou podem fornecer liquidez diretamente em DEXs, como Uniswap ou PancakeSwap.

O processo de “cultivo de tokens” é bastante básico, pois os usuários precisam depositar seus fundos em uma dessas plataformas de empréstimo e receber um APY e o token da plataforma, que por sua vez pode ser usado para yield farming novamente.

No entanto, se preferir usar uma DEX, você precisará fornecer um par de moedas, de acordo com os pools de liquidez disponíveis. Cada provedor de liquidez receberá um percentual das recompensas da carteira, de acordo com o valor disponibilizado.

Além disso, a receita passiva para os farmers vem da taxa de juros paga pelo tomador, ou pelos usuários da carteira de liquidez, no caso dos DEXs. Ademais, a yield farming é considerada mais confiável do que o trading de criptomoedas, e os ganhos mais livres de risco são gerados por stablecoins.

Como funciona a yield farming?

No sistema bancário tradicional, as operações financeiras, como concessão e contração de empréstimos, são administradas pelos bancos, que atuam como intermediários. Enquanto os bancos usam “carteiras de pedidos”, a yield farming usa contratos inteligentes ou formadores de mercado automatizados (AMM) para facilitar a negociação de criptomoedas.

Provedores de liquidez (LPs) depositam fundos no pool de liquidez para sustentar o sistema e recebem uma recompensa por isso.

Ou seja, por causa dos provedores de liquidez que oferecem seus fundos a certos pools de liquidez, outros usuários podem emprestar, tomar emprestado e negociar criptomoedas. Todas as transações com criptos têm uma taxa de serviço, que é distribuída entre os LPs.

Além disso, todos os protocolos de empréstimo têm um token nativo distribuído aos LPs para incentivar ainda mais o financiamento do pool de liquidez.

Ao comparar a yield farming com o staking, é importante lembrar que a yield farming ainda é um método novo e a experiência é a única coisa que o ensinará a obter o máximo de recompensas com a yield farming.

Quer minerar criptomoedas na nuvem? Abra uma conta na StormGain

Provedores de liquidez (LPs) e pools de liquidez

O livro de pedidos é mantida pelo sistema AMM, e os pools de liquidez e os provedores de liquidez (LPs) são os dois componentes principais.

Então, o que é um pool de liquidez? Basicamente, é um contrato inteligente que coleta fundos para facilitar que os usuários de criptomoedas emprestem, tomem emprestado, comprem e vendam criptomoedas. Aqueles que depositam fundos em pools de liquidez são chamados de provedores de liquidez (LPs) e usam seus fundos para alimentar o ecossistema DeFi. Além disso, eles ganham incentivos do pool de liquidez.

Frequentemente, os tokens de baixo volume de negociação são os que mais se beneficiam da yield farming, pois essa é a única maneira de negociá-los facilmente.

Quais são os riscos da yield farming?

Ao comparar a yield farming com o staking, é importante notar que esses dois processos funcionam de maneiras diferentes.

Afinal, existem riscos associados à yield farming dos quais todo investidor de criptomoedas deve estar ciente.

A garantia pode ser liquidada

Quando um usuário deseja emprestar a criptomoeda, é necessário depositar uma garantia, que cobrirá o empréstimo. É assim que os empréstimos DeFi funcionam. Além disso, alguns protocolos de empréstimo exigem que até 200% do valor emprestado seja depositado como garantia.

Ou seja, isso significa que um usuário precisa depositar um ativo para pegar outro emprestado. Portanto, se o valor do depósito ou garantia despencar repentinamente, a carteira tentará recuperar a perda vendendo a garantia no mercado aberto, mas ainda pode ocorrer uma perda de valor, o que deixa os provedores de liquidez expostos à perda.

O mutuário então perde a garantia. Portanto, é por isso que é melhor tomar emprestado de um pool de garantia de alto índice, para evitar a liquidação da garantia, no caso de o preço de um ativo cair.

Flutuações de preço

O mercado de criptomoedas é conhecido por sua natureza volátil. No entanto, embora isso possa render grandes recompensas para os traders e alguns investidores, os farmers podem sofrer perdas quando os tokens perdem valor repentinamente. Isso pode acontecer quando certas tendências fazem o mercado comprar ou vender certos tokens.

Falhas do protocolo

A yield farming e todo o ecossistema DeFi contam com contratos inteligentes para facilitar todas as operações financeiras fornecidas por esses Dapps. No entanto, os contratos inteligentes são pedaços de código de programação que ainda são escritos por humanos. Os humanos podem cometer erros. Portanto, um protocolo mal projetado ou um contrato inteligente pode levar a ataques de hackers ou outros problemas de funcionamento, o que leva à perda de fundos.

Melhores Yield Farms

Como acontece com qualquer sistema, os farmers apóiam o sistema porque eles ganham um incentivo da plataforma que usam. Além disso, as melhores yield farmings são geralmente aquelas que são mais seguras e fornecem os maiores rendimentos.

Cada blockchain tem um monte de yield farmings, e todas oferecem diferentes condições. No entanto, alguns investidores optam por comprar os fundos necessários para se tornar um farmer. Outros se concentram em encontrar as melhores yiled farmings para os ativos que já possuem.

Considerando as últimas tendências e o interesse no universo de criptomoedas, as cinco principais yield farmings nas seguintes redes são uma boa escolha:

Yield farming vs. staking

A yield farming e o staking têm muitas semelhanças e são métodos excelentes para gerar uma renda passiva como portador de criptomoedas. A principal diferença é que a yield farming exige que os usuários depositem seus fundos criptos nas plataformas DeFi. Staking é quando os investidores em criptomoedas usam seus fundos para dar suporte à blockchain e ajudar a validar transações e blocos na rede.

Com isso em mente, vamos resumir as principais diferenças entre a yield farming e o staking.
StakingYield Farming
LucroO staking tem uma recompensa definida, que é expressa como APY. Geralmente fica em torno de 5%, mas pode ser maior, dependendo do token e do método de staking.A yield farming requer uma estratégia de investimento bem pensada. Afinal, não é tão simples quanto o staking, mas pode render recompensas muito maiores ou até 100%.
RecompensasRecompensas de staking são o incentivo de rede dado aos validadores que ajudam a blockchain a chegar a um consenso e gerar novos blocos.As recompensas para a yield farming são determinadas pelo pool de liquidez e podem flutuar conforme o preço do token muda.
SegurançaOs tokens de staking têm uma política rígida e está diretamente ligada ao consenso da blockchain. Ou seja, se malfeitores tentarem enganar o sistema, correm o risco de perder seus fundos.A yield farming depende de protocolos DeFi e contratos inteligentes, que podem ser vulneráveis a hackers se a programação for feita de maneira inadequada.
Risco de perda impermanenteNão há perda impermanente se você fizer staking de criptomoeda.Os farmers estão expostos a alguns riscos que ocorrem devido ao preço volátil dos ativos digitais. Portanto, a perda impermanente pode ocorrer quando seus fundos estão bloqueados em um pool de liquidez e a proporção dos tokens no pool é desigual.
TempoDiferentes redes de blockchain exigem que os usuários invistam seus fundos por um período fixo de tempo. Alguns também exigem um valor mínimo.A yield farming não exige que os usuários bloqueiem seus fundos por um período fixo de tempo.

Yield farming vs. staking: qual é o melhor?

A escolha da melhor opção para gerar uma renda passiva com seus fundos de criptomoedas pode se resumir a escolher entre a yield farming e o staking. No entanto, cada um deles requer um grau diferente de conhecimento de criptomoedas.

Calcular o melhor ROI entre a yield farming e o staking pode inclinar os usuários para a yield farming, mas o debate deve ser mais profundo do que isso.

Além disso, a yield farming pode ser muito mais confusa para novos investidores em criptomoedas e pode exigir mais tempo e pesquisa diariamente. Já o staking de criptomoedas gera menos recompensas, mas não requer a atenção permanente de um investidor, e alguns fundos podem ser bloqueados por longos períodos de tempo.

No final, tudo se resume ao tipo de investidor que você deseja ser e o quão experiente você é com o espaço DeFi.

Perguntas frequentes

Vale a pena fazer farming no PancakeSwap?

PancakeSwap é uma exchange de criptomoedas descentralizada popular usada por muitos traders de criptomoedas. Uma DEX popular requer uma abundância de pools de liquidez e geralmente gera recompensas mais altas. Além disso, a yield farming no PancakeSwap pode valer a pena, com investidores experientes em criptomoedas obtendo altos retornos ao contribuir para os pools de liquidez.

A yield farming é o mesmo que staking?

A yield farming não é a mesma coisa que staking. Embora os dois termos às vezes sejam trocados por engano, esses são dois métodos diferentes para gerar uma renda passiva como um portador de criptomoedas. Os investidores em criptomoedas devem comparar a yield farming com o staking para decidir qual é a melhor opção para eles.

O staking é lucrativo?

O staking de criptomoedas é uma das maneiras mais seguras de gerar uma renda passiva como portador de criptomoedas. Os tokens de staking ajudam a manter a plataforma segura, e os usuários que fazem stake de seus fundos de criptomoedas ganham uma recompensa.

Se você quiser saber mais sobre staking e yield farming, confira os nossos artigos educacionais. Afinal, aqui você pode encontrar todas as informações de que precisa para começar!

Além disso, junte-se à nossa comunidade no Telegram para conversar com usuários reais sobre trading de criptomoedas.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e com o objetivo único de informar. Qualquer atitude tomada pelo usuário a partir das informações veiculadas no site é de sua inteira responsabilidade.
Na seção Aprender, nossa prioridade é fornecer informações de alta qualidade. Nós tomamos o tempo necessário para identificar, pesquisar e produzir conteúdo que seja útil para nossos leitores.
Para manter esse padrão e continuar a criar um conteúdo de excelência, nossos parceiros podem nos recompensar com uma comissão por menções em nossos artigos. No entanto, essas comissões não afetam o processo de criação de conteúdo imparcial, honesto e útil.

d5befed13dbe8576a52cefa7288535d4?s=120&d=mm&r=g
Iulia Vasile
Iulia is a computer science engineer. She's been a crypto writer since 2017. Iulia blogs about technology, blockchain and travelling. Her goal is to see and travel as much as possible and then tell the world about the beautiful things she experiences.
READ FULL BIO