Ver mais

Dinheiro da GenBit É Bloqueado por Mulher que Esperava Receber Bitcoin

2 mins
Atualizado por Caio Nascimento

EM RESUMO

  • Cliente consegue o arresto de bens em nome do negócio que oferecia lucros com investimentos em criptomoedas.
  • promo

Supostos investimentos em Bitcoin fez com que mais uma cliente bloqueasse bens da GenBit. A usuária procurou a justiça para reaver a quantia investida no negócio, de pouco mais de R$ 5 mil no total. Além disso, até então as custas processuais não serão cobradas neste caso, onde existia a promessa de lucros a partir do Bitcoin.
A GenBit é uma empresa que oferece lucros mediante aplicações na criptomoeda mais famosa de todo o mercado. Como mostra o processo movido na Justiça de Barretos – SP, o juiz em questão deferiu o arresto de bens em nome da GenBit. Este não é o primeiro processo envolvendo a GenBit e empresas relacionadas ao esquema. Clientes com pagamentos em atraso que se estendem há quatro meses esperam por respostas da plataforma. Sendo que o dinheiro dos investidores deveria ser usado para a compra de Bitcoin.

Promessa de lucro com Bitcoin termina com atrasos

Uma investidora de Barretos em São Paulo conseguiu o arresto de dinheiro em nome da GenBit. Os autos do processo narram que a cliente entrou no negócio com a esperança de receber lucros a partir de investimentos em Bitcoin. No entanto, não foi isto que aconteceu para a usuária que move a ação judicial. Sem respostas sobre o pedido de saque em atraso, bem como o pagamento de supostos lucros, a justiça foi o caminho escolhido por Juliana Rocha. No total, Juliana pede o arresto de R$ 5.543,64 em bens da GenBit. A plataforma é citada como ré juntamente com outros negócios que fazem parte do esquema, como a Gensa Serviços Digitais, HDN Participações e Arbor Brasil Serviços de Gestão Financeira. Sendo assim, todas estão sujeitas ao bloqueio de bens após oferecer a mulher que move o processo lucros a partir do Bitcoin.

Mulher consegue justiça gratuita contra a GenBit

O valor da causa em questão fez com que a cliente da GenBit conseguisse a justiça gratuita para este caso. Conforme explicita a decisão de Paulo Cícero Augusto Pereira, a mulher deve apresentar documentos que comprovem a sua hipossuficiência. Em outras palavras, o juiz decidiu que informações adicionais devem ser recolhidas como prova para o não pagamento das custas processuais. Neste caso foi estabelecido que documentos como declaração de imposto de renda, por exemplo, devem ser juntados à ação. Caso não apresente tais informações, a gratuidade da justiça poderá ser indeferida.
“À comprovação da alegada hipossuficiência, por visar parte autora ser beneficiada com a gratuidade da justiça, junte a mesma nos autos, em prazo de 10 (dez) dias, cópias das últimas 03 (três) declarações de imposto de renda completas, ou seja, inclusive com a parte referente à declaração de bens com a evolução patrimonial.”
Além de declarações do imposto de renda, a investidora deve apresentar à justiça dados como movimentações bancárias e até mesmo contracheques que comprovem a origem da renda da cliente da GenBit. Com a decisão judicial a GenBit e outras empresas associadas ao negócio podem ter mais de R$ 5 mil bloqueados. Portanto, o valor faz referência a cota investida pela mulher que processa a plataforma, que prometia lucros com operações no mercado de criptomoedas de Bitcoin. Você conhece alguma investidora com saques de Bitcoin da GenBit em atraso? Comente sobre a notícia e compartilhe no Twitter.
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

images-e1706008039676.jpeg
Advertorial
Advertorial é o nome do autor universal para todo o conteúdo patrocinado fornecido pelos parceiros da BeInCrypto. Portanto, esses artigos, criados por terceiros para fins promocionais, podem não estar alinhados com as visões ou opiniões da BeInCrypto. Embora nos esforcemos para verificar a credibilidade dos projetos apresentados, esses artigos são destinados à publicidade e não devem ser considerados como aconselhamento financeiro. Os leitores são incentivados a realizar pesquisas...
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados