Ver mais

Fidelity registra ETF de Ethereum à vista que inclui staking

2 mins
Traduzido Júlia V. Kurtz

EM RESUMO

  • A Fidelity apresentou à SEC uma proposta para um ETF de Ethereum à vista com staking.
  • O Fidelity Ethereum Fund visa acompanhar o desempenho do Ethereum, com ações a serem negociadas no CBOE.
  • Apesar dos obstáculos regulatórios, os especialistas do setor continuam esperançosos quanto à aprovação do ETF.
  • promo

A Fidelity, com seus US$ 4,5 trilhões em ativos sob gestão, apresentou formalmente um formulário S-1 à Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC). Nele, a empresa revela planos para um fundo negociado em bolsa (ETF) de Ethereum à vista que, curiosamente, inclui staking.

Esse movimento segue a aprovação no início do ano do primeiro ETF de Bitcoin à vista nos EUA, em que a Fidelity surgiu como um dos emissores pioneiros.

A Fidelity solicita novamente o ETF de Ethereum

A aprovação de um ETF de Bitcoin à vista em janeiro ajudou a impulsionar o preço do BTC para um recorde de US$ 73.000. Como resultado, os espectadores do setor agora especulam sobre a próxima grande criptomoeda a ser empacotada em um ETF. Aliás, é interessante notar que o Ethereum frequentemente encabeça a lista de candidatos.

O Fidelity Ethereum Fund tem como objetivo emitir ações negociadas na Chicago Board Options Exchange (CBOE). Ele também introduz o novo recurso de staking, oferecendo aos investidores um novo caminho para ganhar prêmios.

Leia mais: Previsão de preços do Ethereum para 2024 / 2025 / 2030

“O Fidelity Ethereum Fund (o ‘Trust’) é um produto negociado em bolsa que emite ações de interesse benéfico que busca listar e negociar na Cboe BZX Exchange, Inc. (CBOE). O objetivo de investimento do Trust é procurar acompanhar o desempenho do ether, conforme medido pelo desempenho da Taxa de Referência Fidelity Ethereum, ajustado para as despesas e outros passivos do Trust”, detalhou a empresa no documento.

Esse registro, aliás, não é a primeira incursão da Fidelity em ETFs de Ethereum. Ela havia inicialmente apresentado um pedido em novembro de 2023 ao lado de outros titãs financeiros, como BlackRock, VanEck e ARK Invest.

ETF em dificuldades

No entanto, o caminho para a aprovação está repleto de obstáculos regulatórios. Há pouco tempo, a SEC embarcou em uma cruzada legal desafiando o status da Ethereum, lançando uma sombra de incerteza sobre o futuro dos ETFs de Ethereum. Apesar disso, os otimistas do setor, como o diretor jurídico da GrayScale, Craig Salm, continuam confiantes.

Traçando paralelos com a jornada do ETF de Bitcoin, Salm sugere que as bases estabelecidas pelas negociações anteriores poderiam agilizar o processo de aprovação dos ETFs de Ethereum.

“Todas essas questões foram resolvidas e são idênticas quando comparamos os ETFs de Bitcoin à vista com os de Ethereum. A única diferença é que, em vez de o ETF manter Bitcoin, ele mantém ETH. Portanto, em muitos aspectos, a SEC já se envolveu e os emissores simplesmente têm menos a se envolver desta vez”, observou Salm.

A possibilidade de um ETF de Ethereum à vista, especialmente um que inclua staking, representa um momento crucial na evolução dos produtos de investimento em criptomoedas.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

Julia.png
Júlia V. Kurtz
Editora-chefe do BeInCrypto Brasil. Jornalista de dados com formação pelo Knight Center for Journalism in the Americas da Universidade do Texas, possui 10 anos de experiência na cobertura de tecnologia pela Globo e, agora, está se aventurando pelo mundo cripto. Tem passagens na Gazeta do Povo e no Portal UOL.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados