Urgente OpenSea sofre hack e 332 ETH são roubados

24 janeiro 2022, 10:13 -03
Atualizado por Júlia V. Kurtz
24 janeiro 2022, 10:44 -03
EM RESUMO
  • A OpenSea foi alvo de um ataque hacker que conseguiu roubar 332 unidades de Ethereum (ETH) segundo a PeckShield.
  • Prejuízo ultrapassa os US$ 700.000.
  • Este é o segundo hack que uma grande plataforma cripto sofre em menos de sete dias.
  • promo

A OpenSea foi alvo de um ataque hacker que conseguiu roubar 332 unidades de Ethereum (ETH) de seus fundos, segundo a empresa de análise e segurança blockchain PeckShield.

Em seu perfil no Twitter, a PeckShield destacou que a OpenSea tinha sido vítima do que parecia ser um “problema de front-end”, causado por um invasor que conseguiu roubar 332 ETH de seus fundos.

Ao considerar o preço atual do ativo, de US$ 2.220, estima-se que o prejuízo da OpenSea com o hack seja de mais de US$ 700 mil dólares. Apesar de não ser o maior montante já visto em um roubo envolvendo NFTs, o episódio escancara mais uma adversidade que a empresa terá que enfrentar.

/Artigos relacionados

Mais artigos
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedas. Confira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter, Instagram e Facebook.

OpenSea e seus problemas

A OpenSea rapidamente se estabeleceu como o maior marketplace de NFTs do mundo, movimentando mais de US$ 10 bilhões na venda desses ativos em 2021.

Porém, nem tudo tem sido perfeito na atuação da empresa neste mercado. Um bug em sua plataforma já havia possibilitado que hackers roubassem NFTs de seus usuários anteriormente.

Recentemente, ela ainda teve que congelar negociações de Bored Apes após um usuário relatar fraudes sendo aplicadas em relação a coleção. Além disso, a empresa precisou suspender sua plataforma de negociações devido a problemas em seu banco de imagens na última quinta-feira (20).

Por causa disso, usuários ficaram impossibilitados de visualizar as imagens de seus NFTs, inclusive em outras plataformas, como Twitter e MetaMask. O recente problema ainda reacendeu os debates sobre o mercado de tokens não fungíveis estar profundamente centralizado em uma única plataforma.

Até o momento, a OpenSea não se manifestou sobre o hack sofrido. Este é o segundo ataque hacker que uma grande plataforma cripto sofre nos últimos dias. Na semana passada, a PeckShield  já havia alertado que a Crypto.com tinha sido vítima de criminosos digitais, que conseguiram invadir e roubar mais de US$ 30 milhões do capital da exchange.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.