Ver mais

El Salvador irá comprar 1 Bitcoin por dia, informa presidente

3 mins
Por Daniel Ramirez-Escudero
Traduzido Anderson Mendes

EM RESUMO

  • El Salvador começará a comprar Bitcoin periodicamente, comprando 1 BTC todos os dias.
  • A crise da FTX fez com que o preço da criptomoeda caísse drasticamente, atingindo a faixa de US$ 16.000.
  • Nayib Bukele está certo ao comprar mais Bitcoin?
  • promo

O presidente de El Salvador Nayib Bukele deu o sinal de partida para retomar a compra de mais unidades de Bitcoin (BTC) com recursos públicos. Para alguns é uma loucura e para outros é a decisão certa dadas as condições atuais do mercado de criptomoedas. A compra pela média de custo do dólar (DCA) se espalhará como uma nova tendência?

O chefe de estado do país centro-americano anunciou no Twitter que seu governo começaria a comprar Bitcoin periodicamente, comprando uma unidade todos os dias a partir da próxima sexta-feira (18).

A última compra de Bitcoin de El Salvador anunciada por Bukele foi em julho de 2022, quando a criptomoeda era avaliada em US$ 19.000. Na ocasião, ele agradeceu ao mercado dizendo “obrigado por vendê-la tão barata”.

Justin Sun, fundador da Tron (TRX), aderiu rapidamente ao novo plano DCA do presidente de El Salvador como uma demonstração de apoio. Assim como o Proof-of-Reserve do CEO da Binance, Changpeng Zhao, parece ter se tornado uma nova tendência entre as exchanges de criptomoedas, é possível que o início de uma compra periodica de BTC possa se espalhar por vários players da indústria cripto.

Falência da FTX e fuga de Sam Bankman-Fried prejudicam o mercado

O momento atual escolhido por Bukele para começar a realizar o DCA, estratégia de comprar um ativo periodicamente independentemente de seu preço no longo prazo, pode ser surpreendente, já que o mercado cripto está imerso em uma tempestade na mídia devido à falência da FTX e a fuga de Sam Bankman-Fried (SBF). É claro que a crise da exchange fez com que o preço da criptomoeda caísse drasticamente, atingindo a faixa de US$ 16.000. Essa pode ter sido a razão pela qual Bukele e El Salvador desejam realizar novas compras.

Em relação a SBF, o presidente de El Salvador queria enfatizar abertamente para todos os públicos que os eventos fraudulentos ocorridos na última semana foram atos de uma pessoa ou grupo de pessoas, não das próprias criptomoedas. Bukele definiu o caso FTX como um “esquema Ponzi” e o comparou a vários casos de corrupção anteriores, como os resgates bancários de 2008, enfatizando que “a FTX é o oposto do Bitcoin” em referência à crítica aberta contra as criptomoedas.

Nayib Bukele está certo em comprar Bitcoin?

Para alguns, as novas compras de Bitcoin por Bukele é um sinal claro de uma síndrome de negação diante do possível erro de ter comprado o ativo com dinheiro público, como cita o salvadorenho Alex Ponce, amante da ciência política:

“Quando alguém não está disposto a aceitar que cometeu um erro, continuará a fazê-lo até que pareça que não é um erro.”

No entanto, agora pode ser o momento ideal, pois de acordo com o clássico diagrama de Wall Street sobre ciclos psicológicos, o investidor pode perceber que o mercado de criptomoedas está entre o estágio de raiva e depressão. Este é um dos momentos perfeitos para começar a entrar em um mercado, antes que a tendência de alta comece novamente.

Outro salvadorenho, o desenvolvedor Manuel Albarca, destacou um aspecto transcendental para qualquer investidor em Bitcoin: o próximo Halving ocorrerá na primavera de 2024 entre março e abril. Normalmente, o ano anterior ao Halving é quando o preço do BTC começa a subir.

“Temos Bitcoin barato agora, iniciar o DCA nesses níveis deixará grandes lucros para o próximo halving”

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

4d198a1c7664cbf9005dfd7c70702e03.png
Anderson Mendes
Formado em Administração de Empresas pela Universidade Positivo, Anderson atua como redator para o BeInCrypto há 2 anos. Escreve sobre as principais notícias do mercado de criptomoedas e economia em geral. Antes de entrar para a equipe brasileira do site, participou de projetos relacionados à trading, produção de notícias e conteúdos educacionais relacionados ao mundo cripto em sua cidade natal, Curitiba.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados