Ver mais

Equipe de Trump é acusada de mintar para si NFTs raros da coleção do ex-presidente

4 mins
Atualizado por Aline Fernandes

EM RESUMO

  • Processo de cunhagem de tokens pode ter sido fraudado pela equipe do ex-presidente.
  • Suposta empresa de Trump é acusada por usuários do Twitter de mintar NFTs raros para si própria após o lançamento da 1ª coleção de Donald Trump.
  • Artes das imagens podem ter sido roubada da internet.
  • promo

Até agora avesso ao Bitcoin, o ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, lançou com sucesso estrondoso uma coleção de NFTs com 45.000 unidades, ao custo de US$ 99 cada, que se esgotaram em poucas horas.

Os tokens foram produzidos e comercializados pela plataforma NFT INT LLC, uma empresa não muito conhecida na Web3 e com sede dentro de um shopping center na cidade americana de Park, em Utah.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedasConfira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.

Segundo a própria plataforma, “a NFT INT LLC é a empresa que comprou os direitos de uso da imagem de Donald Trump para a coleção NFT que o ex-presidente está promovendo”.

De acordo com o CollectTrumpCards.com, o site que hospeda a coleção:

“Esses cartões colecionáveis ​​digitais não são políticos e não têm nada a ver com qualquer campanha política. A NFT INT LLC não pertence, é gerenciada ou controlada por Donald J. Trump, The Trump Organization, CIC Digital LLC ou qualquer um de seus respectivos diretores ou afiliados. A NFT INT LLC usa o nome, semelhança e imagem de Donald J. Trump sob licença paga da CIC Digital LLC, cuja licença pode ser rescindida ou revogada de acordo com seus termos.”

imagem : NFT INT LLC

Polêmicas pairam sobre NFTs Trump Digital Trading Cards

A polêmica e os rumores sobre a nova coleção começaram porque não existe muita informação sobre quem está por trás da empresa. O primeiro ponto de desconfiança é que, em 2019, quando ainda era presidente, Trump disse que as criptomoedas não eram “ativos reais”.

O repórter de política Ken Bensinger, do New York Times, publicou um documento em sua conta do Twitter, alegando que a NFT INT LLC parece ter sido fundada em 2021 pelo ex-conselheiro de Trump, Nick Luna, e pelo atual advogado do ex-presidente, John Marion.

A publicação também diz que o endereço de correspondência da NFT INT LLC é o mesmo do Trump International Golf Club em West Palm Beach, Flórida, onde o bilionário vive.

Outra polêmica envolvendo a coleção é que parte da equipe da NFT INT teria cunhado alguns dos NFTs mais raros para si, o que trouxe mais desconfiança para o projeto Trump Digital Trading Cards. O caso lembra o que ocorreu com a esposa do magnata, Melania Trump, que foi acusada de comprar um token da própria coleção.

O analista postou capturas de tela da carteira de administração de Donald Trump da Polygonscan. Além disso, ele mostra vários mints no dia 15 de dezembro que foram enviadas para a carteira TrumpCards Minter.

A carteira 0xfb65415Ca83B69DA9bC56B4C9C2334fa402baCd7 foi criada no cofre Gnosis Safe no dia 14 de dezembro. Um dia antes do lançamento dos NFTs de Donald Trump.

“No dia do anúncio sobre a primeira coleção NFT do ex-presidente dos EUA, uma carteira de financiamento da DT enviou MATIC para uma outra carteira de administrador da DT. Que então cunhou 1k NFTs para o cofre Gnosis”, destaca o especialista em análises on-chain e em auditorias NFT.

Ele também informou que a carteira de Donald Trump cunhou 47 dos 179 1/1 e 21 dos 70 NFTs autografados. “Ele possui 26% dos 1/1s e 28% dos NFTs autografados”, acrescentou.

histórico da Carteira publicada por @NFTherder

Dados da OpenSea mostram que, até o fechamento desta matéria, o volume total movimentado foi de 6515 ETH, mais de US$ 7,6 milhões, com mais de 15.500 proprietários dos NFTs, sendo que 35% são únicos, que ainda não negociaram ou revenderam seus colecionáveis.

Segundo a Cryptoslam, a coleção Trump foi a quarta mais vendida na semana de lançamento.

O analista acrescentou que todos os metadados e ilustrações são armazenados de forma centralizada e off-chain, no nome de domínio collecttrumpcards.com. Aqueles que controlam este site podem alterar as propriedades e obras de arte sem que sejam verificados na blockchain, acrescentou.

NFTs incluem prêmios como um jantar Trump

Os donos dos colecionáveis esgotados podem comercializá-los na OpenSea, já que alguns garantem prêmios como jantar com o ex-presidente, ir conhecer em um de seus campos de golfe em Mar-A-Lago ou uma chamada de Zoom com Trump, entre outros.

No mercado secundário, o preço dos NFTs caiu para cerca de 0,05 ETH (US$ 64) antes de subir para mais de 1,6 ETH. Como os compradores não podem mais comprar diretamente da NFT INT LLC, eles precisarão pagar os portadores atuais.

A cada venda secundária, a NFT INT LLC receberá 10% das taxas (atualmente cerca de US$ 170 por transação).

Imagens usadas para cunhar os NFTs foram retiradas da internet

Segundo o Gizmodo, as imagens usadas pela coleção NFT como as roupas que Trump usa em alguns NFTs foram extraídas da Internet, manualmente ou por IA e são muito semelhantes a roupas criadas por outras marcas.

Imagem : NFT INT LLC

Ainda não está confirmado se essas imagens foram usadas com permissão ou não. Alguns usuários publicaram vários exemplos no Twitter, acusando Trump de plágio.

Trump criticou NFT da esposa

A ex-primeira-dama dos Estados Unidos, Melania Trump, anunciou sua primeira iniciativa no mercado NFT, chamada de “Be Best” em dezembro de 2021, no final do mandato do marido como 45º presidente da maior economia do globo.

O token fazia parte da coleção “Head of State 2022” e continha um NFT que representa um chapéu usado pela ex-primeira dama durante o mandato do marido Donald Trump, além de uma pintura dela com o acessório, que foi usado em 2018 em um encontro com o presidente francês Emmanuel Macron.

Algumas semanas após a venda do NFT, sites como a Bloomberg afirmaram que o colecionável foi comprado pela própria ex-primeira dama. A resposta da equipe de Melania Trump foi de que eles receberam “uma proposta de alguém que não sabia mexer com criptomoedas” e a própria equipe teria se encarregado da parte operacional da transação.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

aline.jpg
Aline Fernandes
Aline Fernandes atua há 20 anos como jornalista. Especializada nas editorias de economia, agronegócio e internacional trabalha na BeINCrypto como editora do site brasileiro. Já passou por diversas redações e emissoras do país, incluindo canais setorizados como Globo News, Bloomberg News, Canal Rural, Canal do Boi, SBT, Record e Rádio Estadão/ESPM. Atuou também como correspondente internacional em Nova York e foi setorista de economia dentro do pregão da BM&F Bovespa, hoje B3 -...
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados