Ver mais

Nova regulamentação para criptoativos pode levar à prisão perpétua na Coreia do Sul

2 mins
Por Harsh Notariya
Traduzido Aline Fernandes

A Coreia do Sul estabeleceu regulamentações rigorosas que podem levar à prisão perpétua para envolvidos em ganhos ilícitos com criptoativos superiores a US$ 3,7 milhões. 

Esta diretriz é parte da Lei de Proteção ao Usuário de Ativos Virtuais, criada em 18 de julho de 2023, que deverá ser implementada a partir de 19 de julho deste ano.

Os objetivos da lei incluem proteger os usuários de criptomoedas e instaurar ordem no mercado de criptoativos sul-coreano.

Leia mais: 4 criptomoedas que podem atingir novas máximas em julho de 2024

Coreia do Sul preparada para implementar regulamentações robustas sobre criptoativos

As novas regras proíbem práticas como ocultação de informações importantes, manipulação de mercado e fraude.

Violação das normas pode levar a penas severas, incluindo pelo menos um ano de prisão ou multas de três a cinco vezes os ganhos ilícitos. 

No entanto, as consequências são mais graves para ganhos ilícitos de mais de 50 bilhões de won coreanos, cerca de US$ 3,7 milhões. As penas podem ir até a prisão perpétua e as multas podem exceder os ganhos ilegais.

A aplicação destas sanções segue um processo estruturado onde a Comissão de Serviços Financeiros (FSC) desempenha um papel fundamental. O FSC deve notificar o Procurador-Geral de quaisquer suspeitas relacionadas com violações de ativos virtuais. As autoridades sul-coreanas podem impor multas na sequência de uma investigação e da recepção dos resultados da decisão do Procurador-Geral.

“Se for encontrada uma violação da ‘Lei de Proteção ao Usuário de Ativos Virtuais’, a Comissão de Serviços Financeiros pode tomar medidas como suspensão de negócios, ordens corretivas, apresentação de reclamações ou notificação de autoridades investigativas contra operadores de ativos virtuais”, afirmou o FSC .

A Lei de Proteção ao Usuário de Ativos Virtuais define diretrizes para proteger os ativos do usuário. Exige que as exchanges cripto protejam os depósitos e ativos dos usuários. Uma grande parte deve ser armazenada offline. 

Além disso, as plataformas devem ter seguro ou fundos de reserva em caso de hackers ou falhas.

A regulamentação torna-se imperativa à luz da expansão projetada no mercado de criptomoedas da Coreia do Sul.  Com uma Taxa Composta de Crescimento Anual (CAGR) prevista de 5,12% de 2024 a 2028, a receita do mercado cripto deverá atingir US$ 2,2 bilhões até 2028.

Nova regulamentação para criptoativos pode levar à prisão perpétua na Coreia do Sul
Receita cripto da Coreia do Sul. Fonte: Statista

Além disso, a postura proativa da Coreia do Sul em relação à regulamentação das criptomoedas é parte de um esforço mais amplo para proteger o ecossistema financeiro e aumentar a transparência no setor das criptomoedas. 

Os legisladores desenvolveram medidas para melhorar a integridade da indústria de criptoativos, como exigir que as exchanges de criptomoeda relatem mudanças na liderança executiva.

Além disso, a repressão aos misturadores cripto pela Unidade de Inteligência Financeira ressalta o compromisso da Coreia do Sul em combater atividades ilegais associadas aos criptoativos.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

aline.jpg
Aline Fernandes
Aline Fernandes atua há 20 anos como jornalista. Especializada nas editorias de economia, agronegócio e internacional trabalha na BeINCrypto como editora do site brasileiro. Já passou por diversas redações e emissoras do país, incluindo canais setorizados como Globo News, Bloomberg News, Canal Rural, Canal do Boi, SBT, Record e Rádio Estadão/ESPM. Atuou também como correspondente internacional em Nova York e foi setorista de economia dentro do pregão da BM&F Bovespa, hoje B3 -...
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados