Ver mais

Descubra as diferenças entre Ethereum e Bitcoin

11 mins
Atualizado por Airí Chaves

Bem-vindo ao mundo da criptomoeda! As criptomoedas revolucionaram a maneira como pensamos sobre dinheiro e inauguraram uma nova era de sistemas de pagamento digital. Ethereum e Bitcoin são duas das mais populares e amplamente utilizadas criptomoedas. Mas quais são as diferenças entre elas?

Quer ser o primeiro a saber sobre a previsão do preço das criptomoedas? Junte-se à comunidade do BeInCrypto no Telegram. Lá nós compartilhamos diariamente análises técnicas e respostas às suas perguntas. Além disso, é possível conversar com traders e entusiastas do mercado de criptomoedas.

Neste artigo, vamos explorar as diferenças entre Ethereum e Bitcoin, e como essas criptomoedas se comparam em termos de transações, carteiras, mineração, vantagens e desvantagens, casos de uso, contratos inteligentes e descentralização.

Introdução ao Ethereum e Bitcoin

criptomoedas, mercado bitcoin

Ethereum e Bitcoin são duas das mais populares e amplamente utilizadas criptomoedas. Ambos são ativos digitais que utilizam criptografia para garantir as transações e são armazenados em uma blockchain. Ambas criptomoedas são descentralizadas, o que significa que não são controladas por nenhuma autoridade central ou governo.

O bitcoin foi a primeira criptomoedas criada e é a mais amplamente utilizada e aceita. Ela foi criada em 2009 por uma pessoa anônima ou grupo de pessoas conhecidas como Satoshi Nakamoto. Além disso, o bitcoin tornou-se o padrão de ouro para as criptomoedas, e sua capitalização de mercado é a mais valiosa de todas as criptomoedas.

O Ethereum foi criado em 2013 por Vitalik Buterin, e tornou-se a segunda maior criptomoeda em termos de capitalização de mercado. O Ethereum é uma plataforma de código aberto que permite aos desenvolvedores construir e implantar aplicações descentralizadas. Além disso, o ethereum também tem sua própria criptomoeda, chamada Ether (ETH), que é usada para pagar por transações na rede Ethereum.

O que é o Ethereum?

O Ethereum é uma plataforma de computação distribuída e um sistema operacional de código aberto, baseado em blockchain, com funcionalidade de contrato inteligente. É a segunda maior criptomoeda por capitalização de mercado, atrás apenas da Bitcoin.

Além disso, o Ethereum é construído sobre a Máquina Virtual Ethereum (EVM), uma plataforma de processamento descentralizada que permite que contratos inteligentes e aplicativos descentralizados (DApps) sejam implantados na blockchain Ethereum. O Ethereum permite a criação de aplicações descentralizadas (DApps) e a implantação de contratos inteligentes. Os contratos inteligentes são programas que executam automaticamente quando certas condições são cumpridas. Estes contratos são armazenados na blockchain Ethereum e são imutáveis, o que significa que não podem ser alterados ou revertidos.

Além disso, a rede Ethereum é alimentada por Ether, que é a criptomoeda usada para pagar as transações e as taxas de gás. As taxas de gás são as taxas cobradas para o processamento de transações e execução de contratos inteligentes. O Ethereum também permite aos usuários criar seus próprios tokens, que podem ser usados para uma variedade de propósitos, incluindo comércio e captação de recursos.

Aumento de popularidade

O Ethereum tem se tornado cada vez mais popular entre os desenvolvedores e as empresas, pois lhes permite criar aplicações na blockchain Ethereum com relativa facilidade. Além disso, o Ethereum também tem uma série de outras características, como escalabilidade, privacidade e interoperabilidade, que o tornam atraente para as empresas. Ademais, a rede também tem visto um aumento de popularidade como plataforma para ofertas iniciais de moedas (ICOs). Uma ICO é um tipo de crowdfunding que permite às empresas levantar fundos através da venda de suas próprias criptomoedas.

Talvez por isso, o Ethereum seja uma plataforma poderosa que tem o potencial de revolucionar a maneira como as empresas operam. Ele fornece uma plataforma segura e imutável para os desenvolvedores criarem e implantarem aplicações e contratos inteligentes.

O que é o Bitcoin?

Bitcoin é uma moeda digital que existe desde 2009, criada por Satoshi Nakamoto. É uma moeda digital descentralizada, peer-to-peer, que pode ser usada para comprar bens e serviços on-line e para enviar dinheiro ao redor do mundo. Não é apoiada por nenhum governo ou banco central, portanto não está sujeita a regulamentações ou controle governamental.

Ao contrário das moedas tradicionais, o Bitcoin não é impresso, mas sim “minerado” por computadores, que resolvem problemas matemáticos complexos para gerar novas moedas. O número de bitcoins em circulação é limitado a apenas 21 milhões, e o fornecimento de novas moedas é cortado pela metade a cada quatro anos. Este limite ajuda a manter a moeda valiosa e seu preço relativamente estável.

Além disso, a rede Bitcoin é mantida por uma rede de computadores (ou “nós”) que trabalham em conjunto para verificar as transações e proteger a rede. Esta rede de computadores também é conhecida como blockchain, que é um registro público de todas as transações de bitcoin que já aconteceram. As transações na rede Bitcoin também são seguras usando criptografia, portanto é muito difícil para qualquer pessoa adulterar a rede Bitcoin ou falsificar os bitcoins.

A rede Bitcoin também oferece aos usuários um grau de anonimato, já que os usuários não precisam fornecer seu nome real ou informações bancárias ao enviar ou receber pagamentos. Isto o torna atraente para aqueles que procuram uma forma de fazer pagamentos sem revelar sua identidade.

O valor do Bitcoin tem aumentado e diminuído ao longo dos anos, e atualmente é negociado em várias exchanges. Apesar de sua volatilidade, muitas pessoas consideram o Bitcoin um investimento atraente devido a sua oferta limitada e relativa estabilidade em comparação com outras moedas digitais.

As principais diferenças entre Ethereum e Bitcoin

bitcoin

Apesar de suas semelhanças, existem algumas diferenças fundamentais entre o Ethereum e o Bitcoin. Vejamos as principais diferenças entre estas duas criptomoedas.

A primeira diferença está em sua tecnologia de base. Enquanto o Ethereum é uma plataforma para a construção de aplicações descentralizadas e contratos inteligentes, o Bitcoin é uma criptomoeda e um sistema de pagamento.

A segunda diferença está em seu processo de mineração. Enquanto a mineração de bitcoin requer hardware especializado, a “mineração” de Ethereum pode ser feita em um qualquer computador.

A terceira diferença está em suas taxas de transação. As transações de Ethereum são tipicamente mais baratas que as transações de Bitcoin, pois as taxas do Ethereum se baseiam na quantidade de dados utilizados na transação, enquanto as taxas de Bitcoin se baseiam na quantidade de bitcoin que está sendo enviada.

A quarta diferença está em seus tempos de bloco. Os tempos de bloco do Ethereum são muito mais rápidos do que os do Bitcoin, o que significa que as transações do Ethereum são normalmente processadas muito mais rapidamente do que as do Bitcoin.

Finalmente, a quinta diferença está em seus casos de uso. O Ethereum é usado para construir e implementar aplicações descentralizadas e contratos inteligentes, enquanto o Bitcoin é usado principalmente como moeda digital e sistema de pagamento.

Transações de Ethereum vs Bitcoin

As transações de Ethereum e Bitcoin são ambas alimentadas pela blockchain. Entretanto, há algumas diferenças fundamentais entre os dois.

Primeiro, as transações com Ethereum são tipicamente mais rápidas do que as transações com Bitcoin. Isto porque os tempos de blocos do Ethereum são muito mais rápidos que os do Bitcoin, o que significa que as transações são processadas muito mais rapidamente.

Segundo, as transações com Ethereum são tipicamente mais baratas do que as transações com Bitcoin. Isto porque as taxas do Ethereum são baseadas na quantidade de dados usados na transação, enquanto as taxas do Bitcoin são baseadas na quantidade de Bitcoin que está sendo enviada.

Finalmente, as transações com Ethereum são mais seguras do que as transações com Bitcoin. Isto porque o Ethereum utiliza uma tecnologia chamada sharding, que divide a blockchain em partes menores, tornando-a mais segura e eficiente.

Carteiras Ethereum vs Bitcoin

cold wallet

Carteiras Ethereum e Bitcoin são ambas carteiras digitais que são usadas para armazenar e gerenciar ativos digitais. Embora ambas sejam carteiras digitais, há algumas diferenças importantes entre elas.

Primeiro, as carteiras Ethereum são tipicamente mais seguras do que as carteiras Bitcoin. Isto porque as carteiras Ethereum são construídas utilizando tecnologia avançada, como o sharding, o que as torna mais seguras e eficientes.

Segundo, as carteiras Ethereum são tipicamente mais fáceis de usar. Isto porque as carteiras Ethereum são projetadas com uma interface de fácil utilização, tornando-as fáceis de entender e usar.

Em terceiro lugar, as carteiras Ethereum normalmente têm mais recursos do que as carteiras Bitcoin. Por exemplo, as carteiras Ethereum podem ser usadas para armazenar e gerenciar outros ativos digitais, tais como tokens e contratos inteligentes.

Mineração Ethereum vs Bitcoin

A mineração de Ethereum e Bitcoin são ambos processos que são usados para proteger as redes e validar as transações. As criptomoedas utilizam processos de mineração diferentes. Enquanto o Bitcoin utiliza o processo de mineração comum o Ethereum é “minerado” através do staking.

A mineração e o staking de criptomoedas são dois métodos distintos de aquisição de ativos digitais. Ambos são populares, mas têm implicações diferentes e são usados de maneiras diferentes.

Mineração de criptomoedas

A mineração de criptomoeda é um processo de verificação e adição de registros de transações a um livro-razão público, também conhecido como blockchain, que é usada para registrar todas as transações de uma determinada criptomoeda. O processo de mineração envolve a solução de problemas matemáticos complexos usando hardware de computador especializado, e os mineradores são recompensados por seus esforços na forma de criptomoeda. A quantidade de criptomoeda recebida é proporcional à quantidade de poder de computação utilizada.

Staking de criptomoedas

O staking, por outro lado, envolve segurar uma certa quantidade de criptomoeda em uma carteira digital e trancá-la por um período de tempo. Isto é feito para apoiar a rede e verificar as transações. Em troca, os stakers são recompensados com uma criptomoeda adicional. Ao contrário da mineração, o staking não requer nenhum hardware ou software especializado; é simplesmente uma questão de comprar e segurar a criptomoeda.

Em termos de recompensas, a mineração de criptomoedas geralmente oferece recompensas maiores do que o staking. Isto porque as recompensas na mineração são proporcionais ao poder de computação utilizado, e os mineradores podem optar por investir em hardware mais poderoso para recompensas adicionais. O staking, por outro lado, não envolve nenhum investimento adicional – as recompensas são fixas independentemente de quanto as criptomoedas são “trancadas”.

Em conclusão, a mineração de criptomoedas e o staking são dois métodos distintos de aquisição de ativos digitais. A mineração envolve o uso de hardware especializado para resolver problemas matemáticos complexos, enquanto o staking envolve a posse de uma certa quantidade de criptomoeda e o seu travamento por um período de tempo. A mineração geralmente proporciona maiores recompensas do que o staking, mas o staking não requer nenhum investimento adicional. O staking é o método mais simples dos dois, e é uma ótima maneira de ganhar passivamente criptomoedas.

Vantagens e desvantagens do ethereum e do bitcoin

Tanto o Ethereum quanto o Bitcoin têm suas próprias vantagens e desvantagens. Vamos dar uma olhada nas principais vantagens e desvantagens de cada um.

As principais vantagens do Ethereum são sua velocidade de transação mais rápida, taxas de transação mais baixas, transações mais seguras e sua capacidade de executar contratos inteligentes e aplicações descentralizadas. Já as principais desvantagens do Ethereum são sua maior volatilidade e sua falta de escalabilidade.

As principais vantagens do Bitcoin são suas baixas taxas de transação, sua capacidade de armazenar valor e sua aceitação global. As principais desvantagens do Bitcoin são sua baixa velocidade de transação, sua falta de privacidade e sua alta volatilidade.

Casos de uso das criptomoedas

Tanto o Ethereum quanto o Bitcoin têm seus próprios casos de uso. O Ethereum é usado para construir e implantar aplicações descentralizadas e contratos inteligentes, enquanto o Bitcoin é usado principalmente como moeda digital e sistema de pagamento.

Além disso, o Ethereum também é usado para facilitar o comércio e a troca de ativos digitais, tais como tokens e NFTs. O Ethereum também é usado para criar tokens que podem ser usadas para representar ativos do mundo real, tais como ações e mercadorias.

O Bitcoin é usado principalmente como moeda digital e sistema de pagamento. É usado para facilitar a comercialização e troca de bens e serviços, assim como para armazenar e transferir valor.

Contratos inteligentes: Ethereum vs Bitcoin

Ethereum e Bitcoin têm ambos suas próprias capacidades contratuais inteligentes. Os contratos inteligentes do Ethereum são escritos em sua própria linguagem de programação, Solidity, e são usados para automatizar certos processos e armazenar dados. Além disso, os contratos inteligentes do Ethereum são mais seguros e eficientes do que os do Bitcoin, pois são alimentados por tecnologia avançada, como o sharding.

Os contratos inteligentes do Bitcoin são escritos em sua própria linguagem de script, e são usados para automatizar certos processos e armazenar dados. Os contratos inteligentes do Bitcoin são menos seguros e eficientes do que os do Ethereum.

Crie sua conta na OKX e faça trading de criptomoedas em uma das melhores exchanges do mundo.

Descentralização: Ethereum vs Bitcoin

A descentralização é um fator chave quando se trata de criptomoedas, e tanto Ethereum como Bitcoin utilizam a descentralização para garantir a segurança de suas redes. O Ethereum é uma plataforma descentralizada que permite a criação de aplicações descentralizadas (dApps) e contratos inteligentes. Estes dApps e contratos inteligentes são alimentados pela Máquina Virtual Ethereum (EVM), que é protegida pela rede Ethereum. Além disso, o Ethereum também usa um algoritmo de prova de consenso, semelhante ao Bitcoin, para alcançar o consenso. O Ethereum é mais descentralizado que o Bitcoin em termos do número de nós e mineradores que estão rodando a rede. Além disso, o Ethereum também tem uma comunidade de desenvolvedores muito maior, o que ajuda a garantir a segurança da rede.

Em contraste, o Bitcoin é uma moeda digital descentralizada que é assegurada por um algoritmo de consenso proof of work. No entanto, o Bitcoin é menos descentralizado que o Ethereum, pois depende de um número menor de nós e mineradores para operar a rede. O algoritmo de consenso do Bitcoin também é mais vulnerável a ataques, pois é mais facilmente manipulado por mineradores e nós. O Ethereum, por outro lado, tem uma rede muito maior e mais segura, tornando-o mais resistente a ataques.

Quando se trata de descentralização, o Ethereum é o vencedor claro sobre o Bitcoin. O Ethereum tem uma rede maior e mais segura, o que o torna mais resistente a ataques. Além disso, o Ethereum também tem uma comunidade de desenvolvedores maior e mais diversificada, o que ajuda a garantir a segurança da rede. A plataforma descentralizada do Ethereum também permite a criação de dApps e contratos inteligentes, que são alimentados pela Máquina Virtual Ethereum. Todos esses fatores fazem do Ethereum a rede mais descentralizada e segura quando comparada à Bitcoin.

Veredito

Em conclusão, Ethereum e Bitcoin são duas das mais populares e amplamente utilizadas criptomoedas. Eles têm muitas semelhanças, como sua tecnologia de base, mas também existem algumas diferenças importantes entre eles.

O Ethereum é usado para construir e implementar aplicações descentralizadas e contratos inteligentes, enquanto o Bitcoin é usado principalmente como moeda digital e sistema de pagamento. As transações com Ethereum são tipicamente mais rápidas e baratas do que as transações Bitcoin, e a “mineração” de Ethereum é tipicamente mais fácil e mais barata do que o Bitcoin.

Perguntas Frequentes

Qual é a diferença entre Ethereum e Bitcoin?

Qual é o melhor Ethereum ou Bitcoin?

Qual é a moeda que pode superar o Bitcoin?

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e com o objetivo único de informar. Qualquer atitude tomada pelo usuário a partir das informações veiculadas no site é de sua inteira responsabilidade.
Na seção Aprender, nossa prioridade é fornecer informações de alta qualidade. Nós tomamos o tempo necessário para identificar, pesquisar e produzir conteúdo que seja útil para nossos leitores.
Para manter esse padrão e continuar a criar um conteúdo de excelência, nossos parceiros podem nos recompensar com uma comissão por menções em nossos artigos. No entanto, essas comissões não afetam o processo de criação de conteúdo imparcial, honesto e útil.

Airi-Chaves-2.png
Airí Chaves
Com formação em marketing pela Universidade Estácio de Sá e um mestrado em liderança estratégica pela Unini, escreve para diversos meios do mercado de criptomoedas desde 2017. Como parte da equipe do BeInCrypto, contribuiu com quase 500 artigos, oferecendo análises profundas sobre criptomoedas, exchanges e ferramentas do setor. Sua missão é educar e informar, simplificando temas complexos para que sejam acessíveis a todos. Com um histórico de escrita para renomadas exchanges brasileiras,...
READ FULL BIO