Ver mais

O que é a Theta Network (THETA)?

8 mins
Por Ayotomiwa Oladotun
Traduzido Airí Chaves

O que é a Theta Network? Bem, se os pais fossem web3 e streaming, a Theta Network seria a criança. Claro, é um pouco mais complexo do que isso. A tecnologia blockchain está prestes a mudar a cara do streaming de vídeo e distribuição de conteúdo. Serviços como Youtube, Netflix, Amazon Prime e Hulu são exemplos de como o streaming de vídeo centralizado pode ser eficaz. Mas, para uma experiência completamente descentralizada, você não pode depender de tecnologias dentro do ecossistema centralizado. A Theta Network muda isso.

Quer ser o primeiro a saber sobre novos projetos web3? Junte-se à comunidade do BeInCrypto no Telegram. Lá nós compartilhamos diariamente análises técnicas e respostas às suas perguntas. Além disso, é possível conversar com traders e entusiastas do mercado de criptomoedas.

A tecnologia peer-to-peer cria uma rede onde os participantes concordam sobre o que uma rede fará. Isso adiciona uma camada extra de democracia e dá mais poder à comunidade. A Theta Network pega esse caso de uso e o aplica ao streaming. É uma blockchain intrínseca e uma rede descentralizada de armazenamento/entrega que alimenta o streaming de vídeo Web3 e outras plataformas de mídia emergentes. Aqui está tudo o que você precisa saber sobre esta plataforma inovadora e seu lugar no futuro da web3.

Neste artigo:

O que é a Theta Network?

O que é a Rede Theta?

A Theta Network é uma rede blockchain focada em mídia e entretenimento, facilitando a entrega de conteúdo sem interrupções, gratuita e de alta largura de banda. Ela permite que as plataformas de mídia existentes, incluindo e-sports, música, TV e filmes, gerem receitas de desenvolvimento. Também ajuda a reduzir as taxas CDN de entrega de conteúdo. A Theta recompensa os consumidores por compartilharem seu armazenamento e/ou largura de banda em dispositivos como PCs, telefones celulares ou Smart TVs. Os usuários também podem ganhar THETA como recompensa por compartilhar vídeos por meio do Edgecast, um DApp e a transcrição de conteúdo da Theta Network.

Além disso, a Theta permite que os desenvolvedores criem NFTs, exchanges descentralizadas (DEX/DeFi) e organizações autônomas descentralizadas (DAO). Tudo isso pode atrapalhar as plataformas tradicionais de mídia centralizada. Essa infraestrutura oferece suporte contínuo para contratos inteligentes Turing. A plataforma possui duas moedas nativas: THETA — para governança — e TFUEL, usado principalmente para facilitar transações.

Por fim, a Theta está comprometida em fornecer uma cadeia alternativa descentralizada para streaming de vídeo e distribuição de conteúdo.

Origem equipe e roteiro

O que é Teta?  equipe
Equipe Theta: Theta.com

A Theta Network foi ideia de Mitch Liu e Jieyi Long. Liu, um empresário anteriormente envolvido em jogos e streaming de vídeo, criou o THETA.tv. Este foi o primeiro DApp de transmissão ao vivo construído usando o protocolo THETA. Para explorar os casos de uso da tecnologia blockchain e suas possíveis soluções na indústria de mídia, Liu uniu forças com Jieyi Long.

Jieyi já havia trabalhado em automação de design e na indústria de jogos. Em 2015, a dupla desenvolveu SLIVER.tv, uma plataforma de e-sports. Em 2016, o Theta Labs foi formado.

Tanto a blockchain quanto o token Theta (agora moeda) foram anunciados no Medium em novembro de 2017. A venda foi lançada em janeiro de 2018, com o THETA originalmente como um token ERC-20 no Ethereum. Isso foi seguido pelo primeiro lançamento da rede principal (mainnet 1.0) em março de 2019.

O protocolo Theta lançou sua Mainnet 2.0 em maio de 2020. Isso veio com nós Guardian, uma estrutura de consenso de duas camadas para complementar seus validadores corporativos. Eles eram administrados por parceiros como BinanceGoogle, Blockchain.com, Gumi e Samsung.

Mainnet

Mainnet 2.0 também introduziu a tecnologia EdgeCast. Isso aprimora o Theta Edge Node, permitindo que os usuários capturem vídeo ao vivo e armazenem em cache e transmitam dados de vídeo ao vivo. Em junho de 2021, a Theta Network adicionou NFTs, incluindo cartões colecionáveis ​​de celebridades da mídia, ao portfólio de produtos.

No mês seguinte, em julho de 2021, a Theta lançou a Mainnet 3.0, fornecendo capacidade de contrato inteligente para melhorar o envolvimento e a interação do usuário. Atualmente, a Theta está executando sua quarta iteração da Mainnet após o lançamento da Mainnet 4.0 em dezembro de 2022.

A blockchain Theta ganhou maior taxa de transferência de transação, personalização e confiabilidade. Tudo isso é necessário para escalar a revolução do vídeo web3 e trazer milhões de usuários on-chain.

Como funciona a Theta Network?

A Theta Network é executada em um mecanismo proof of stake (PoS). Além disso, com um modelo BFT (Byzantine Fault Tolerance) de vários níveis, a rede fornece segurança de rede semelhante à do Bitcoin ou Ethereum, mas com negociações mais rápidas e transações mais altas por segundo. Três classes de validadores protegem esse mecanismo único de consenso BFT multinível.

Em primeiro lugar, isso inclui um comitê de 20 a 30 nós do Enterprise ValidatorEm segundo lugar, uma camada de milhares de nós Guardian baseados na comunidade . E, em terceiro lugar, os nós Edge oferecem aos usuários acesso fácil para retransmitir fluxos de vídeo.

Nós do Enterprise Validator

Google, Blockchain Ventures, Samsung, Sony Europe, Binance e Gumi Cryptos executam esses nós corporativos. Normalmente, essas empresas fazem staking de tokens THETA para validar transações na rede. Este método é o primeiro passo para garantir a segurança da rede e exige que essas empresas depositem 1 milhão de moedas THETA.

Nós Guardian

Os guardiões são um superconjunto do comitê validador. Eles produzem uma cadeia de blocos, bem como verificam a validade dessa cadeia. Os blocos válidos requerem cerca de dois terços dos guardiões Theta para serem validados.

Nós Edge

Além dos nós Enterprise Validator e Guardian, a Theta Network também usa nós Edge, que são executados por membros da comunidade. Esta tecnologia “EdgeCast” peer-to-peer foi introduzida no lançamento da rede principal 2.0 da Theta. Ele permite que os usuários capturem retransmissões de vídeo ao vivo e transcodifiquem o conteúdo do vídeo enquanto distribuem o excesso de largura de banda.

Essa tecnologia de nó Edge forma a base dos DApps de streaming descentralizados da rede. Em julho de 2022, mais de 100 mil nós Edge estavam em execução, realizando a distribuição de vídeo descentralizada que está no centro da Rede Theta.

Recursos da rede

Principais recursos da Rede Theta

Três classes de nós: Conforme explicado acima, Theta é uma rede com três tipos de nós : Enterprise Validator, Guardian e Edge. O BFT exclusivo da rede é uma variante da governança PoS. Isso gerencia a rede ponto a ponto de nós que executam a Rede Theta.

Crie DApps personalizados: a rede Theta permite que os desenvolvedores desenvolvam aplicativos descentralizados.

Theta TV é a principal materialização da visão da plataforma de streaming de vídeo usando a tecnologia blockchain. Sua plataforma de entretenimento Esports permite que os criadores de conteúdo ganhem TFuel com as assinaturas dos espectadores. Eles também podem solicitar doações de seus espectadores usando cartões de crédito, que são posteriormente pagos em stablecoin em USD para a carteira do criador.

Carteira oficial da Theta: com o aplicativo de carteira, os usuários podem realizar transações (enviar e receber THETA) para streaming de vídeo.

Moedas duplas: Theta Network utiliza dois tipos de moedas. O THETA é a moeda de governança da rede e o TFUEL é usado para pagar aos usuários para expandir a largura de banda de seus computadores na rede.

Thetadrop NFT: Em meados de 2021, a Theta lançou o Thetadrop – um mercado NFT de tokens não fungíveis cunhados na rede Theta, negociados em USD ou TFuel. No entanto, ao contrário do mercado NFT popular, como o OpenSea, os NFTs comprados refletem em um endereço nessa carteira.

Prós e contras da Theta Network

Prós

  • Tem uma equipe de pessoas experientes na indústria de streaming de vídeo. Por exemplo, Steve Chen, cofundador do YouTube, é consultor da Theta.
  • O streaming de vídeo online é descentralizado.
  • Unindo forças com plataformas renomadas como Google e Samsung Virtual Reality.
  • Reduz o custo de streaming de vídeo.
  • Trabalhando para melhorar a qualidade do vídeo online e as transmissões de vídeo.

Contras

  • Ainda um projeto relativamente novo – a longevidade desempenha um papel importante na determinação da confiabilidade de uma plataforma.
  • Baixa liquidez
  • Oferta inicial de moedas centralizada e privada: isso nega a transparência
  • Theta.TV requer um alto nível de buffer de vídeo

Economia de token duplo: THETA e TFUEL

O objetivo geral do modelo tokenomics da Theta é recompensar todas as partes interessadas do ecossistema Theta de forma justa. Aumentando assim a segurança e o valor utilitário da Theta Network.

Existem duas moedas nativas, THETA e Theta Fuel (TFUEL). O THETA está sendo negociada atualmente a US$ 0,81, com um valor de mercado total de cerca de US$ 810 milhões. Atualmente, o TFUEL está sendo negociado a US$ 0,035, com cerca de US$ 212 milhões em valor de mercado.

O Theta Mainnet 2.0 veio com um incentivo de inflação TFUEL envolvendo uma recompensa anual de 5% pelo staking de Theta. Isso vale para os detentores que protegem a rede blockchain por meio do design de consenso BFT multinível da Theta. Com o TFUEL, os usuários podem integrar o protocolo de entrega de vídeo Theta P2P em sua estrutura. Isso recompensa ainda mais os usuários finais pela participação na rede.

O protocolo também recompensa os nós de borda Theta após o lançamento da Mainnet 3.0 em junho de 2021. Os nós de borda são outro participante significativo da rede que fornece serviços de entrega de vídeo. A economia aprimorada inclui nova inflação, estaqueamento e queima de TFUEL. Tanto as taxas de transação de rede quanto as taxas de contratos inteligentes são queimadas, tirando o Theta Fuel de circulação.

Airdrop

A plataforma Theta tem uma presença online ativa. A equipe anuncia atualizações sobre os airdrops em um canal de airdrops específico.

Usos do THETA

Para dar suporte à Theta Network, os desenvolvedores precisam da criptomoeda, o THETA, para desenvolver e implantar aplicativos. Os usuários empregam pagamentos da THETA, incluindo taxas de transação e serviços computacionais. Da mesma forma, os detentores de THETA podem:

Participação: os usuários podem fazer staking do THETA para se tornar um nó Validador ou Guardião e contribuir para a governança do protocolo. 

Comércio: os usuários também podem negociar em THETA por meio de exchanges de criptomoedas.

Troca: os detentores de tokens podem trocar THETA por outras criptomoedas, incluindo stablecoins.

Distribuição

O fornecimento de token Theta é fixado em 1 bilhãoNo lançamento da rede principal, cada detentor do token ERC20 Theta recebeu THETA nativo na nova rede principal na proporção de 1:1. O fornecimento da moeda na blockchain Theta também é fixado em 1 bilhão.

O conceito por trás da correção é melhorar a segurança do token, tornando extremamente difícil para hackers violar ou ameaçar a rede. Como nenhuma nova moeda Theta é criada, a única maneira de adquirir Theta é comprar suprimentos existentes que podem eventualmente aumentar no futuro.

Carteira da Theta Network

Antes de considerar manter ou comprar Theta, os usuários devem ter uma carteira da Theta Network. Esta carteira permite que você gerencie e armazene seu THETA e TFUEL nativos com segurança. Theta Wallet é o aplicativo de carteira oficial da rede.

A carteira Theta está disponível na web, extensões de navegador e aplicativos móveis (iOS e Android). Os usuários preocupados com a segurança também podem armazenar suas moedas offline, pois a plataforma está trabalhando para integrar o suporte à carteira de hardware Ledger e Trezor para a blockchain Theta.

Cada carteira Theta armazena a chave privada do usuário, permitindo que o proprietário da carteira assine transações que enviam Theta para outras partes.

Crie sua conta na OKX e faça trading de criptomoedas em uma das melhores exchanges do mundo.

O potencial da Theta Network parece brilhante a longo prazo

Não há dúvida de que a indústria de streaming de vídeo e distribuição de conteúdo cresceu dramaticamente nos últimos anos. A Theta explora isso e fornece uma abordagem descentralizada para seu estado atual, melhorando a qualidade do vídeo e resolvendo problemas de infraestrutura.

Da mesma forma, a economia exclusiva de dois tokens diferencia os utilitários de token da segurança de rede. A equipe está constantemente trazendo inovações – criando novas formas de recompensar o envolvimento do usuário. Com o fornecimento fixo de TFUEL, a rede parece destinada a se tornar uma plataforma de entrega de conteúdo web3 disruptiva e amplamente adotável.

Perguntas frequentes

A moeda THETA é um bom investimento?

Quem são os concorrentes da Theta Network?

A Theta é como o Ethereum?

O que a Theta está tentando fazer?

Quem possui o token THETA?

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e com o objetivo único de informar. Qualquer atitude tomada pelo usuário a partir das informações veiculadas no site é de sua inteira responsabilidade.
Na seção Aprender, nossa prioridade é fornecer informações de alta qualidade. Nós tomamos o tempo necessário para identificar, pesquisar e produzir conteúdo que seja útil para nossos leitores.
Para manter esse padrão e continuar a criar um conteúdo de excelência, nossos parceiros podem nos recompensar com uma comissão por menções em nossos artigos. No entanto, essas comissões não afetam o processo de criação de conteúdo imparcial, honesto e útil.

Airi-Chaves-2.png
Airí Chaves
Com formação em marketing pela Universidade Estácio de Sá e um mestrado em liderança estratégica pela Unini, escreve para diversos meios do mercado de criptomoedas desde 2017. Como parte da equipe do BeInCrypto, contribuiu com quase 500 artigos, oferecendo análises profundas sobre criptomoedas, exchanges e ferramentas do setor. Sua missão é educar e informar, simplificando temas complexos para que sejam acessíveis a todos. Com um histórico de escrita para renomadas exchanges brasileiras,...
READ FULL BIO