Ver mais

EUA perdem em liberdade econômica. País deixará de liderar a economia global?

2 mins
Por Martin Young
Traduzido Anderson Mendes

EM RESUMO

  • Os EUA caíram para o 25º lugar no ranking global de liberdade econômica, antes classificado em quarto lugar, de acordo com dados da Heritage Foundation.
  • A inflação e milhares de regulamentos foram citados como razões para o declínio da liberdade econômica.
  • Cingapura lidera a lista de liberdade econômica, atraindo empresas americanas de cripto e fintech.
  • promo

Os Estados Unidos da América, conhecido como a Terra da Liberdade, não é tão livre quando se trata de classificações globais de liberdade econômica. Esse movimento não passou despercebido pelos executivos e analistas da indústria de criptomoedas.

Nesta segunda-feira (26), o CEO da Coinbase, Brian Armstrong, citou dados de um novo relatório sobre o declínio da liberdade econômica nos EUA.

“A liberdade econômica continua sendo uma medida importante do potencial de crescimento e prosperidade de cada país”, observou ele.

Leia mais: 4 criptomoedas que podem atingir novas máximas em julho de 2024

EUA perdendo liberdade

De acordo com a reportagem da revista Reason publicada na última quarta-feira (21), os EUA caíram para o 25º lugar no mundo em liberdade econômica. Segundo dados da Heritage Foundation, o país já foi classificado em quarto lugar no mundo.

A fundação classifica a liberdade econômica de um país com base em fatores como estado de direito, eficiência regulatória, mercados abertos e saúde fiscal.

A grande razão pela qual os Estados Unidos caíram no ranking é que o Congresso gasta muito mais dinheiro do que o governo pode cobrar dos cidadãos em impostos, observou o relatório. Além disso, Derrick Morgan, da Heritage Foundation, disse:

“Se você se preocupa em viver uma vida próspera, deveria se preocupar com quais são as políticas econômicas do governo”

“Mais dólares em busca de menos bens leva à inflação, e a inflação nos deixa com menos liberdade financeira”, acrescentou. A taxa de inflação dos EUA ainda é alta, em 4%, mas caiu de pouco mais de 9% na mesma época do ano passado.

Além disso, os formuladores de políticas americanos “acrescentam milhares de regulamentações, a maioria das quais restringe a liberdade individual”, observou o relatório.

No entanto, o 25º lugar não é tão ruim assim. Os países mais reprimidos do mundo incluem Sudão, Venezuela, Cuba e Coreia do Norte.

Os reguladores financeiros estão atualmente lutando para anular a indústria de criptomoedas na América. Observadores sugeriram que a mudança é para permitir que seus patrocinadores de Wall Street controlem o espaço. Além disso, restringir o acesso dos traders de varejo a essa nova classe de ativos certamente não melhora o status de liberdade econômica dos Estados Unidos.

Cingapura lidera a lista

Cingapura encabeça a lista em termos de liberdade econômica, enquanto Taiwan, Irlanda e Suíça recebem menções honrosas. Comentando sobre a ascensão de Cingapura à superioridade econômica, Armstrong disse:

“Eles fizeram um trabalho incrível na maioria das dimensões medidas. Uma área de preocupação é que eles recuaram sobre o comércio de criptomoedas no varejo, o que eu acho que é míope e anti-liberdade.”

Cingapura tem sido um destino de escolha para várias empresas cripto americanas e fintechs de alto nível recentemente.

Tanto a Ripple quanto a Circle, emissora da stablecoin USDC, receberam recentemente licenças de pagamento para operar na nação asiática. Além disso, a Coinbase recebeu sua licença do Banco Central de Cingapura em outubro de 2022.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedas. Confira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

4d198a1c7664cbf9005dfd7c70702e03.png
Anderson Mendes
Membro ativo da comunidade de criptoativos e economia em geral, Anderson é formado pela Universidade Positivo, e escreve sobre as principais notícias do mercado. Antes de entrar para a equipe brasileira do BeInCrypto, Anderson liderou projetos relacionados à trading, produção de notícias e conteúdos educacionais relacionados ao mundo cripto no sul do Brasil.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados