Ver mais

Memecoins BRC-20 lotam rede Bitcoin e cunhagem atinge recorde

2 mins
Por Rahul N.
Traduzido Júlia V. Kurtz

EM RESUMO

  • O aumento da atividade de memecoins no padrão BRC-20 do Bitcoin elevou o valor de mercado total desses tokens para US$ 541 milhões.
  • Moedas memes como PEPE e WOJAK entupiram a rede Ethereum e novos tokens BRC-20 agora afetam a do Bitcoin.
  • Um novo padrão BRC-21 foi proposto.
  • promo

As memecoins estão em transição para o padrão BRC-20, de acordo com as métricas da rede. As tendências mostram que há uma espécie de mania de memecoins BRC-20 na rede Bitcoin.

As memecoins, cuja popularidade cresceu nos últimos meses, estão começando a dominar a rede Bitcoin. Novas memecoins estão sendo cunhadas usando o padrão BRC-20 em vez do Ethereum, que sofre com o congestionamento de rede devido aos dos novos tokens.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedasConfira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.

Taxas de cunhagem de BRC-20 batem recorde

As taxas diárias de cunhagem no BRC-20 atingiram um recorde de 247 BTC no domingo (7), de acordo com a Dune Analytics. A taxa total para esses Bitcoin Ordinals foi de 641 BTC.

O gráfico mostra um pico significativo para essas taxas no final de abril, que foi na época em que as transações diárias do Bitcoin atingiram um recorde histórico por causa dos Ordinais.

Por outro lado, as taxas de transação do Bitcoin ultrapassaram 400 BTC no dia 7 de maio, um aumento de 18 vezes em relação a abril.

Memecoins BRC-20 lotam rede Bitcoin e cunhagem atinge recorde
Fonte: Dune Analytics

Os tokens BRC-20 claramente assumiram o controle da rede Bitcoin, com esses tokens atingindo um valor de mercado de US$ 541 milhões até agora. Há um total de 14.079 desses tokens, muitos deles sendo memecoins.

Esta tem sido uma das principais razões para o crescimento dos Ordinais, juntamente com os NFTs.

Uma possível razão pela qual as memecoins estão mudando para BRC-20 pode ser porque elas entupiram a rede Ethereum. Uma memecoin popular, o PEPE, contribuiu muito para esse congestionamento. A memecoin recentemente assumiu o controle da comunidade, subindo cerca de 40.000%.

Memecoins obstruindo a rede Bitcoin

A popularidade dos Ordinais também levou a Binance a interromper os saques de BTC. Isso aconteceu duas vezes em 12 horas devido a um grande volume de transações pendentes. O fato de essas moedas afetarem a maior CEX do mundo é a prova de que há uma mania no momento.

Os tokens BRC-20 são tokens fungíveis no Bitcoin. É um padrão de token experimental, embora os usuários tenham começado a aderir a ele.

Padrão de token BRC-21 foi proposto

Embora o BRC-20 esteja assumindo a rede, já está em andamento o trabalho para um novo padrão chamado BRC-21. A proposto surgiu no domingo (7).

O BRC-21 permitiria que tokens em outras blockchains fossem cunhados e resgatados de e para a rede Bitcoin. Ou seja, a documentação descreve o principal caso de uso do padrão BRC-21 como “implantação de stablecoins descentralizadas na Lightning Network ou protocolos de pagamento semelhantes”.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedas. Confira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

Julia.png
Júlia V. Kurtz
Editora-chefe do BeInCrypto Brasil. Jornalista de dados com formação pelo Knight Center for Journalism in the Americas da Universidade do Texas, possui 10 anos de experiência na cobertura de tecnologia pela Globo e, agora, está se aventurando pelo mundo cripto. Tem passagens na Gazeta do Povo e no Portal UOL.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados