Ver mais

Reino Unido prende cofundadores de exchange cripto por operações ilícitas

2 mins
Atualizado por Thiago Barboza

EM RESUMO

  • FCA do Reino Unido prende co-fundadores de exchange de criptomoedas por operações não registradas de US$ 1,26 bilhão.
  • As autoridades fazem buscas nas instalações, apreendem dispositivos; os suspeitos são liberados sob fiança.
  • A FCA enfatiza a aplicação rigorosa contra atividades ilícitas envolvendo criptoativos
  • Reino Unido aperta o cerco para cripto e prende empresários
  • promo

A Autoridade de Conduta Financeira do Reino Unido (FCA), em colaboração com o Serviço de Polícia Metropolitana, prendeu dois cofundadores de uma exchange de criptomoedas. Eles são suspeitos de operar um negócio não registrado que lidava com mais de £ 1 bilhão (aproximadamente US$ 1,26 bilhão) em ativos de cripto.

Essa operação destaca os esforços para combater as transações ilícitas no setor de criptografia.

FCA do Reino Unido investiga indivíduos não identificados

As autoridades realizaram inspeções detalhadas nas instalações comerciais ligadas aos suspeitos, de 38 e 44 anos. Os investigadores também fizeram buscas em duas propriedades residenciais em Londres, apreendendo vários dispositivos digitais.

Após essas ações, os dois indivíduos foram interrogados e, posteriormente, liberados sob fiança. No entanto, a FCA não compartilhou informações sobre os nomes dos indivíduos ou de suas empresas. Desse modo, a investigação em andamento enfatiza a complexidade do caso.

No Reino Unido, as exchanges de criptomoedas devem se registrar na FCA e aderir aos regulamentos de combate à lavagem de dinheiro do país. Essa exigência evita, por exemplo, que o mercado cripto se torne um canal para atividades ilícitas.

Therese Chambers, Diretora Executiva de Fiscalização e Supervisão de Mercado da FCA, reforçou a dedicação da agência..

“A FCA tem um papel importante a desempenhar para manter o dinheiro sujo fora do sistema financeiro do Reino Unido. Essas prisões mostram que faremos tudo o que estiver ao nosso alcance para impedir que as empresas de cripto operem ilegalmente no Reino Unido”, disse Chambers.

Além disso, esse incidente não é a primeira ação da FCA contra a não conformidade cripto. Em outubro de 2023, a agência impôs uma multa de US$ 7,8 milhões à ADM Investor Services International. Essa corretora de commodities sediada na cidade de Nova York foi penalizada por não cumprir os padrões de combate à lavagem de dinheiro.

Desde outubro, a FCA intensificou sua estrutura regulatória, especialmente em relação ao marketing cripto. Qualquer empresa que promova criptoativos para clientes do Reino Unido sem aderir às novas diretrizes enfrentará penalidades severas.

Essas penalidades incluem multas ilimitadas ou prisão por até dois anos. De acordo com essas regulamentações, a FCA também forneceu exemplos em seu site ilustrando práticas boas e ruins em preparação para a aplicação dessas regras de marketing.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Coinbase Coinbase Explorar
PancakeSwap PancakeSwap Até 50% APR
Margex Margex Explorar
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Coinbase Coinbase Explorar
PancakeSwap PancakeSwap Até 50% APR
Margex Margex Explorar
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

aline.jpg
Aline Fernandes
Aline Fernandes atua há 20 anos como jornalista. Especializada nas editorias de economia, agronegócio e internacional trabalha na BeINCrypto como editora do site brasileiro. Já passou por diversas redações e emissoras do país, incluindo canais setorizados como Globo News, Bloomberg News, Canal Rural, Canal do Boi, SBT, Record e Rádio Estadão/ESPM. Atuou também como correspondente internacional em Nova York e foi setorista de economia dentro do pregão da BM&F Bovespa, hoje B3 -...
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados