Ver mais

Plugin do Twitch permite venda de NFT

2 mins
Atualizado por Júlia V. Kurtz

EM RESUMO

  • PlayNFt vai permitir venda de NFTs no Twitch.
  • Mais de nove milhões de usuários poderão cunhar seus tokens..
  • Jogos NFTs continuam proibidos na STEAM.
  • promo

O estúdio de jogos Blockchain Enigma Games lançou um plugin para que gamers do Twitch usem NFTs para construir uma maior interação com seu público.

O recurso usa o blockchain Efinity da Enjin no PlayNFT e, deaplicativos um comunicado à imprensa, vai ajudar aumentar a funcionalidade dos tokens não fungíveis (NFT) em uma série de jogos e aplicativos e terá integração com o Twitch.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedasConfira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.

Os streamers poderão cunhar NFTs em jogos como Min-Mins, MyMeta Minecraft e Shield of Shalwend, que estão disponíveis no Steam. Eles também podem cunhar tokens no marketplace da PlayNFT para distribuir ao seu público.

A PlayNFT também pode ser usada por desenvolvedores para arrecadar fundos ou criar experiências únicas para a comunidade de jogos blockchain, de acordo com o site.

“Os streamers do Twitch estão constantemente procurando maneiras de alcançar novos públicos e se conectar com eles em um nível mais profundo. Acreditamos que os NFTs, como uma forma de moeda social, se tornarão a ferramenta de envolvimento da comunidade mais popular na Internet.” explica o CEO da Enigma Games, Xavier Moore. 

“PlayNFT é o primeiro mercado de utilitários NFT do mundo. Até agora, não houve uma maneira fácil para os criadores de tornar seus NFTs utilizáveis ​​em jogos e aplicativos de terceiros ”, disse a vice-presidente de comunicações da Enjin, Bryana Kortendick.

“Esperamos ver uma abundância de jogos e aplicativos ingressando na PlayNFT, para que criadores e streamers possam usar a plataforma para envolver significativamente seu público e aumentar o nível de seus NFTs de forma autônoma e descentralizada.”

Popularidade de games em NFT gera polêmica

A popularidade dos games jogue-e-ganhe não surgiu sem ser acompanhada por polêmicas. Em outubro, a popular plataforma gamer Steam proibiu a listagem e venda de jogos desenvolvidos em blockchain ou que estejam atrelados a NFTs e demais criptomoedas.

A Steam decidiu reformular o seu conjunto de regras e diretrizes, e, conforme descrito na seção “O que você não deve publicar na Steam”, quaisquer “aplicativos construídos na tecnologia blockchain que emitem ou permitem a troca de criptomoedas ou NFTs” estão totalmente proibidos, não podendo mais serem ofertados e adquiridos por empresas desenvolvedoras de jogos e usuários da plataforma.

Até o momento, nem a Steam ou a Valve Corporation, empresa criadora da plataforma, emitiram um comunicado oficial ou deram mais informações sobre os motivos para a restrição de jogos cripto.

Porém, segundo o perfil oficial do Age of Rust no Twitter, jogo onde é possível coletar NFTs e que estava presente na Steam, a empresa estaria tomando essa decisão por acreditar que ativos cripto possuem valor na vida real, e dessa forma não podem ser comercializados em sua plataforma.

Até o momento, nenhum jogo voltado para o mercado cripto tinha conseguido grande sucesso na Steam. No entanto, o fato de ser listado em uma das maiores plataformas gamers do mundo era visto como uma ótima forma de visibilidade para diversos projetos.

No Twitter, a maioria dos usuários reagiu negativamente a decisão da empresa. O perfil @GameX_Change comentou o anúncio do Age of Rust, afirmando que a Steam não teve uma verdadeira compreensão do potencial e benefícios que o mercado cripto podem oferecer, tanto para os desenvolvedores de jogos como para os jogadores.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

aline.jpg
Aline Fernandes
Aline Fernandes atua há 20 anos como jornalista. Especializada nas editorias de economia, agronegócio e internacional trabalha na BeINCrypto como editora do site brasileiro. Já passou por diversas redações e emissoras do país, incluindo canais setorizados como Globo News, Bloomberg News, Canal Rural, Canal do Boi, SBT, Record e Rádio Estadão/ESPM. Atuou também como correspondente internacional em Nova York e foi setorista de economia dentro do pregão da BM&F Bovespa, hoje B3 -...
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados