Ver mais

Diferença entre blockchain privada e pública

7 mins
Atualizado por Maria Petrova

A menos que você viva em uma caverna, é provável que você já tenha ouvido falar sobre a tecnologia blockchain. No entanto, muitos não têm certeza do que a tecnologia blockchain realmente envolve e consideram a Web 3.0 como coisa de outro mundo. Além disso, quando as blockchains privadas e públicas são discutidas, as pessoas ficam confusas, imaginando qual é a diferença entre blockchains públicas e privadas.

Quer ser o primeiro a aprender sobre blockchain? Junte-se à comunidade do BeInCrypto no Telegram. Lá nós compartilhamos diariamente análises técnicas e respostas às suas perguntas. Além disso, é possível conversar com traders e entusiastas do mercado de criptomoedas.

Neste artigo, vamos mergulhamos profundamente na tecnologia que alimenta a Web3, a blockchain.  Vamos entender qual é a diferença entre uma blockchain privada e uma blockchain pública, além de discutir suas vantagens e desvantagens.

Neste artigo:

Qual é a diferença entre blockchain privada e blockchain pública?

blockchain privada x blockchain pública

Uma blockchain pública é uma rede que todos podem acessar, desde que uma conexão com a Internet seja estabelecida. Em comparação, uma blockchain privada só é acessível para aqueles com permissão. Por exemplo, uma empresa pode ter uma rede blockchain própria para funcionários. Mas você consegue pensar em uma blockchain pública? O Bitcoin e Ethereum são bons exemplos de blockchain pública.

Blockchains como Bitcoin e Ethereum são acessíveis ao público. Veja o Ethereum, por exemplo. Qualquer um pode acessar o Ethereum, interagir com dapps construídos sobre ele, executar transações, etc. Assim, uma cadeia como esta é uma blockchain pública.

Portanto, há claramente uma diferença distinta ao comparar uma blockchain pública versus uma blockchain privada. Mas, há alguma semelhança clara entre elas?

Qual é a semelhança entre blockchain privada e pública?

Ambas as blockchains públicas e privadas são “somente anexos”, o que significa que a rede só pode ter informações ou dados adicionados a ela, e os participantes da rede não podem alterá-los. Além disso, esse recurso específico da blockchain significa tecnicamente que a blockchain é imutável. O único caso raro que pode mudar isso ocorre se um hacker obtiver a maior parte do “poder de hash” da rede (51%).

Nenhuma opção de “atualização” ou “exclusão” está disponível nem na blockchain pública nem na blockchain privada. As informações em uma blockchain são dados sequenciais ordenados por tempo. Além disso, as transações aparecem em blocos que formam uma cadeia de dados. Esse recurso é especialmente útil porque permite precisão, responsabilidade e transparência. Cada indivíduo que usa a respectiva blockchain pode ver todas as transações que ocorrem. 

O que é uma blockchain privada?

A principal diferença entre uma blockchain privada e uma blockchain pública é bastante óbvia; uma blockchain privada é executada de forma privada. Mesmo que a blockchain seja descentralizada, as redes privadas de blockchain inerentemente se tornam centralizadas. A organização ou empresa pode administrar quem tem acesso aos blocos. Além disso, uma blockchain privada é mais centralizada, altamente escalável e consome menos energia.

Uma blockchain privada também é conhecida como uma “blockchain autorizada”. Embora uma blockchain privada exija uma autoridade para monitorar quem tem acesso à blockchain, ela pode ser menos segura. Com menos participantes na rede, assumir o controle dos dados pode se tornar quase sem esforço para qualquer invasor em potencial. Além disso, como uma blockchain privada mantém apenas alguns nós, seria mais fácil para um hacker assumir o controle da rede.

Vantagens da blockchain pública

chave publica vs chave privada, blockchain

A vantagem de uma blockchain pública é que ela é verdadeiramente descentralizada e democratizada. Qualquer pessoa pode participar da rede. Não há uma autoridade única para governá-la. Outra vantagem de uma blockchain pública é que quanto mais participantes houver na rede, mais segura ela se tornará. Quanto mais nós houver na rede, mais complexo se torna para os hackers obterem o controle.

Mesmo sem permissão, as blockchains públicas são ideais para entidades que não possuem confiança natural. Além disso, elas raramente têm contrapartes. Por exemplo, dados sobre todo o histórico de um carro podem estar na blockchain. Assim, o livro blockchain pode rastrear todas as suas vendas, reparos e atualizações para fornecer um histórico preciso do carro.

Outra vantagem significativa das blockchains públicas é que elas são compatíveis com qualquer tipo de aplicativo de negócios devido à sua natureza de código aberto. Não há restrições quanto ao tipo de dados que uma blockchain contém. As empresas já estão usando blockchain para armazenar registros de transações médicas, documentação, informações de identidade, registros da cadeia de suprimentos, etc. Ainda mais fenomenal é que qualquer pessoa em qualquer parte do mundo pode acessar a blockchain. Desde que tenham acesso à Internet, qualquer pessoa pode acessar facilmente transações globais instantâneas na blockchain.

Finalmente, outro recurso atraente de uma blockchain pública versus blockchain privada é o anonimato. Blockchains privadas requerem uma identidade única para os participantes. Uma blockchain pública espalha uma transação em um livro-razão público como bits de dados, então é impossível rastrear a identidade de apenas um usuário.

Desvantagem da blockchain pública

Uma clara desvantagem de uma blockchain pública é seu consumo de energia. Tome o Bitcoin como exemplo. Sua blockchain pública opera usando um mecanismo de proof of work (PoW). O PoW significa que os nós competem entre si para concluir a transação e receber uma recompensa. No entanto, esse processo pode consumir muita energia e levar uma quantidade significativa de tempo. Outra desvantagem das blockchains públicas é que uma blockchain pública muitas vezes processa transações em uma velocidade mais lenta.

Além disso, embora mais participantes na blockchain forneçam mais segurança na blockchain pública versus blockchain privada, isso diminui significativamente o tempo de transação. Em comparação com blockchains privadas, os problemas de escalabilidade com a blockchain pública sobrecarregam a rede com suas muitas transações.

Outra desvantagem de uma blockchain pública é a falta de total privacidade. Como qualquer um pode acessar transações em uma blockchain pública, eles podem ver informações confidenciais. Por sua vez, se a identidade de um endereço for revelada, o anonimato desaparece. Além disso, as blockchains públicas mais atuais são projetadas para criptomoedas que podem atrair hackers e ladrões com más intenções.

Devo usar uma blockchain privada?

Uma das características mais atraentes de uma blockchain privada é sua escalabilidade. Como não ocupam tantas transações e participantes, as blockchains privadas têm uma velocidade de transação notavelmente rápida, especialmente em comparação com uma rede blockchain pública.

Quando uma empresa deseja ter uma rede, ela pode controlar pessoalmente e conceder acesso privado; uma blockchain privada é a escolha número um. Essas blockchains privadas podem processar milhares de transações em questão de segundos.

Embora não seja descentralizada como a tecnologia blockchain originalmente deveria ser, uma blockchain privada tem um revés – é mais suscetível a ataques maliciosos. Em muitos casos, as redes blockchain privadas são centralizadas e dependem de poucos nós. Dessa forma, os hackers podem assumir e obter o controle de toda a rede com mais facilidade, colocando uma empresa em grande risco.

Em uma blockchain privada, o operador de rede pode conceder acesso a quem pode ler, escrever e adicionar ao livro razão. Além disso, o operador pode decidir sobre a alocação de nós na rede. As empresas geralmente recorrem a uma rede privada para construir aplicativos de negócios que oferecem alta escalabilidade e um ambiente confiável

A blockchain privada é melhor?

blockchain privada vs blockchain pública, mainet

O tipo de rede blockchain que uma entidade escolhe usar depende de seu caso de uso individual. À medida que as redes públicas de blockchain se tornam mais seguras ao longo do tempo, as redes privadas de blockchain tornam-se menos críticas.

Uma blockchain privada deve ser a opção ideal se a escalabilidade e o controle forem uma prioridade. A blockchain privada permite acesso personalizado à blockchain, fornecendo mais controle e transações mais rápidas dentro da rede. Além disso, como os usuários em uma blockchain privada não podem permanecer completamente anônimos, isso aumenta a confiança na rede. Dito isso, uma rede blockchain privada é excelente para empresas que priorizam escalabilidade e controle.

No entanto, é importante considerar a rede centralizada. O número limitado de nós nesse tipo de rede pode dar aos hackers uma oportunidade melhor de atacar do que em uma rede blockchain pública.

O anonimato é importante

O anonimato e a privacidade são partes significativas do sucesso da tecnologia blockchain. Quando indivíduos e empresas realizam transações, eles podem querer manter as informações do conhecimento público.

Em uma blockchain, as transações podem ser rastreadas até os endereços originais da carteira. Mas são apenas números em uma chave privada sem nenhuma outra informação de identificação vinculada a eles. Vamos compará-lo com o sistema legado. Uma conta bancária padrão teria todas as informações de identificação de um indivíduo ou empresa. Além disso, os bancos mantêm informações como nome, endereço, SSN e outros detalhes confidenciais. As chaves, no entanto, identificam apenas uma carteira com a qual a transação é feita.

O tipo de anonimato que a blockchain oferece pode ajudar a impedir que os usuários se tornem alvos de sequestro e roubo. Os usuários da blockchain podem realizar transações com segurança do conforto de onde quer que estejam no mundo em questão de minutos, independentemente do dia da semana ou da hora do dia. Além disso, ao contrário dos bancos, as redes blockchain não possuem horário de funcionamento.

Infelizmente, o anonimato na blockchain é uma faca de dois gumes. Embora a tecnologia mantenha seus participantes anônimos, isso pode oferecer oportunidades para atividades criminosas, como lavagem de dinheiro e tráfico de pessoas. 

Regulamentação das criptomoedas

Embora as criptomoedas e a tecnologia blockchain ofereçam oportunidades fenomenais para transações globais instantâneas, elas podem facilmente se tornar um veículo para atividades criminosas. Muitos países já enfatizaram a necessidade de regulamentações urgentes sobre o comércio de criptomoedas e transações de blockchain, mas os detalhes ainda não estão claros.

Atualmente, as transações de criptomoeda são o principal caso de uso para a maioria das blockchains públicas. Os regulamentos para essas transações de criptomoedas estão evoluindo todos os dias em todo o mundo. A regulamentação de criptomoeda são essenciais no combate à atividade criminosa, mas também podem causar transtornos para quem deseja total privacidade e anonimato.

Além disso, apenas alguns países aceitam criptomoedas como moeda legal. Alguns países, como os EUA, estão deixando para seus estados decidir o escopo completo da legalidade das transações e exchanges de criptomoedas. Na China, a criptomoeda foi declarada ilegal e até mesmo exchanges inteiras foram proibidas no país. Além disso, a China mantém firme sua posição sobre as restrições de criptomoedas e não parece que a China afrouxará suas proibições tão cedo. No entanto, os cidadãos chineses ainda conseguem encontrar maneiras de contornar a proibição usando plataformas que o firewall da China não consegue capturar.

Já no Brasil, a câmara aprovou um projeto de lei que regulamenta as criptomoedas.

Perguntas frequentes

O que é blockchain privada?

Quais são os tipos de blockchain?

O que é uma blockchain pública?

É impossível fraudar uma rede de blockchain?

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e com o objetivo único de informar. Qualquer atitude tomada pelo usuário a partir das informações veiculadas no site é de sua inteira responsabilidade.
Na seção Aprender, nossa prioridade é fornecer informações de alta qualidade. Nós tomamos o tempo necessário para identificar, pesquisar e produzir conteúdo que seja útil para nossos leitores.
Para manter esse padrão e continuar a criar um conteúdo de excelência, nossos parceiros podem nos recompensar com uma comissão por menções em nossos artigos. No entanto, essas comissões não afetam o processo de criação de conteúdo imparcial, honesto e útil.

Airi-Chaves-2.png
Airí Chaves
Com formação em marketing pela Universidade Estácio de Sá e um mestrado em liderança estratégica pela Unini, escreve para diversos meios do mercado de criptomoedas desde 2017. Como parte da equipe do BeInCrypto, contribuiu com quase 500 artigos, oferecendo análises profundas sobre criptomoedas, exchanges e ferramentas do setor. Sua missão é educar e informar, simplificando temas complexos para que sejam acessíveis a todos. Com um histórico de escrita para renomadas exchanges brasileiras,...
READ FULL BIO