Ver mais

Tesouro dos EUA penalizará exchanges que contribuírem com russos sancionados

2 mins
Atualizado por Júlia V. Kurtz

EM RESUMO

  • Vice-secretário do Tesouro emite alerta para exchanges de criptomoedas.
  • A maioria das principais exchanges já concordou em cumprir com as ordens dos EUA.
  • A Ucrânia se beneficiou mais das criptomoedas do que a Rússia.
  • promo

O vice-secretário do Tesouro dos EUA comentou sobre as criptomoedas serem uma das principais preocupações em relação evasão de sanções russas.

Na terça-feira (29), o vice-secretário do Tesouro dos EUA, Wally Adeyemo, disse que qualquer indivíduo ou instituição que ajude a Rússia a contornar as sanções impostas será responsabilizada.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedas. Confira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.

Adeyemo mencionou especificamente as exchanges de criptomoedas ao falar com a CNBC esta semana. Ele afirmou que o governo dos EUA ainda não viram nenhuma evasão significativa de sanções, mas está ciente de que a Rússia tentará usar “todos os meios possíveis” para fazê-la.

O vice-secretário disse que empresas de fachada e ativos cripto provavelmente seriam usados, declarando:

“O que queremos deixar muito claro para as exchanges de criptomoedas, para as instituições financeiras, para os indivíduos, para qualquer pessoa que possa estar em posição de ajudar a Rússia a tirar vantagem e fugir de nossas sanções: vamos responsabilizá-lo”.

Exchanges cripto já estão seguindo as regras

Tem sido amplamente pesquisado, relatado e aceito que é muito improvável que um país do tamanho da Rússia use criptomoedas para evitar as sanções. No entanto, muitos políticos dos EUA ainda afirmam esta classe de ativos seja usada, sendo prejudicial em termos financeiros.

Adeyemo alertou que “viremos e encontraremos você”, embora não esteja claro como o governo local planeja manter as exchanges de criptomoedas sobre as quais não tem jurisdição sob o seu radar.

Muitas das principais exchanges do mundo, como Binance, Coinbase e Gemini, já concordaram em cumprir as sanções impostas pelos EUA e restringir ou relatar atividades suspeitas que possam estar ligadas a oligarcas ou organizações russas. Porém, isso não parece ter saciado os políticos anti-cripto do país.

A senadora anti-cripto Elizabeth Warren quer dar o passo extremo de banir completamente a indústria de ativos digitais. No início deste mês, ela propôs um novo projeto de lei que concederia ao Tesouro poderes excessivos sobre quaisquer entidades envolvidas com criptomoedas. Se promulgado, as autoridades dos EUA podem banir arbitrariamente desenvolvedores de software, mineradores e operadores de nós, caso sejam suspeitos de interagir com qualquer endereço cripto associado a usuários russos sancionados.

Felizmente, a indústria de criptomoedas e seus usuários se uniram em apoio à Ucrânia, já que as doações de ativos cripto para o país chegaram a US$ 100 milhões.

Isso não teria sido possível sem a sua tecnologia, que contrasta com o sistema bancário ineficiente e antiquado. Os ministros ucranianos estão trabalhando rápido para legalizar e legitimar as criptomoedas no país para ajudar seus cidadãos e forças de defesa a acessar os recursos doados.

No entanto, o governo dos EUA parece determinado em ver mais malefícios do que benefícios desta indústria.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Coinbase Coinbase Explorar
PancakeSwap PancakeSwap Até 50% APR
Margex Margex Explorar
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

f7bfa29036dc6f6195807a7f437b3041?s=120&d=mm&r=g
Martin Young
Martin tem abordado os últimos desenvolvimentos em segurança cibernética e infotech por duas décadas. Ele tem experiência em trade e tem coberto ativamente a indústria de blockchain e criptomoedas desde 2017.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados