Ver mais

Bitcoin em US$ 100 mil é ‘questão de tempo’, diz analista da Bloomberg

2 mins
Atualizado por Anderson Mendes

EM RESUMO

  • Analista da Bloomberg projetou quando o Bitcoin irá atingir a marca de US$ 100 mil.
  • Ethereum deve chegar a US$ 6.000 no longo prazo, segundo McGlone.
  • Apesar de otimista, ele disse que o inverno cripto atual pode ser maior do que os ciclos de baixa anteriores.
  • promo

Para Mike McGlone, nem mesmo o prolongamento do inverno cripto irá impedir que o Bitcoin (BTC) chegue a US$ 100.000 e o Ethereum (ETH) a US$ 6.000.

De acordo com o estrategista sênior de commodities da Bloomberg, o atual ciclo de baixa do mercado de criptomoedas pode se estender por um período maior do que o visto em ciclos anteriores.

Isso se daria especialmente pelo Federal Reserve dos Estados Unidos, que na tentativa de conter a inflação que o país enfrenta, tem tomado decisões que têm prejudicado os mercados de rendas variáveis. No entanto, na visão do analista, nem mesmo o banco central da maior economia do mundo será capaz de interromper o avanço da indústria cripto no longo prazo.

2025 será o ano do Bitcoin?

Em entrevista para o Kitco News, McGlone se mostrou extremamente confiante sobre o futuro do Bitcoin. Apesar de destacar que o “inverno macroeconômico global” pode prejudicar a movimentação de preço do ativo nos próximos anos, há uma boa possibilidade do seu preço atingir novos recordes em 2025.

“Bitcoin para mim, é uma questão de tempo até chegar a US$ 100.000. O fato principal é que a adoção e a demanda estão aumentando, a menos que você espere que isso seja revertido, o que eu não acho. Continuará a apreciar; é apenas uma questão de tempo agora.”

O analista da Bloomberg não é o único a ter esse entendimento. Muitos players da indústria, como o CEO da Morgan Creek e o fundador da Huobi, acreditam que o novo ciclo de alta do BTC será iniciado em 2024, quando o próximo halving de sua rede está programado para acontecer.

De acordo com eles, este evento será capaz de dar início a um novo impulso de alta no longo prazo, que deve se estender pelo ano seguinte. Vale ressaltar que o Bitcoin deu início ao seu último ciclo de alta no final de 2020, meses após o seu último halving. No ano seguinte, o ativo saltou da até então máxima histórica de US$ 20 mil para o atual preço recorde de US$ 69.000 alcançado em novembro de 2021.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedas. Confira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.

Benefícios e malefícios do The Merge

Falando sobre o ETH, o analista da Bloomberg acredita que o token conseguirá ganhos ainda maiores do que o Bitcoin até 2025. De acordo com ele, o ativo é um “cavalo mais rápido”, especialmente por ter uma “vantagem tecnológica em rápido avanço”.

Apesar de destacar o The Merge que o Ethereum passou na semana passada como algo positivo, McGlone acredita que isso gerou muita publicidade para o projeto, o que pode explicar a forte queda de preço de seu token após o evento.

No entanto, ele ainda vê a rede da segunda maior criptomoeda do mundo como algo que está “revolucionando as finanças”. Dessa forma, seu preço atual de US$ 1.350 poderia saltar para o nível de US$ 6.000 nos próximos três anos.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

4d198a1c7664cbf9005dfd7c70702e03.png
Anderson Mendes
Membro ativo da comunidade de criptoativos e economia em geral, Anderson é formado pela Universidade Positivo, e escreve sobre as principais notícias do mercado. Antes de entrar para a equipe brasileira do BeInCrypto, Anderson liderou projetos relacionados à trading, produção de notícias e conteúdos educacionais relacionados ao mundo cripto no sul do Brasil.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados