Ver mais

Saiu a extradição de Do Kwon (mas ninguém sabe para onde)!

2 mins
Por David Thomas
Traduzido Júlia V. Kurtz

O ex-CEO do Terraform Labs, Do Kwon, poderá ser extraditado após uma decisão do Tribunal Superior Montenegrino. Só que ainda não se sabe se seu destino será os Estados Unidos ou a Coreia do Sul

Kwon concordou em ser deportado para a Coreia do Sul, mas a decisão final cabe ao ministro da Justiça, Andrej Milovic.

Embora não esteja claro onde Do Kwon enfrentará acusações depois de cumprir pena de prisão por falsificação em Montenegro, o ministro deu a entender que a região pretende assinar um acordo de extradição com os EUA, o seu principal parceiro de política externa. Kwon também é procurado na Coreia do Sul por violação da lei do mercado de capitais.

Kwon prefere a Coreia do Sul aos EUA

Os advogados de Kwon já responderam à legitimidade das alegações feitas pelas autoridades dos EUA. Recentemente, eles acrescentaram que Kwon prefere a extradição para a Coreia do Sul.

Kwon parecia ter desaparecido após o colapso da stablecoin TerraUSD (UST) e de sua moeda irmã Luna (LUNA), em maio de 2022. A UST era uma stablecoin que mantinha o valor de um dólar americano por meio de software que controlava a cunhagem e queima de LUNA.

Leia mais: 4 criptomoedas que podem atingir novas máximas em julho de 2024

O algoritmo falhou após uma série de grandes retiradas de UST de um pool de stablecoin. O mecanismo de cunhagem e queima não tinha disjuntor e acabou reduzindo o preço de ambas as moedas para perto de zero. As autoridades coreanas argumentam que o software nunca funcionou porque o algoritmo era muito difícil de acertar.

Saiu a extradição de Do Kwon (mas ninguém sabe para onde)!

Em seguida, em setembro do mesmo ano, as autoridades solicitaram que a Interpol emitisse um Alerta Vermelho para prender Kwon. Depois disso, ele foi preso em um aeroporto de Montenegro com passaportes falsos. Ele cumprirá sua sentença de quatro meses antes de sua extradição.

CEOs cripto enfrentam pelotão de fuzilamento

Se condenado, Kwon se tornará o terceiro CEO cripto considerado culpado de crimes financeiros desde o colapso da Terra. Esta semana, por exemplo, o agora ex-CEO da Binance, Changpeng Zhao, se declarou culpado da violação de leis de lavagem de dinheiro e sanções.

Seu acordo judicial pode levá-lo a pegar até 18 meses de prisão.

No 2 de novembro, por outro lado, um júri considerou o ex-CEO da FTX, Sam Bankman-Fried, por lavagem de dinheiro e fraude. Ele pode pegar até 110 anos de prisão, embora haja a possibilidade de clemência. Seu julgamento de sentença será em março.

A onda de atividades ilegais no setor cripto fez com que regiões como Hong Kong e Coreia do Sul desenvolvessem leis para proteger os investidores. Cingapura, onde Kwon morava antes do colapso do TerraUSD, também avançou ​​em direção a regulamentações que protegem os clientes cripto no varejo.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

Julia.png
Júlia V. Kurtz
Editora do BeInCrypto Brasil, a jornalista é especializada em dados e participa ativamente da comunidade de Criptoativos, Web3 e NFTs. Formada pelo Knight Center for Journalism in the Americas da Universidade do Texas, possui mais de 10 anos de experiência na cobertura de tecnologia, tendo passado por veículos como Globo, Gazeta do Povo e UOL.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados