Ver mais

Top 9 exchanges de criptomoedas mais seguras de 2024

17 mins
Por Iulia Vasile
Traduzido Anderson Mendes

Quer você esteja começando ou seja um trader experiente, escolher a exchange de criptomoedas certa é extremamente importante. Seus fundos podem estar em risco quando depositados em exchanges centralizadas (CEXs). É por isso que você só deve usar plataformas que ofereçam proteção de ponta.

Compilamos uma lista com as nove exchanges de criptomoedas mais seguras em 2024, para que você saiba exatamente onde depositar e usar os seus ativos.

As exchanges de criptomoedas mais seguras

  • BingX: Uma CEX conhecida por oferecer proteção de saques, cobertura de seguro e garantir a segurança dos fundos.
  • BloFin: Uma exchange que oferece transparência de ativos, custódia com Fireblocks e cobertura total de seguro para proteger os ativos dos usuários.
  • Coinbase: Exchange de criptomoedas líder global com alta transparência financeira, fortes práticas de custódia de ativos e medidas de segurança abrangentes.
  • M2: Exchange regulamentada nos Emirados Árabes Unidos, oferecendo negociação à vista e custódia de ativos virtuais com altos padrões de segurança e compliance regulatório.
  • Wirex: Plataforma que integra tecnologia antifraude avançada, armazenamento frio com múltiplas assinaturas e criptografia abrangente para proteção de dados dos usuários.
  • YouHodler: Plataforma que enfatiza a segurança de ativos com integração Ledger Vault e cobertura total de seguro.
  • Binance: A maior exchange de criptomoedas do mundo, com protocolos de segurança avançados, armazenamento refrigerado, carteiras com múltiplas assinaturas e amplo compliance regulatório.
  • OKX: Exchange de topo que oferece um ambiente de negociação seguro com armazenamento refrigerado e monitoramento em tempo real para proteção do usuário.
  • Bybit: Conhecida por seus recursos avançados de segurança, incluindo carteiras com múltiplas assinaturas, proteção rigorosa de dados e gerenciamento de riscos em tempo real.

1. BingX

Recomendável para o trade de derivativos
Criptomoedas disponíveis
640+
Disponibilidade
180+ países
Histórico de hacks?
Não
Prova de reservas?
Sim

2. BloFin

Recomendável para todos os tipos de trade
Criptomoedas disponíveis
330+
Disponibilidade
190+ países
Histórico de hacks?
Não
Prova de reservas?
Sim

3. Coinbase

Recomendável para iniciantes
Criptomoedas disponíveis
245+
Disponibilidade
100+ países
Histórico de hacks?
Sim
Prova de reservas?
Sim

4. M2

Recomendável para rendimento em investimentos
Criptomoedas disponíveis
40+
Disponibilidade
150+ países
Histórico de hacks?
Não
Prova de reservas?
Sim

5. Wirex

Melhor para ganhar cashback
Criptomoedas disponíveis
250+
Disponibilidade
130+ países
Histórico de hacks?
Não
Prova de reservas?
Não

6. YouHodler

Melhor para empréstimos cripto
Criptomoedas disponíveis
50+
Disponibilidade
150+ países
Histórico de hacks?
Não
Prova de reservas?
Não

7. Binance

Recomendável para todos os usuários
Criptomoedas disponíveis
410+
Disponibilidade
150+ países
Histórico de hacks?
Sim
Prova de reservas?
Não

8. OKX

Melhor para carteiras web3
Criptomoedas disponíveis
320+
Disponibilidade
100+ países
Histórico de hacks?
Sim
Prova de reservas?
Sim

9. Bybit

Melhor para altcoins
Criptomoedas disponíveis
640+
Disponibilidade
150+ países
Histórico de hacks?
Não
Prova de reservas?
Sim

Como avaliar as exchanges de criptomoedas mais seguras

Ao escolher uma exchange de criptomoedas, considere estes critérios se quiser priorizar a segurança:

  • Recursos de segurança
  • Compliance regulatório
  • Medidas de proteção do usuário
  • Suporte ao cliente
  • Apólices de seguro

Recursos de segurança

Normalmente, a segurança de uma exchange de criptomoedas é determinada por seus protocolos de segurança. Uma das coisas mais importantes a considerar é como uma plataforma mantém os fundos dos usuários.

O local mais seguro para uma exchange reter fundos é no armazenamento frio. Esta é a forma mais eficaz de prevenir hackers, pois significa que os ativos estão offline. A próxima medida é usar carteiras multi-sig para seus fundos armazenados, pois elas eliminam o risco de falhas pontuais. A maioria das plataformas estabelecidas também monitoram ativamente as atividades dos usuários para que possam reagir em tempo real caso detectem atividades suspeitas.

Desde o colapso da FTX, muitas plataformas adicionaram novos recursos de segurança para garantir que os usuários saibam a localização de seus fundos. Por exemplo, o processo de prova de reservas, que demonstra que a exchange detém ativos suficientes para cobrir todos os saldos dos utilizadores.

Compliance regulatório

Em 2024, embora a regulamentação ainda não seja satisfatória e provavelmente evolua, é possível escolher uma plataforma licenciada e registada junto das autoridades financeiras relevantes nas jurisdições em que opera.

Por exemplo, no Reino Unido, as exchanges devem ser regulamentadas pela Autoridade de Conduta Financeira (FCA). Nos EUA, a SEC supervisiona as operações financeiras. Existem outras instituições que podem operar no seu país. É importante fazer esta distinção porque as principais exchanges de criptomoedas nos EUA podem não ser iguais às principais da Europa ou até mesmo corresponder a qualquer uma das exchanges de criptomoedas mais seguras da Austrália.

Como as plataformas também usam e armazenam informações pessoais dos usuários, certifique-se de que a exchange que você está usando segue os padrões regulatórios globais e as melhores práticas. Isto inclui a conformidade com o Regulamento Geral de Proteção de Dados (GDPR) para proteção de dados e outros regulamentos internacionais relevantes.

As exchanges de criptomoedas mais seguras são transparentes sobre todas essas políticas e oferecem aos usuários informações claras e relevantes em seus sites.

Medidas de proteção do usuário

É importante observar que tanto a exchange quanto o usuário são responsáveis ​​pela segurança dos fundos.

Em 2024, algumas das medidas de proteção do usuário mais populares e úteis são autenticação de dois fatores (2FA), criptografia de dados ponta a ponta, monitoramento em tempo real, políticas de conhecimento do seu cliente (KYC), notificações de segurança e anti -medidas de phishing. Observe que ainda existem algumas exchanges de criptomoedas sem KYC respeitáveis ​​para usuários que desejam preservar o anonimato, mas essas plataformas geralmente carecem de recursos de segurança essenciais.

Suporte ao cliente

No infeliz caso de violação ou hacking, é importante ter a opção de falar com o suporte ao cliente. Uma plataforma confiável deve oferecer suporte 24 horas por dia, 7 dias por semana e vários canais de comunicação, como chat ao vivo, e-mail, suporte por telefone e mídias sociais.

Também pode ajudar se as plataformas oferecerem um centro de ajuda detalhado e atualizado ou uma seção de perguntas frequentes para cobrir todos os problemas comuns, desde a configuração e segurança da conta até negociações e saques.

As maiores plataformas também contam com recursos educacionais para evitar problemas e suporte multilíngue para atender usuários que não dominam o inglês. Não negligencie a importância dos recursos do usuário e dos canais de comunicação. Estes são cruciais para assistência caso você perca fundos.

Apólices de seguro

As maiores exchanges que estão em atividade há anos têm maior probabilidade de tentar garantir aos usuários sua legitimidade e oferecer apólices de seguro extras, como seguro de ativos e seguro de armazenamento refrigerado. No entanto, esta ainda não é uma prática generalizada.

Embora todos devam ter cuidado ao escolher uma exchange de criptomoedas, os usuários que depositam em suas contas quantias consideráveis ​​de dinheiro ou ativos cripto devem estar sempre cientes do seguro de uma plataforma.

Certifique-se de verificar os requisitos e limitações desses planos de seguro e os limites de cobertura. Descobrimos que as plataformas eram mais propensas a não ter transparência neste tópico.

Traders diferentes têm necessidades diferentes

Smartphone

Como já mencionamos, há muitas considerações diferentes ao escolher uma exchange de criptomoedas segura. Comece sempre verificando as últimas análises dos usuários das plataformas e tente identificar as reclamações mais comuns.

A coisa mais importante a lembrar é escolher uma plataforma que atenda às suas necessidades pessoais. Vamos explorar o que um trader iniciante, experiente ou de alto volume pode querer considerar ao escolher uma exchange de criptomoedas segura.

Traders iniciantes

Se você é iniciante, é importante buscar uma exchange com interface simples e intuitiva. A proteção do usuário também vem da compreensão e implementação dos recursos de segurança disponíveis, como autenticação de dois fatores (2FA) e medidas antiphishing.

Os iniciantes também precisam de uma plataforma que ofereça tutoriais e recursos educacionais para ajudá-los a aprender sobre exchanges de criptomoedas e day trading.

Se você é novo nas criptomoedas, use apenas exchanges regulamentadas nos EUA ou no seu país.

Clem Chambers, CEO da Online Blockchain e Seeking Alpha e colunista da Forbes

Como iniciante, você também deve selecionar uma plataforma com excelente suporte ao cliente que possa ajudá-lo com quaisquer problemas que possam surgir. Confira nosso guia com as melhores exchanges de criptomoedas para iniciantes se não souber por onde começar.

Traders experientes

Como um trader experiente, você provavelmente procurará plataformas que ofereçam opções de negociação avançadas, como negociação de margem e futuros. Para auxiliar nessas negociações, você pode, por exemplo, precisar de acesso a gráficos abrangentes, ferramentas de análise técnica e dados de mercado em tempo real. Todas essas ferramentas são cruciais para a tomada de decisões informadas.

Os traders experientes também precisam avaliar cuidadosamente a estrutura de taxas da plataforma e escolher a melhor opção para manter os custos baixos. Tenha em mente que algumas plataformas afirmam não cobrar taxas de negociação, mas operam com spreads. Se tal plataforma atender às suas necessidades, certifique-se de escolher uma troca de criptografia com spreads baixos. Se você estiver usando ferramentas comerciais avançadas de terceiros, também precisará de acesso à API.

Traders de alto volume

Como tudo o mais, com grande valor e, neste caso, volume, vem uma grande responsabilidade. Um dos riscos mais óbvios da negociação de grandes volumes é a falta ou limitação de uma apólice de seguro em caso de violação de segurança, o que pode levar a perdas.

Nem todas as exchanges de criptomoedas são adequadas para manter grandes quantidades de ativos. Aqueles que o fazem devem sempre oferecer segurança em nível institucional, incluindo armazenamento refrigerado e carteiras com múltiplas assinaturas.

Como a negociação é o principal motivo para manter uma grande quantia em uma exchange, é importante garantir que a plataforma escolhida ofereça alta liquidez para que as negociações possam ser executadas. Se você não estiver negociando, não deve deixar grandes somas de criptomoedas em nenhuma plataforma. Em vez disso, escolha uma carteira segura e sem custódia.

Como manter sua criptomoedas seguras em uma CEX

De acordo com um relatório da Chainalysis de 2024, mais de 25% de todas as criptomoedas roubadas em 2023 estavam em CEXs. É importante saber quais plataformas sofreram hacks e examinar atentamente seus protocolos de segurança. No entanto, os utilizadores também são responsáveis ​​por garantir a segurança dos seus fundos ao interagir com serviços centralizados.

Criptomoedas roubadas por tipo de plataforma: Chainalysis

Mesmo que uma plataforma tenha avaliações de usuários de primeira linha e um registro de segurança impecável, cabe a você, usuário final, fazer as melhores escolhas pessoais em relação à segurança.

Aqui estão as práticas de segurança que você deve seguir para garantir a segurança de seus fundos em uma CEX.

Medidas de segurança da conta

Crie senhas fortes e complexas que sejam difíceis de adivinhar. Use uma senha diferente para cada conta para minimizar o risco de comprometimento de várias contas. Infelizmente, os compromissos de chave privada são comuns:

Sempre ative a autenticação de dois fatores (2FA) para obter uma camada adicional de segurança. Isso garante que mesmo que sua senha seja comprometida, o acesso não autorizado à sua conta será evitado.

Uma recomendação óbvia é nunca compartilhar suas credenciais com terceiros. Por fim, mantenha os detalhes da sua conta seguros e armazenados quando ninguém mais puder acessá-los.

Segurança de transações e acesso

Fique de olho na atividade da sua conta e configure notificações para quaisquer ações significativas, como saques ou tentativas de login em novos dispositivos, porque isso o ajudará a detectar qualquer atividade maliciosa em tempo real.

Configure listas de permissões de retirada para garantir que os fundos só possam ser enviados para endereços pré-aprovados. Isso adiciona uma camada extra de proteção contra transações não autorizadas.

Evite acessar sua conta em redes Wi-Fi públicas. Essas redes podem ser menos seguras e mais suscetíveis a hackers. Se você estiver em trânsito, considere usar uma VPN.

Práticas de segurança contínuas

A principal preocupação em relação à segurança em exchanges centralizadas é o phishing. Hoje em dia, os hackers estão mais ágeis do que nunca e usam hacks de engenharia social para acessar suas informações financeiras. Mesmo usuários experientes podem ser enganados. É por isso que é essencial verificar a autenticidade de e-mails e sites. Evite clicar em links suspeitos e certifique-se de estar no site correto antes de inserir os dados de login.

Outra etapa para garantir que você não seja vítima de hackers é garantir que seus dispositivos, como navegadores e qualquer software relacionado à criptografia estejam atualizados com os patches de segurança mais recentes para proteção contra vulnerabilidades.

Portanto, mantenha-se informado sobre as práticas e ameaças de segurança mais recentes. Utilize recursos fornecidos pela exchange, como guias e tutoriais de segurança.

Nem tudo serve para todos

A realidade é que a responsabilidade de manter os fundos seguros é dividida entre a exchange e o usuário. Como cada trader tem necessidades diferentes, não podemos cravar a exchange de criptomoedas mais segura definitiva — a resposta será diferente dependendo de suas necessidades pessoais. No entanto, recomendamos fortemente que os usuários pesquisem o histórico de uma plataforma e leiam as análises das exchanges de criptomoedas antes de se comprometerem.

Esteja sempre atento a fraudes e golpes, pois nem mesmo a exchange mais segura é totalmente infalível contra ataques sofisticados de phishing ou engenharia social.

Perguntas frequentes

Qual é a exchange de criptomoedas mais segura em 2024?

Como as exchanges de criptomoedas garantem a segurança do usuário?

Quais são os recursos de segurança comuns das principais exchanges?

Por que a conformidade regulatória é importante para as exchanges de criptomoedas?

As exchanges podem garantir os fundos dos usuários?

Qual é a exchange de criptomoedas mais segura?

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Coinbase Coinbase Explorar
PancakeSwap PancakeSwap Até 50% APR
Margex Margex Explorar
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Coinbase Coinbase Explorar
PancakeSwap PancakeSwap Até 50% APR
Margex Margex Explorar
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e com o objetivo único de informar. Qualquer atitude tomada pelo usuário a partir das informações veiculadas no site é de sua inteira responsabilidade.
Na seção Aprender, nossa prioridade é fornecer informações de alta qualidade. Nós tomamos o tempo necessário para identificar, pesquisar e produzir conteúdo que seja útil para nossos leitores.
Para manter esse padrão e continuar a criar um conteúdo de excelência, nossos parceiros podem nos recompensar com uma comissão por menções em nossos artigos. No entanto, essas comissões não afetam o processo de criação de conteúdo imparcial, honesto e útil.

4d198a1c7664cbf9005dfd7c70702e03.png
Anderson Mendes
Membro ativo da comunidade de criptoativos e economia em geral, Anderson é formado pela Universidade Positivo, e escreve sobre as principais notícias do mercado. Antes de entrar para a equipe brasileira do BeInCrypto, Anderson liderou projetos relacionados à trading, produção de notícias e conteúdos educacionais relacionados ao mundo cripto no sul do Brasil.
READ FULL BIO