Ver mais

BitMEX se declara culpada ao DOJ e diz que “não há nada de novo”

2 mins
Atualizado por Anderson Mendes

EM RESUMO

  • O DOJ anunciou a confissão de culpa da BitMEX por violar a Lei de Sigilo Bancário (BSA).
  • A BitMEX declarou que a acusação não é nova e que seus fundadores cumpriram suas sentenças em 2022.
  • A exchange enfatiza suas melhorias operacionais e os novos padrões implementados desde 2020.
  • promo

O Departamento de Justiça (DOJ) dos Estados Unidos (EUA) anunciou em 10 de julho que a HDR Global Trading Limited, conhecida como exchange de criptomoedas BitMEX, se declarou culpada de violar a Lei de Sigilo Bancário (BSA) do país.

O DOJ alegou que a BitMEX operava sem um programa adequado de combate à lavagem de dinheiro (AML). Os fundadores da exchange, Arthur Hayes, Benjamin Delo, Samuel Reed e o primeiro funcionário, Gregory Dwyer, enfrentaram as alegações.

BitMEX responde às acusações do DOJ

Apesar de operar nos EUA e atender seus clientes, a BitMEX exigia apenas um endereço de e-mail para acesso, ignorando os requisitos de “conheça seu cliente” (KYC). Conforme o DOJ, essa negligência facilitou, por exemplo, atividades ilícitas por meio da plataforma.

O Procurador dos EUA para o Distrito Sul de Nova York, Damian Williams, enfatizou a gravidade do delito. Ele afirmou que as ações da exchange representaram uma ameaça considerável à integridade do sistema financeiro.

“Como os fundadores da BitMEX admitiram no tribunal federal, a empresa operava sem um programa AML significativo, abrindo-se para esquemas de lavagem de dinheiro e evasão de sanções”, disse Williams.

BitMex enfatiza que acusações não são novas e mudou padrões legais de conformidade

Além disso, a diretora assistente encarregada em exercício do FBI, Christie M. Curtis, observou que os motivos de lucro impulsionaram as credenciais de acesso a serviços frouxos da exchange e a não conformidade intencional.

“O apelo de hoje representa a dedicação inabalável do FBI para garantir a adesão a todas as leis financeiras dos EUA, proteger o sistema financeiro e responsabilizar aqueles que tentam estabelecer uma solução alternativa para obter lucros”, declarou Curtis.

Em resposta ao anúncio do DOJ, a BitMEX respondeu dizendo que a acusação da BSA, anteriormente apresentada contra seus fundadores em 2020 e condenada em 2022, não é nova. A empresa enfatiza que, desde então, corrigiu totalmente suas operações.

“Nossos usuários, parceiros e partes interessadas regulatórias reconhecem que nossos padrões de conformidade mudaram imensamente desde o período sujeito à acusação do BSA”, diz a declaração oficial da BitMEX.

A empresa também observou que essas cobranças não afetariam sobretudo, suas operações comerciais. Ela reafirma assim o compromisso de manter os mais altos padrões de segurança, confiança e estabilidade financeira.

A BitMEX argumenta principalmente que nenhuma outra multa deve ser imposta devido às quantias substanciais já pagas por seus fundadores e por meio de acordos com a CFTC e a FinCEN. A empresa também observou que essas cobranças não afetariam suas operações comerciais. E, ao mesmo tempo reafirma seu compromisso de manter os mais altos padrões de segurança, confiança e estabilidade financeira.

Leia mais: Top 9 exchanges de criptomoedas mais seguras de 2024

Escrutínio regulatório cripto

O caso da BitMEX reflete um escrutínio regulatório mais amplo sobre o setor cripto. Outras grandes exchanges, como a Binance, enfrentaram penalidades semelhantes.

O fundador e ex-CEO da Binance, Changpeng Zhao, foi recentemente condenado a quatro meses de prisão federal por não implementar protocolos AML adequados. Os tribunais dos EUA também estão se preparando para condenar indivíduos ligados à extinta exchange de criptomoedas FTX.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Coinbase Coinbase Explorar
PancakeSwap PancakeSwap Até 50% APR
Margex Margex Explorar
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Coinbase Coinbase Explorar
PancakeSwap PancakeSwap Até 50% APR
Margex Margex Explorar
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

aline.jpg
Aline Fernandes
Aline Fernandes atua há 20 anos como jornalista. Especializada nas editorias de economia, agronegócio e internacional trabalha na BeINCrypto como editora do site brasileiro. Já passou por diversas redações e emissoras do país, incluindo canais setorizados como Globo News, Bloomberg News, Canal Rural, Canal do Boi, SBT, Record e Rádio Estadão/ESPM. Atuou também como correspondente internacional em Nova York e foi setorista de economia dentro do pregão da BM&F Bovespa, hoje B3 -...
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados