Ver mais

Vitalik Buterin transfere 700 ETH para duas exchanges

2 mins
Atualizado por Thiago Barboza

EM RESUMO

  • Vitalik movimentou ETH para duas exchanges distintas.
  • Em meio a mais recente crise dos bancos nos EUA.
  • A turbulência afetou as stablecoins.
  • promo

O cofundador da Ethereum, Vitalik Buterin, transferiu quantidades significativas de ETH para duas exchanges distintas, uma CEX e uma DEX.

Buterin enviou no total 700 ETH, sendo 200 ETH para um endereço da exchange Kraken e 500 ETH para o protocolo DeFi Reflexer. Além disso, ele trocou parte dos ETH no protocolo DeFI por USDC e DAI.

Portanto, a preços atuais, Buterin movimentou pouco mais de US$ 1,225 milhões (200 ETH a aproximadamente US$ 350.000 e 500 ETH a aproximadamente US$ 875.000).

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedasConfira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.

Movimentações de Vitalik

Recentemente a USDC perdeu sua paridade com o dólar após a Circle – empresa emissora da stablecoin – revelar que tinha exposição de US$ 3,3 bilhões ao Silicon Valley Bank (SVB) que faliu. A paridade foi retomada na abertura de mercado desta semana.

Conforme os dados publicados pela Etherscan, não está claro os motivos que levam Buterin a depositar 200 ETH em um endereço da Kraken. Por outro lado, as movimentações realizadas no protocolo DeFi indicam que sua intenção era acumular stablecoins.

A empresa de segurança blockchain – PeckShield – destacou que o cofundador da Ethereum usou o estoque ETH como garantia no Reflexer para cunhar 150.000 tokens RAI. Além disso, ele trocou 132.500 RAI por 378.500 USDC e 17.500 RAI por 50.000 DAI, posteriormente.

Os dados da Etherscan também revelam que ele pagou mais de US$ 200 para liquidar as transações.

Nova turbulência para as stablecoins

No final de semana passado a USDC, segunda maior stablecoin, roubou as manchetes após perder a paridade com o dólar e despencar para US$ 0,87. A queda aconteceu em consequência da Circle revelar exposição ao SVB. Mesmo com os problemas a empresa garantiu que suas operações seguiam normais:

“… A Circle, conforme exigido por lei e sob o regulamento de transmissão de dinheiro com valor armazenado, apoiará o USDC e cobrirá qualquer déficit usando recursos corporativos, envolvendo capital externo, se necessário.”

A paridade foi retomada em seguida. Atualmente a stablecoin tem uma capitalização de mercado em torno de US$ 40 bilhões e é a quinta maior criptomoeda.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

Thiago-Barboza-red1.png
Thiago Barboza
Thiago Barboza é graduado em Comunicação com ênfase em escritas criativas pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Em 2019 conheceu as criptomoedas e blockchain, mas foi em 2020 que decidiu imergir nesse universo e utilizar seu conhecimento acadêmico para ajudar a difundir e conscientizar sobre a importância desta tecnologia disruptiva.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados