Emissão de ETH cai 95% após The Merge

Atualizado por Anderson Mendes
EM RESUMO
  • Emissão de ETH cai consideravelmente após a fusão.
  • Token caminha, mas ainda não atingiu, o status de ativo deflacionário.
  • Emissão diária despencou de 12.500 ETH para 772 ETH.
  • promo

    Comece agora a ganhar até 8% anuais com o novo programa de Staking da Stormgain!Entre hoje no nosso Telegram!

O The Merge tem se mostrado eficiente em reduzir não somente o consumo de energia do Ethereum (ETH), mas também a emissão de novos tokens nativos da rede.

Uma semana após a fusão, a rede da segunda maior criptomoeda do mundo passou a adotar o método de consenso de prova de participação (PoS). Com isso, sua pegada de carbono foi reduzida em cerca de 99%. Porém, essa não foi a única redução observada na blockchain.

Dados do ultrasound.money. mostram que a emissão anual de ETH também foi afetada, caindo de 3,79% em relação a sua oferta para 0,20%. Desde a atualização, implementada no dia 15 de setembro, pouco menos de 4.600 ETH foram criados. Caso a rede ainda estive adotando o método de prova de trabalho (PoW), este número seria de quase 89.000.

ETH à caminho da deflação

Um ativo é considerado deflacionário quando a emissão de novas unidades é menor que a quantidade retirada do mercado – no caso das criptomoedas, um mecanismo comum para isso é a queima de tokens.

Em relação ao ETH, esse mecanismo foi introduzido em agosto de 2021, através da EIP-1559. Desde então, mais de 2,6 milhões de unidades da criptomoeda, totalizando US$ 8,5 bilhões, já foram queimados.

Apesar disso, o projeto continuava sujeito a inflação, muito em conta pelo PoW. Antes da fusão, a rede emitia em média 12.500 novos ETH por dia, com sua inflação atingindo uma nova máxima anual no mês passado.

Apesar da emissão diária cair para 772 ETH após o The Merge, a criptomoeda ainda não atingiu o status de deflacionária, visto que o montante queimado por dia ainda é menor. Porém, isso pode mudar à medida que sua rede for mais usada. Dados do ETH Burned mostram que 50 ETH foram queimados na última hora. Caso esse ritmo continue, 1.200 unidades do token seriam retirados do mercado por dia.

  • Ficou com alguma dúvida? O Be[in]Crypto possui uma série de artigos para lhe ajudar a entender o universo cripto. Confira!
  • Se quiser ficar atualizado no que acontece de mais importante no espaço cripto, junte-se ao nosso grupo no Telegram!

Tendência de baixa permanece

Em relação ao preço, o token realizou um grande salto nas semanas que antecederam a sua fusão, mas tem estado em queda desde o evento. No fechamento da matéria, o ETH era negociado em US$ 1.300, com queda de 5.3% nas últimas 24 horas e 20% nos últimos sete dias.

Para muitos especialistas, as principais razões para isso seriam os fatores externos que tem empurrado todo o mercado cripto para baixo. Mesmo assim, muitos ainda seguem confiantes que o The Merge irá impactar o preço do ETH no médio e longo prazo.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.