Emissão de Ethereum continua caindo após o The Merge e atinge 98%

25 setembro 2022, 14:00 -03
25 setembro 2022, 14:00 -03
EM RESUMO
  • A taxa de emissão do Ethereum foi reduzida em 98% desde a fusão.
  • O ativo ainda não é deflacionário, pois sua emissão ainda é mais do que ETH queimado.
  • O ETH caiu cerca de 20% desde sua migração para PoS.
  • promo

O número de moedas de Ethereum (ETH) emitido por dia está caindo de forma drástica desde a fusão, segundo dados on-chain, sugerindo que o ativo está a caminho de se tornar deflacionário.

De acordo com dados da Ultra Sound Money, a taxa de emissão do Ethereum caiu 98% desde a fusão.

  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedas. Confira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter, Instagram e Facebook.

Desde sua transição, o fornecimento da rede cresceu 7.385,47 ETH, enquanto se ainda estivesse em execução no modelo de consenso de prova-de-participação (PoW), teria adicionado 128.422,13 ETH.

/Artigos relacionados

Mais artigos

Nas últimas 24 horas, a oferta de ETH aumentou 0,34%. Sob o PoW, teria sido de 3,86% no mesmo período.

Alguns argumentaram que o declínio na emissão de tokens não é apenas resultado da transição para PoS. Eles atribuíram essa mudança à atividade reduzida na rede Ethereum, o que significa que as taxas de gás também são mais baixas.

Mas a atividade da rede também diminuiu antes da fusão, e mais tokens ETH ainda foram emitidos sob PoW.

Ethereum ainda não é deflacionário

No entanto, o Ethereum ainda não é deflacionário porque o número de tokens gerais emitidos ainda é maior do que o de tokens queimados. A oferta ainda está crescendo, embora em um ritmo muito lento.

No dia passado, cerca de 519 ETH foram queimados. Mas a rede emite cerca de 772 tokens ETH diariamente.

O cofundador da BitMEX, Arthur Hayes, disse que não acredita que o Ethereum precise se tornar deflacionário após a fusão. Segundo ele, o objetivo do ETH de se tornar um “computador descentralizado” pode ser impactado se houver um grande aumento de preço. Ele acrescentou que o foco deveria estar na redução da inflação do Ethereum após a fusão.

O chefe de pesquisa da IntoTheBlock, Lucas Outumoro, previu que o ETH pode ser ligeiramente inflacionário após a fusão se sua demanda permanecer baixa.

Preço do ETH continua com desempenho ruim

Apesar da queda acentuada em sua taxa de emissão, o preço do Ethereum continua com um desempenho ruim. Está sendo negociado um pouco acima de US$ 1.300 depois de cair 9,6% nos últimos sete dias.

Todos os ganhos menores do Ethereum registrados no acúmulo da fusão agora foram perdidos. A última vez que o ETH negociou essa baixa foi em julho, após o crash do mercado de criptomoedas.

Vários analistas previram que o desempenho do preço do ativo melhoraria após a conclusão da fusão. No entanto, o preço do Ethereum tem sido principalmente negativo desde a transição, caindo cerca de 20% desde o dia da fusão.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.