Ver mais

O que é o Halving do Bitcoin e como ele funciona

6 mins
Atualizado por Airí Chaves

Este artigo explora o conceito de “halving” no contexto do Bitcoin (BTC). O halving é um evento que ocorre aproximadamente a cada quatro anos e tem um impacto significativo na distribuição e inflação do Bitcoin. 

Abordaremos os princípios básicos da rede e da mineração do Bitcoin, explicando como eles se relacionam com o halving. Além disso, veremos a importância do halving do Bitcoin para o futuro da criptomoeda, especialmente em relação ao seu preço e à oferta e demanda do Bitcoin.

O que é o halving do Bitcoin e por que ele é importante?

O halving é um dos eventos mais importantes na blockchain do Bitcoin. Quando os mineradores cortam pela metade a quantidade de novos bitcoins criados e ganhos, o halving acontece. Isso ocorre aproximadamente a cada quatro anos e visa controlar deliberadamente a distribuição do Bitcoin. Além disso, previne a inflação e desempenha outros papéis significativos que o tornam um dos conceitos essenciais no mundo das criptomoedas.

Desde 2020, os participantes da rede que validam as transações têm recebido 6,25 bitcoins (BTC) para cada bloco minerado com sucesso. Espera-se que o próximo halving ocorra em 19 de abril de 2024, quando a recompensa por bloco cairá para 3,125.

Muitos aspectos precisam de exploração, mas o halving do Bitcoin provavelmente se destaca como um dos conceitos mais inovadores da indústria de cripto/blockchain.

Taxa de inflação pelo tempo. A linha laranja representa a % de inflação e a azul a base monetária – os bitcoins gerados. [Thiago Simões]

Como funciona a rede Bitcoin funciona?

A base tecnológica do Bitcoin, conhecida como blockchain, constitui uma rede de computadores (denominados nós) que executam o software do Bitcoin. Eles são responsáveis por manter um registro parcial ou completo das transações realizadas na rede.

Cada nó completo — isto é, um nó que possui todo o histórico de transações do Bitcoin — é encarregado de validar ou rejeitar uma transação na rede. Para isso, o nó realiza uma verificação para assegurar a validade da transação. Isto inclui a confirmação dos parâmetros de validação corretos e a não ultrapassagem do tamanho exigido.

Cada transação é aprovada individualmente, sendo dito que isso ocorre somente após todas as transações contidas em um bloco serem aprovadas. Após a aprovação, a transação é adicionada à blockchain existente e transmitida para outros nós.

A inclusão de mais computadores (ou nós) à blockchain aumenta sua estabilidade e segurança. Na data de revisão deste artigo, a estimativa é a de que 18.555 nós estão executando o código do Bitcoin. Em 21 de fevereiro de 2024, a estimativa era a de 18.257.

Embora qualquer pessoa possa participar da rede Bitcoin como um nó, caso possua armazenamento suficiente para baixar toda a blockchain e seu histórico de transações, nem todos os nós são mineradores.

Como funciona a mineração do Bitcoin

A mineração de Bitcoin é o procedimento pelo qual as pessoas utilizam computadores ou hardware específico para participar da rede blockchain do Bitcoin, atuando como processadores e validadores de transações. O Bitcoin emprega um sistema conhecido como proof of work (PoW) para autenticar as informações das transações. Esse método é chamado de “prova de trabalho” pois resolver o hash criptografado demanda tempo e energia, servindo como evidência de que o trabalho foi realizado.

Quando um bloco é preenchido com transações, ele é fechado e inserido numa fila de mineração. Assim que na fila para verificação, os mineradores de Bitcoin competem para serem os primeiros a encontrar um número com valor inferior ao do hash. O hash, por sua vez, é um número hexadecimal que inclui todas as informações criptografadas dos blocos anteriores.

A mineração confirma a legitimidade das transações em um bloco e inaugura um novo. Os nós então validam as transações em uma série de confirmações. Esse processo gera uma cadeia de blocos contendo informações, formando a blockchain.

Como o halving do Bitcoin afeta a emissão de novos BTCs?

A rede minera 210.000 blocos — o que acontece aproximadamente a cada quatro anos — e reduz pela metade a recompensa que concede aos mineradores de Bitcoin pela validação de transações. Esse evento é conhecido como halving (que significa metade, em inglês) por cortar pela metade a taxa de emissão de novos bitcoins em circulação.

O sistema de recompensas continuará até por volta de 2140, quando se espera alcançar o limite de 21 milhões de moedas. Nesse ponto, os mineradores receberão taxas dos usuários da rede pela validação de transações. Essas taxas asseguram que os mineradores continuem a ter incentivos para participar e manter a rede em funcionamento.

O halving é um evento de importância porque assinala outra redução na taxa de novos Bitcoins produzidos à medida que se aproxima o seu fornecimento finito. Em 2009, a recompensa por cada bloco minerado era de 50 bitcoins. Em fevereiro de 2024, cerca de 19,6 milhões de bitcoins estavam em circulação. Aproximadamente 1,4 milhão restam para liberação através de recompensas de mineração.

Quando ocorreram os halvings anteriores do Bitcoin?

Até o momento, ocorreram três halvings:

  • 28 de novembro de 2012, reduzindo a recompensa para 25 bitcoins;
  • 9 de julho de 2016, reduzindo a recompensa para 12,5 bitcoins;
  • 11 de maio de 2020, reduzindo a recompensa para 6,25 bitcoins.
o que é halving do bitcoin: Bitcoin Rainbow Chart
Bitcoin Rainbow Chart – Fonte: BlockchainCenter

Quando acontecerá o próximo Halving do Bitcoin?

A data do halving do Bitcoin é imprecisa porque se baseia na altura do bloco, não em uma data específica. A altura do bloco é o número de blocos minerados na blockchain do Bitcoin. O halving ocorre a cada 210.000 blocos, equivalendo a aproximadamente a cada quatro anos. No entanto, o tempo necessário para minerar um bloco pode variar, o que significa que a data exata do halving pode ser um pouco mais cedo ou mais tarde do que o previsto.

Fatores que podem influenciar na data do halving do Bitcoin

Alguns dos fatores que podem afetar a data do halving do Bitcoin são:

  • Dificuldade de mineração: A cada 2.016 blocos, existem ajustes feitos na dificuldade de mineração para garantir que o tempo médio de bloco seja de 10 minutos. Se aumentarmos a dificuldade de mineração, o tempo para minerar um bloco aumentará e adiaremos o halving;
  • Hashrate: A hashrate mede a potência de computação usada para minerar Bitcoin. Se aumentarmos a hashrate, o tempo para minerar um bloco diminuirá e aceleraremos o halving;
  • Mudanças no protocolo: é possível alterar o protocolo do Bitcoin para alterar a frequência do halving ou o número de bitcoins reduzidos pela metade.

Qual é previsão de data para o halving do Bitcoin em 2024?

Embora não possamos precisar a data exata do halving, podemos estimá-la com base nos fatores mencionados acima. A estimativa é que o próximo halving do Bitcoin ocorra entre os dias 19 e 20 de abril de 2024.

Conforme pudemos observar no Bitcoin Rainbow Chart acima, os três últimos halvings do Bitcoin ocorreram quando o preço do BTC estava relativamente baixo. Se essa tendência continuar, é provável que o atual mercado de baixa das criptomoedas se prolongue até o fim do primeiro semestre de 2024, com uma possível reversão da tendência no segundo semestre deste ano. O próximo halving do Bitcoin pode desempenhar um papel importante na recuperação do mercado de criptomoedas ao afetar positivamente o preço do Bitcoin.

O Impacto do halving no futuro do Bitcoin

O halving do Bitcoin é um evento importante que afeta diretamente a oferta e demanda da criptomoeda, com potencial para influenciar seu preço a longo prazo. A cada quatro anos, há uma redução da recompensa por bloco minerado, o que limita a quantidade de novos bitcoins em circulação. Essa escassez programada, aliada à crescente demanda pelo Bitcoin, pode resultar em um aumento do valor da criptomoeda.

Embora não possamos garantir que o halving aumentará o preço, períodos de valorização seguiram historicamente os eventos anteriores. Para os investidores, o halving é um momento de observação e análise. É essencial acompanhar os indicadores de mercado, como taxa de hash, dificuldade de mineração e volume de negociação para tomar decisões embasadas.

Com o tempo, a escassez da criptomoeda pode se tornar um fator ainda mais relevante para determinar seu preço, fazendo do halving um evento ainda mais aguardado pelos investidores.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e com o objetivo único de informar. Qualquer atitude tomada pelo usuário a partir das informações veiculadas no site é de sua inteira responsabilidade.
Na seção Aprender, nossa prioridade é fornecer informações de alta qualidade. Nós tomamos o tempo necessário para identificar, pesquisar e produzir conteúdo que seja útil para nossos leitores.
Para manter esse padrão e continuar a criar um conteúdo de excelência, nossos parceiros podem nos recompensar com uma comissão por menções em nossos artigos. No entanto, essas comissões não afetam o processo de criação de conteúdo imparcial, honesto e útil.

Airi-Chaves-2.png
Airí Chaves
Com formação em marketing pela Universidade Estácio de Sá e um mestrado em liderança estratégica pela Unini, escreve para diversos meios do mercado de criptomoedas desde 2017. Como parte da equipe do BeInCrypto, contribuiu com quase 500 artigos, oferecendo análises profundas sobre criptomoedas, exchanges e ferramentas do setor. Sua missão é educar e informar, simplificando temas complexos para que sejam acessíveis a todos. Com um histórico de escrita para renomadas exchanges brasileiras,...
READ FULL BIO