Ver mais

Lido e Paradigm desafiam EigenLayer no setor de re-staking

3 mins
Traduzido Júlia V. Kurtz

EM RESUMO

  • Os co-fundadores da Lido apoiam a Symbiotic, desafiando o domínio da EigenLayer.
  • O objetivo do Symbiotic é oferecer opções de re-staking flexíveis e sem permissão.
  • A Symbiotic aceita tokens ERC-20, diferindo do foco em ETH da EigenLayer.
  • promo

Uma reportagem revela que os co-fundadores da Lido, Konstantin Lomashuk e Vasiliy Shapovalov, financiaram o Symbiotic, um concorrente do protocolo de re-staking de Ethereum EigenLayer.

A Lido é o maior protocolo de staking líquido da Ethereum (ETH). De acordo com uma fonte familiarizada com o assunto, o Symbiotic receberá apoio por meio do Cyber Fund.

Lido e Paradigm investem em concorrente do EigenLayer

Além dos cofundadores da Lido, o Symbiotic tem o apoio da Paradigm, uma conhecida empresa de capital de risco (VC) do setor cripto. A Paradigm também é um dos principais investidores da Lido.

A reportagem revela ainda que a Paradigm abordou o cofundador da EigenLayer, Sreeram Kannan, para investir no projeto. No entanto, Kannan rejeitou a oferta da Paradigm e aceitou o investimento da Andreessen Horowitz (a16z).

Leia mais: Previsão de preços do Ethereum para 2024 / 2025 / 2030

Desde sua introdução, em outubro de 2020, a Lido se tornou um avanço no setor de finanças descentralizadas (DeFi). Ela desenvolveu um protocolo que permite aos usuários apostar sua ETH e receber tokens Lido Staked ETH (stETH), que podem ser usados para várias coisas.

A Lido se tornou tão popular que agora é o maior protocolo DeFi da Ethereum. De acordo com os dados da DeFiLlama, a Lido agora tem um valor total bloqueado (TVL) de US$ 27,28 bilhões.

O TVL da Lido.
TVL da Lido. Fonte: DeFiLlama

Enquanto isso, o EigenLayer é atualmente o segundo maior protocolo DeFi, com um TVL de US$ 14,29 bilhões. Como o EigenLayer atingiu esse valor com relativa rapidez, sua presença pode ameaçar a Lido. Portanto, é plausível que a Lido planeje apoiar o concorrente da EigenLayer para manter seu domínio.

Qual é a diferença entre a Symbiotic e a EigenLayer?

A reportagem também explicou como a Symbiotic funciona. Esse protocolo não terá permissão, fornecendo um mecanismo flexível para que as redes descentralizadas coordenem operadores de nós e provedores de segurança econômica.

“O Symbiotic oferecerá uma maneira de os aplicativos descentralizados, chamados de serviços ativamente validados, ou ‘AVSs’, protegerem coletivamente uns aos outros. Os usuários poderão recuperar os ativos que depositaram em outros protocolos de criptografia para ajudar a proteger esses AVSs”, diz a reportagem.

Ao contrário do EigenLayer, o Symbiotic permitirá que os usuários depositem quaisquer ativos baseados no padrão de token ERC-20 da Ethereum diretamente em seu protocolo. Isso significa que o Symbiotic será diretamente compatível com o stETH e milhares de outros tokens cripto que usam o padrão de token ERC-20.

Enquanto isso, o EigenLayer atualmente aceita ativos ETH, vários tokens de staking líquido vinculados ao ETH (LST) e tokens EIGEN nativos. No entanto, a Symbiotic não aceitará depósitos de ETH de forma alguma. Em vez disso, ele permite que os usuários façam staking usando stETH e outros ativos populares que não são nativamente compatíveis com o EigenLayer.

No entanto, ainda não se sabe a data de lançamento do Symbiotic. Algumas fontes disseram que esse projeto seria lançado no final de 2024.

Re-staking em alta

De fato, o re-staking é uma das narrativas cripto mais interessantes em 2024. Uma reportagem recente da CoinGecko observou que o re-staking da EigenLayer contribuiu para a conquista do ecossistema Ethereum no primeiro trimestre de 2024.

No trimestre, o re-staking na EigenLayer aumentou 36%, com um total de 4,3 milhões de ETH sendo restabelecidos. A maior parte do ETH em re-staking foi mantida pelos protocolos de re-staking líquido (LRTs), que totalizaram 2,28 milhões de ETH.

O fascínio do re-staking vai além do Ethereum. O BeInCrypto já informou que há rumores de que a Jito, um protocolo de staking líquido na Solana, criará seu próprio serviço de re-staking.

Melhores plataformas de criptomoedas | Maio de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

Julia.png
Júlia V. Kurtz
Editora-chefe do BeInCrypto Brasil. Jornalista de dados com formação pelo Knight Center for Journalism in the Americas da Universidade do Texas, possui 10 anos de experiência na cobertura de tecnologia pela Globo e, agora, está se aventurando pelo mundo cripto. Tem passagens na Gazeta do Povo e no Portal UOL.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados