Ver mais

Preço do Bitcoin vai atingir US$ 150.000 em setembro de 2025, diz trader

2 mins
Traduzido Júlia V. Kurtz

EM RESUMO

  • O trader Peter L. Brandt espera que o Bitcoin atinja US$ 150.000 em setembro de 2025.
  • Sua análise vincula os picos de preço do Bitcoin a eventos de halving e a padrões anteriores do mercado de alta.
  • Analistas como CryptoCon e PlanB apóiam a previsão altista de Brandt para o Bitcoin após o halving.
  • promo

O trader Peter L. Brandt compartilhou uma previsão ousada para o Bitcoin. De acordo com Brandt, o preço do Bitcoin poderia chegar a US$ 150.000 em setembro de 2025.

Essa previsão decorre de padrões históricos observados nos ciclos de mercado do Bitcoin, especificamente relacionados a seus eventos de “halving”.

O ciclo simétrico do halving do Bitcoin

Em sua última análise, intitulada “The Beautiful Symmetry of Past Bitcoin Bull Market Cycles” (“A bela simetria dos ciclos passados do mercado de alta do Bitcoin’), Brandt enfatiza o papel crucial do halving do Bitcoin. Esses eventos, em que as recompensas de mineração são reduzidas à metade, historicamente marcaram os pontos médios dos ciclos do mercado de alta do Bitcoin.

Brandt observa que os intervalos de tempo entre o início de um mercado de alta e as datas de halving refletem de perto os intervalos entre as datas de halving e os picos de mercado subsequentes.

Leia mais: O que é o Halving do Bitcoin?

“Mais especificamente, o número de semanas desde o início de cada ciclo do mercado de alta (a baixa após um declínio de mais de 75%) até as datas de halving foi quase igual ao número de semanas desde as datas de halving até as altas subsequentes do mercado de alta”, escreveu ele.

Se esse padrão se mantiver, Brandt previu que o Bitcoin poderia atingir seu próximo pico em agosto ou setembro de 2025. Ele sugere que o preço pode subir para um valor entre US$ 130.000 e US$ 150.000, seguindo uma curva parabólica invertida que caracterizou os mercados de alta anteriores.

Desempenho do preço do Bitcoin em cada halving do ciclo.
Desempenho do preço do Bitcoin em cada ciclo de halving. Fonte: Peter L. Brandt

Entretanto, Brandt permanece cauteloso, reconhecendo que nenhum método de análise é infalível. Ele atribui uma probabilidade de 25% de que o Bitcoin já tenha atingido o pico neste ciclo. Ele aconselha os traders a monitorar de perto o desempenho do Bitcoin, especialmente se ele não conseguir atingir um novo recorde histórico e cair abaixo de US$ 55.000.

Analistas otimistas

Outros analistas de destaque também compartilham perspectivas otimistas para o Bitcoin. O analista técnico de criptomoedas CryptoCon aponta para o indicador Valor de Mercado para Valor Realizado (MVRV) como uma métrica crítica para identificar os topos e fundos do ciclo.

De acordo com CryptoCon, o preço do Bitcoin atingiu níveis em março de 2024, consistentes com os topos iniciais vistos em ciclos anteriores. Isso indica que há espaço para mais crescimento.

Por outro lado, o analista cripto PlanB também apoia uma visão altista. Ele destacou, por exemplo, o desempenho pós-halving do Bitcoin em junho, observando seu alinhamento com o modelo Stock-to-Flow.

Por fim, com base nessa análise, o Bitcoin ainda está no caminho certo para estar em um mercado de alta após o halving. PlanB destacou que o Bitcoin mostra um padrão semelhante no modelo Stock-to-Flow aos três halvings anteriores.

“A grande mudança no resultado do modelo Stock-to-Flow e Stock-to-Flow é em torno dos halvings. Portanto, um grande salto em torno do halving do valor do modelo e, em seguida, um preço do Bitcoin que mostra um pouco de defasagem, mas que eventualmente alcança o valor do modelo, e isso é exatamente o que aconteceu nos últimos três halvings, e espero que aconteça no próximo ano”, disse PlanB.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

Julia.png
Júlia V. Kurtz
Editora do BeInCrypto Brasil, a jornalista é especializada em dados e participa ativamente da comunidade de Criptoativos, Web3 e NFTs. Formada pelo Knight Center for Journalism in the Americas da Universidade do Texas, possui mais de 10 anos de experiência na cobertura de tecnologia, tendo passado por veículos como Globo, Gazeta do Povo e UOL.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados