Ver mais

Twitter x Threads: empresa de Elon Musk ameaça processar a Meta

2 mins
Por Rahul N.
Traduzido Anderson Mendes

EM RESUMO

  • O Twitter pode processar a Meta por suposta apropriação indevida de segredos comerciais pelo novo aplicativo Threads.
  • O aplicativo Threads da Meta está vinculado ao Instagram, fazendo com que os usuários percam ambas as contas se uma for excluída.
  • Em meio ao conflito Twitter-Meta, a Bluesky anunciou uma rodada inicial de US$ 8 milhões e seu primeiro serviço pago, afastando-se dos modelos tradicionais de publicidade.
  • promo

O Twitter enviou à Meta uma carta de cessar e desistir referente ao recém-lançado aplicativo Threads. A carta afirma que a Meta contratou ex-funcionários do Twitter para construir a rede social.

A empresa de Elon Musk está ameaçando entrar com uma ação legal contra a Meta por causa do aplicativo Threads. A informação vem de uma carta de cessar-e-desistir que a gigante da mídia social enviou à companhia de Mark Zuckerberg na quinta-feira (6). A base da ação legal está relacionada a segredos comerciais.

Leia mais: 4 criptomoedas que podem atingir novas máximas em julho de 2024

Redes sociais podem travar batalha judicial

A carta, escrita por Alex Spiro, afirma que o Twitter tem sérias preocupações sobre uma “apropriação indevida sistemática, intencional e ilegal” de seus segredos comerciais e propriedade intelectual. Ele também afirma que o aplicativo da Meta roubou os dados do Twitter.

Elon Musk comentou sobre o acontecimento, dizendo em seu perfil no Twitter que “a competição é boa, trapacear não”. Spiro também escreveu na carta que a Meta contratou dezenas de ex-funcionários do Twitter, que tiveram e continuam tendo acesso a segredos comerciais e informações altamente confidenciais da empresa.

O diretor de comunicações da Meta, Andy Stone, explicou no Threads o fato de que a equipe de engenharia da nova rede social não é constituída por ex-funcionários do Twitter.

Threads e Instagram

Um ponto de discórdia com o Threads é o fato de que, se os usuários excluíssem seu perfil da nova rede social, eles também perderiam sua conta no Instagram. Isso ocorre porque os dois estão intrinsecamente ligados. No entanto, os usuários podem excluir postagens individuais.

O aplicativo mostra que os usuários devem excluir sua conta do Instagram para excluir o perfil e os dados do Threads. Também explica por que a nova rede social não está disponível na Europa, já que os regulamentos da União Europeia exigem que os aplicativos tenham infraestrutura separada. Ainda assim, as ações da Meta subiram após o lançamento do app.

A batalha Twitter x Threads pode ganhar um outro concorrente, já que o Bluesky de Jack Dorsey, também vem progredindo. Este último anunciou uma rodada inicial de US$ 8 milhões e seu primeiro serviço pago em um post em blog publicado na quarta-feira (5).

A postagem, intitulada “Nosso plano para uma rede social aberta de forma sustentável”, fala sobre sua missão de longo prazo. A rodada de US$ 8 milhões foi liderada pela NEO, com outros investidores, incluindo o cocriador do Kubernetes, Joe Beda. O financiamento será usado para expansão da equipe, operações e custos de infraestrutura, além do crescimento do ecossistema AT Protocol e do aplicativo Bluesky.

Quanto aos seus planos de monetização, a Bluesky divulgou que abrirá mão do modelo de publicidade popular. Em vez disso, a empresa apresentará domínios personalizados como seu primeiro serviço pago. Ele fez parceria com a Namecheap para oferecer fácil compra e gerenciamento de domínio.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedasConfira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

4d198a1c7664cbf9005dfd7c70702e03.png
Anderson Mendes
Membro ativo da comunidade de criptoativos e economia em geral, Anderson é formado pela Universidade Positivo, e escreve sobre as principais notícias do mercado. Antes de entrar para a equipe brasileira do BeInCrypto, Anderson liderou projetos relacionados à trading, produção de notícias e conteúdos educacionais relacionados ao mundo cripto no sul do Brasil.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados