Ver mais

Mark Cuban ataca chefe da SEC novamente

2 mins
Atualizado por Anderson Mendes

EM RESUMO

  • O bilionário investidor e astro do Shark Tank voltou a contestar as afirmações de Gary Gensler, presidente da SEC.
  • Gensler afirma que o mercado cripto precisa ser fiscalizado, assim como os demais mercados de capitais.
  • Está não é a primeira vez que o empresário bate de frente com o chefe da agência.
  • promo

O bilionário investidor e astro do Shark Tank voltou a contestar as afirmações de Gary Gensler, presidente da Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC).

Grande entusiasta do mercado de criptomoedas, Cuban parece não estar contente com o ponto de vista do chefe do órgão regulador. Por meio de seu perfil no Twitter, o dono do Dallas Mavericks fez questionamentos à Gensler, apontando que a SEC precisa mostrar com mais clareza quais diretrizes os usuários deste novo segmento devem seguir.

“Entrar e falar com quem? Marcar uma consulta como? Você está usando Calendly esses dias? Já que você entende de empréstimos/finanças cripto, por que você não publica diretrizes de linha clara que gostaria de ver e abre para comentários?”

A visão do chefe da SEC

A publicação de Gensler se refere a um artigo feito por ele mesmo e publicado no Wall Street Journal, no qual o chefe da autarquia enfatizou que o mercado cripto precisa ser tratado da mesma forma que os demais mercados de capitais.

“A SEC servirá como policial na batida. Assim como os cintos de segurança nos carros, precisamos garantir que as proteções dos investidores sejam padrão no mercado de criptomoedas”.

Gensler ainda citou o caso envolvendo a BlockFi, plataforma de empréstimos cripto que aceitou pagar US$ 100 milhões em multa após ser investigada pelo órgão regulador. De acordo com o presidente, a SEC tem o entendimento de que as contas de juros operadas pela empresa atuam como títulos financeiros, e neste caso, a BlockFi não se registrou e não possui licença para realizar operações com esse tipo de ativo.

“Felizmente, há um caminho a seguir. Eu encorajo as plataformas que oferecem empréstimos de criptomoedas a entrar e conversar com a equipe da SEC. Colocar essas plataformas em conformidade com as leis de valores mobiliários beneficiará os investidores e o mercado de criptomoedas”, acrescentou Gensler.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedas. Confira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.

Mark Cuban rebate

Em resposta as afirmações do chefe da SEC, Cuban disse que “Se você estivesse trabalhando em nome de investidores, fica mais fácil para que perguntas de investidores e empresários sejam feitas e respondidas. Você torna isso quase impossível. Aqueles que não podem pagar advogados podem apenas adivinhar”.

Está não é a primeira vez que o empresário bate de frente com Gensler. Após a SEC investigar a Coinbase por supostamente listar criptomoedas que se enquadravam como valores mobiliários, o bilionário disse que as intenções da autarquia para o mercado cripto seriam “um pesadelo” para os membros dessa indústria.

A visão da SEC em relação a classificação das criptomoedas parece ser o maior imbróglio. Gensler e sua equipa parecem acreditar que, com exceção do Bitcoin (BTC), os demais ativos cripto se enquadram como valores mobiliários, e não commodities. Dessa forma, a agência tem intensificado sua supervisão no mercado cripto.

Já em relação a Cuban, o ponto de vista da autarquia não é o único problema que ele deve enfrentar neste meio. Um importante nome do mercado financeiro acusou o bilionário de saber que a Voyager Digital era um golpe e mesmo assim ter divulgado a empresa.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

4d198a1c7664cbf9005dfd7c70702e03.png
Anderson Mendes
Membro ativo da comunidade de criptoativos e economia em geral, Anderson é formado pela Universidade Positivo, e escreve sobre as principais notícias do mercado. Antes de entrar para a equipe brasileira do BeInCrypto, Anderson liderou projetos relacionados à trading, produção de notícias e conteúdos educacionais relacionados ao mundo cripto no sul do Brasil.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados