Ver mais

São Paulo FC fecha patrocínio com Socios.com e terá fan token

2 mins
Atualizado por Júlia V. Kurtz

EM RESUMO

  • O São Paulo é o mais novo clube de futebol brasileiro a entrar no mercado de criptomoedas.
  • Parceria com a Chiliz prevê fan token produzido pela Chiliz.
  • Time é o mais novo do Brasil a buscar opções em cripto.
  • promo

O São Paulo Futebol Clube é o mais novo clube de futebol brasileiro a entrar no mercado de criptomoedas, ao firmar uma parceria com o Socios.com.

Conforme anúncio feito nesta quarta-feira (6), o Socios.com é o mais novo patrocinador oficial do São Paulo. Com contrato previsto para os próximos cinco anos, a marca da plataforma de engajamento e venda de fan tokens produzidos pela fintech Chiliz (CHZ) será estampada na linha frontal/escudeto do uniforme do clube.

Além do patrocínio, o acordo entre as instituições prevê a criação de um fan token para os torcedores do clube. Dessa forma, o São Paulo se junta a uma lista de mais de 70 instituições esportivas, que incluem grandes clubes do futebol europeu, franquias da NBA e escuderias da Fórmula 1, que já lançaram seus respectivos ativos digitais através do Socios.com.

Celebrando a nova parceria, o presidente do São Paulo, Julio Casares, destacou que a entrada no mercado critpo pode ser considerado um passo de reconhecimento do clube como uma marca global:

“A entrada do São Paulo em um universo em franca expansão é mais uma iniciativa que demonstra o protagonismo que queremos de volta ao clube que, passo a passo, vamos conseguir chegar lá”.

No entanto, detalhes sobre os valores do patrocínio, o nome do token e a sua respectiva data de lançamento ainda não foram divulgados.

Socios.com expande marca na América Latina

Este é o segundo contrato de patrocínio que o Socios.com concretiza com um clube brasileiro. Em setembro, foi fechado um acordo de aproximadamente R$ 145 milhões com o Flamengo, que também deve lançar o seu fan token em breve.

A plataforma de engajamento também se tornou a patrocinadora oficial do Inter de Milão e do principal campeonato de futebol da Argentina, que agora se chama Torneo Socios.com.

Estes contratos de patrocínio podem ser vistos como uma nova iniciativa do Socios.com e Chiliz em se estabelecerem como a principal ponte que conecta o mundo esportivo ao mercado de criptomoedas e tecnologia blockchain.

Devido ao sucesso que as empresas estão tendo ao concretizar acordos com instituições esportivas globais, o token nativo da fintech, o CHZ, chegou a disparar mais de 4.000% no início deste ano.

Futebol brasileiro e tokenização

Com o novo acordo celebrado, o São Paulo se junta a cada vez maior lista de clubes de futebol do país a explorar novas alternativas no mercado cripto.

Pioneiro neste ramo, o Vasco da Gama lançou no ano passado um token em parceria com a Mercado Bitcoin, que gera rendimentos aos seus detentores conforme o clube consegue receita com a venda dos seus jogadores.

Este modelo de token também foi aderido pelo Cruzeiro, que conseguiu uma receita milionária na venda dos seus ativos. Santos e Coritiba também planejam lançar ainda este ano seus ativos neste formato.

Já o Atlético MG e Corinthians foram os primeiros clubes do país a lançar fan tokens no Socios.com. Em seu dia de lançamento, o $SCCP arrecadou R$ 8,7 milhões, com parte da receita indo direto para o clube paulista.

Com isso, a tokenização de ativos tem se mostrado, além de uma forma de aproximar e gerar mais engajamento com os fãs, uma ótima fonte de receita para os times de futebol do país.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

4d198a1c7664cbf9005dfd7c70702e03.png
Anderson Mendes
Formado em Administração de Empresas pela Universidade Positivo, Anderson atua como redator para o BeInCrypto há 2 anos. Escreve sobre as principais notícias do mercado de criptomoedas e economia em geral. Antes de entrar para a equipe brasileira do site, participou de projetos relacionados à trading, produção de notícias e conteúdos educacionais relacionados ao mundo cripto em sua cidade natal, Curitiba.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados