Ver mais

Como um KYC fraco empodera criminosos em exchanges

3 mins
Por David Thomas
Traduzido Anderson Mendes

EM RESUMO

  • Aurelius Capital Value questionou a parceria do Silvergate com a Huobi Global, que provou ter políticas KYC ruins.
  • Huobi tem laços estreitos com o CEO da TRON, Justin Sun, que foi acusado pela mídia chinesa de lavagem de dinheiro e informações privilegiadas em 2019.
  • As exchanges com políticas e implementação de KYC ruins podem colocar em risco a reputação dos clientes e serem canais para atividades criminosas.
  • promo

O investigador de empresas públicas Aurelius Capital Value advertiu o Silvergate por fazer negócios com a Huobi Global, apesar da prova anterior da fraca aplicação de KYC (conheça o seu cliente) da exchange.

Aurelius usou o suposto histórico da Huobi de facilitar a lavagem de dinheiro e um experimento de 2020 demonstrando a facilidade de criar contas falsas para sugerir que o processo de verificação da Silvergate era deficiente.

Due Diligence de KYC da Silvergate é questionado

Em uma thread no Twitter, Aurelius questionou a parceria da Silvergate com a Huobi Global após um experimento de 2020 da empresa forense Cipherblade. O experimento revelou a facilidade de criar contas falsas ao enviar imagens de celebridades com photoshop como fotos de identificação. Em 2021, as autoridades da Tailândia e da China desvendaram um sindicato de lavagem de dinheiro de US$ 124 milhões que explorava os controles negligentes da exchange.

O Silvergate Bank tornou-se o banco preferido de cerca de 1.600 empresas cripto importantes em 2019. A Silvergate Exchange Network é especializada na conversão entre criptomoedas e moedas fiduciárias.

Os pesquisadores também descobriram conexões problemáticas entre Huobi e o mercado darknet Hydra e não conseguiram conciliar o processo oficial de due diligence do Silvergate com as aparentes deficiências no processo de integração da exchange.

KYC da Huobi foi influenciado por Justin Sun?

O membro do conselho consultivo global da Huobi, Justin Sun, é uma figura chave na história. De acordo com Aurelius, Sun supostamente fez parceria com o Silvergate Bank para lançar a stablecoin TRON, uma criptomoeda que os críticos apontaram ter uma base técnica fraca e pouco valor. Sun levantou US$ 58 milhões por meio da oferta inicial de moedas da TRON em 2017.

Em 2019, a mídia chinesa acusou o empresário de lavagem de dinheiro, informações privilegiadas e outros crimes financeiros. Outra matéria do The Verge alegou que Sun aprovou um sistema KYC falso na exchange Poloniex para integrar novos clientes.

Um ex-funcionário da Poloniex mencionou que uma nova conta poderia ser criada com uma foto do personagem de desenho animado Daffy Duck.

Sun negou veementemente as alegações e alertou sobre a possibilidade de um processo por difamação contra os acusadores. “Nos reservamos o direito de buscar recursos legais contra as falsidades trazidas por quaisquer entidades. Somos representados pela Harder LLP como nosso consultor jurídico”, afirmou.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedas. Confira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.

Controles ruins podem levar a roubos de identidades

As empresas de serviços financeiros devem cumprir as regras KYC para coletar e verificar as informações de clientes para impedir que criminosos abram contas. Além disso, o processo deve identificar e impedir que pessoas sancionadas abram contas ilegalmente.

Existem muitas razões para controles negligentes, incluindo diferentes graus de KYC e regulamentos contra lavagem de dinheiro em jurisdições variadas. Oficiais de compliance inexperientes que realizam inspeções visuais de informações identificáveis também podem permitir a entrada de agentes mal-intencionados.

Às vezes, as exchanges de criptomoedas se mudam para regiões com regulamentações menos onerosas, como Malta, o que pode apresentar outros problemas para os clientes. De acordo com Aurelius, os clientes da Huobi que buscavam recurso contra a exchange só podiam enviar correspondência para uma caixa de correio das Seychelles porque a empresa não tinha presença física lá.

Além disso, uma vez que muitos investidores cripto usam exchanges para converter entre dinheiro fiduciário e criptomoedas, controles KYC fracos podem permitir que criminosos convertam ativos cripto roubados em dinheiro.

No caso da apreensão de lavagem de dinheiro na China, a gangue obteve detalhes pessoais de usuários por meio de anúncios de emprego falsos. Eles então usaram esses detalhes para abrir várias contas em exchanges para atuar como canais de fundos ilegais.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

4d198a1c7664cbf9005dfd7c70702e03.png
Anderson Mendes
Membro ativo da comunidade de criptoativos e economia em geral, Anderson é formado pela Universidade Positivo, e escreve sobre as principais notícias do mercado. Antes de entrar para a equipe brasileira do BeInCrypto, Anderson liderou projetos relacionados à trading, produção de notícias e conteúdos educacionais relacionados ao mundo cripto no sul do Brasil.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados