Ver mais

Colapso Terra (LUNA): empresa é acusada de provocar o desastre

2 mins
Por Harsh Notariya
Traduzido Anderson Mendes

EM RESUMO

  • A Terraform Labs entrou com uma ação judicial para forçar a Citadel Securities a fornecer documentos relacionados ao colapso do TerraUSD.
  • A SEC acusou a Terraform Labs de manipulação de mercado e fraude em fevereiro de 2023.
  • A Terraform Labs alega que o colapso se deveu às fortes vendas a descoberto de formadores de mercado como a Citadel, apoiadas por dados da Nansen.
  • promo

A Terraform Labs entrou com uma ação judicial para forçar a Citadel Securities a entregar documentos que a Terra afirma mostrar que o market maker teve participação no colapso do stablecoin TerraUSD (UST) no ano passado.

O fim do Terraform Labs abalou o mercado de criptomoedas, sendo um dos catalizadores para o inverno cripto. O evento começou com a sua stablecoin algorítmica, UST, perdendo a sua atrelagem ao dólar.  

Leia mais: 4 criptomoedas que podem atingir novas máximas em julho de 2024

Terraform Labs pede à Citadel para enviar documentos

O documento judicial mostra que a Terraform Labs pediu ao tribunal que obrigasse a Citadel a fornecer certos documentos das atividades comerciais da empresa criadora de mercado. A Terra cita que os documentos são necessários para sua defesa contra a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC)

Em fevereiro, a SEC acusou a Terraform Labs e o ex-CEO Do Kwon de manipulação de mercado e fraude. A autarquia acredita que essas manipulações foram as responsáveis pelo colapso do ecossistema Terra (LUNA).

Colapso Terra (LUNA): empresa é acusada de provocar o desastre

No entanto, a Terraform Labs afirma que o colapso aconteceu devido às fortes vendas a descoberto de formadores de mercado como a Citadel. Argumenta ainda que os dados da empresa de análise de blockchain Nansen sugerem que sete comerciantes de baleias causaram a desativação da stablecoin UST.

O processo judicial menciona:

“Informações compiladas pela empresa de análise de criptomoedas Nansen indicam que o depeg de maio de 2022 foi causado pelo ato de apenas sete comerciantes chamados de “baleias”. De acordo com a Nansen, sua “investigação na cadeia revelou que um pequeno número de jogadores identificou vulnerabilidades no início da desvinculação do UST”.

Um ataque ao estilo Soros?

Os documentos judiciais também mencionaram que muitos traders receberam rumores sobre o CEO da Citadel, Ken Griffin, querer vender a descoberto a stablecoin UST. De acordo com os documentos, um trader com pseudônimo @GiganticRebirth escreveu em um servidor do Discord:

“Eu almoço com Ken Griffin cerca de duas vezes por mês… ele estava me contando enquanto comia uma bela costela de bacon que eles iriam atacar a Luna estilo Soros.”

O infame trader/investidor George Soros é conhecido por quebrar o Banco da Inglaterra em 1992 ao apostar contra, ou vender a descoberto, a libra. Alguns analistas afirmam que a descentralização do UST foi um “ataque brilhante ao estilo Soros”.

Portanto, a Terraform Labs busca documentos “que descrevam qualquer estratégia de negociação em qualquer um dos seus tokens ou dos Instrumentos Financeiros Terra durante o período de 1º de março de 2022 a 31 de maio de 2022” da Citadel.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedas. Confira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

4d198a1c7664cbf9005dfd7c70702e03.png
Anderson Mendes
Membro ativo da comunidade de criptoativos e economia em geral, Anderson é formado pela Universidade Positivo, e escreve sobre as principais notícias do mercado. Antes de entrar para a equipe brasileira do BeInCrypto, Anderson liderou projetos relacionados à trading, produção de notícias e conteúdos educacionais relacionados ao mundo cripto no sul do Brasil.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados