Real Madrid e Barcelona registram marca para produtos no metaverso

Atualizado por Júlia V. Kurtz
EM RESUMO
  • Real Madrid e Barcelona registraram em conjunto uma marca comercial que abrange produtos cripto e metaverso.
  • O pedido de marca foi submetido ao United States Patent and Trademark Office (USPTO).
  • No início de junho, duas marcas registradas de criptomoedas também foram enviadas pela Premier League inglesa (EPL).
  • promo

    Comece agora a ganhar até 8% anuais com o novo programa de Staking da Stormgain!Entre hoje no nosso Telegram!

Real Madrid e Barcelona, dois clubes de futebol espanhóis, uniram forças para registrar uma marca que abrange transações de criptomoedas e suas ofertas de metaverso web3.

O pedido de registro da marca foi submetido ao United States Patent and Trademark Office (USPTO) em 5 de agosto.

O que a marca registrada cobre

O advogado licenciado pelo USPTO, Mike Kondoudis, tuitou no dia 11 de agosto para confirmar a notícia de que a marca cobria realidade virtual e software cripto, software para download para uso como uma carteira eletrônica e software para gerenciar transações de criptomoeda usando tecnologia blockchain, entre outras ofertas na criptomoeda e espaço de jogos virtuais.

No início de junho, duas marcas registradas de criptomoedas também foram enviadas pela Premier League inglesa (EPL), já que a liga sinalizou uma entrada no setor de metaversos. Logo depois, em julho, o time de futebol da Premier League Crystal Palace também solicitou uma marca registrada que cobria produtos NFT e cripto.

Expansão da web3 continua em 2022

A tradição de expansão da web3 e registro de marcas não se limita ao futebol ou mesmo ao esporte. De acordo com informações do escritório de marcas registradas, a gigante de pagamentos Mastercard havia enviado pelo menos 15 pedidos de marcas relacionadas a criptomoedas, NFTs e o metaverso.

No final de dezembro de 2021, o Walmart também registrou pelo menos sete marcas que indicam a incursão do varejista em criptomoedas e NFTs. A panificadora americana Panera também registrou uma marca para o “Paneraverso”, à medida que as empresas aceleram sua expansão para a Web3.

Real Madrid e Barcelona fazem registro de marca para produtos no metaverso

Estima-se que mais de 2.700 solicitações relacionadas ao metaverso foram enviadas ao USPTO de 1º de janeiro a 31 de maio, acima das 507 solicitações durante o mesmo período do ano passado. Enquanto isso, de acordo com a McKinsey & Company, o investimento global no metaverso também atingiu US$ 120 bilhões até maio deste ano, o dobro do valor investido durante todo o ano passado.

Além disso, os pedidos de marca registrada relacionados a NFT registrados no USPTO também estão aumentando.

  • Ficou com alguma dúvida? O Be[in]Crypto possui uma série de artigos para lhe ajudar a entender o universo cripto. Confira!
  • Se quiser ficar atualizado no que acontece de mais importante no espaço cripto, junte-se ao nosso grupo no Telegram!

Kondoudis também revelou que mais de 4.000 pedidos de registro de marcas relacionadas a NFT foram enviados ao USPTO entre 1º de janeiro e 31 de maio de 2022, acima de um total de 363 pedidos no ano anterior.

Dito isto, as preocupações permanecem para os cães de guarda.

Recentemente, pesquisadores do Banco da Inglaterra afirmaram que o uso generalizado de criptomoedas em um metaverso totalmente formado pode ser um perigo sistêmico para a estabilidade financeira.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.