Ver mais

Governo do Zimbábue avalia adoção de criptomoedas

2 mins
Atualizado por Júlia V. Kurtz

EM RESUMO

  • Autoridades informaram que já existem consultas com o setor privado.
  • Há temores com uso de criptomoedas para fins ilícitos.
  • Zimbábue quer entender melhor mecanismos de criptos.
  • promo

O governo do Zimbábue avalia opções para usar criptomoedas como mais um meio legal de pagamento no país africano.

A revelação foi feita pelo Secretário Permanente e Chefe da Unidade de Tecnologia do Zimbábue, o general Charles Wekwete, em Victoria Falls.

Apesar de a nação ter sinalizado preocupações com as facilidades transfronteiriças de que as criptomoedas permitem – usos ilícitos por exemplo, – o secretário confirmou durante a Cúpula de Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) da Sociedade de Computadores do Zimbábue (CSZ), que as consultas sobre os méritos das moedas digitais com várias empresas interessadas do setor privado já estão acontecendo.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedas. Confira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.

Segundo informações da imprensa local, membros da Cúpula questionaram o governo do Zimbábue sobre a adoção de criptomoedas seguindo a nova tendência global das transações online, e a reposta foi que muitos governos ao redor do mundo ainda não tem muito conhecimento sobre o  assunto:

“Os governos ainda tentam entender e criar políticas adequadas para lidar com isso. No nosso caso, inicialmente estávamos tentando entender suas implicações [de criptomoedas], porque são instrumentos financeiros e há muitos temores sobre o movimento transfronteiriço de fundos, lavagem de dinheiro, externalização de fundos e fluxo ilícito para financiar questões ilícitas.

Wekwete acrescentou que o governo do Zimbábue implementou um mecanismo para tentar reunir pontos de vista de vários setores da sociedade para, eventualmente, formular políticas e reforçou que as criptomoedas não podem mais ser ignoradas , mas é necessário cautela – antes de fazer qualquer mudança radical de política econômica.

As autoridades do país também trabalham para traçar políticas públicas com objetivo proteger os consumidores, bem como facilitar um futuro melhor de finanças para a nação.  O presidente do Encontro, Allen Saruchera, disse que há muitas oportunidades na criptomoeda, como blockchain e entrega de serviços.

Além do Zimbábue, países começam a aceitar cripto

Os resultados do Finder Cryptocurrency Adoption Index, que examina o mercado cripto em 22 nações, mostram que Nigéria, Malásia e Austrália estão no topo do ranking de adoção de criptomoedas em todo o mundo.

A Nigéria tem a maior taxa de adoção de criptomoedas e a maioria dos investidores concentra-se em Bitcoin e Ethereum, embora algumas altcoins como Cardano também tenham números fortes. As nações em desenvolvimento parecem estar no centro das altas taxas de adoção.

Em 2021, El Salvador anunciou o uso do Bitcoin como moeda legal. O presidente que comanda a nação com mãos de ferro tem feito uma campanha massiva em sua conta no Twitter sobre o uso e as vantagens das criptomoedas.

No entanto a polícia nacional do país confirmou que está no meio de uma investigação sobre as denúncias de roubo de identidade com relação à carteira Chivo para arrecadar o bônus de US$ 30 concedido pelo governo.

Cardano tem planos ambiciosos para a África

Apesar da concepção de que a África é atrasada em inovação tecnológica, o continente hospeda muitas soluções tecnológicas e start-ups inovadoras. Tanto é que uma parceria entre a Cardano e o governo da Etiópia vai implementar blockchain na rede de educação.

O objetivo do projeto é fornecer identidades digitais para cinco milhões de estudantes no país. A blochchain da Cardano também pode ser usada em uma variedade de projetos em todo o continente.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

aline.jpg
Aline Fernandes
Aline Fernandes atua há 20 anos como jornalista. Especializada nas editorias de economia, agronegócio e internacional trabalha na BeINCrypto como editora do site brasileiro. Já passou por diversas redações e emissoras do país, incluindo canais setorizados como Globo News, Bloomberg News, Canal Rural, Canal do Boi, SBT, Record e Rádio Estadão/ESPM. Atuou também como correspondente internacional em Nova York e foi setorista de economia dentro do pregão da BM&F Bovespa, hoje B3 -...
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados