Bitcoin btc
$ usd
Notícias

Mozilla vai limitar doações em criptomoedas a blockchains com PoS

2 mins
Atualizado por Júlia V. Kurtz

EM RESUMO

  • Fundação Mozilla só vai aceitar doações de criptomoedas com PoS.
  • ONG aponta gastos altos de energia do PoW.
  • Decisão vai ao encontro do compromisso da fundação com o meio ambiente.
  • promo

A Fundação Mozilla, criadora do navegador Firefox, informou que só vai aceitar doações em criptomoedas de blockchains que operem com o mecanismo de consenso de prova de participação (PoS).

A fundação aceita doações em criptomoedas desde 2014, o que tem gerado muitas discussões sobre os seus compromissos na preservação do meio ambiente. As informações são do Crypto.news.

O diretor executivo da Mozilla, Mark Surman, publicou uma postagem no site da organização. No texto, ele afirma que:

“Nós não revemos essa decisão [de aceitar criptomoedas] desde que a Mozilla publicou seus compromissos com o meio ambiente e, desde então, o impacto ambiental da indústria cripto se tornou mais evidente”.

Não ao PoW

Em janeiro, a organização decidiu parar de aceitar doações em criptomoedas e fazer relatórios para determinar o impacto gerado por elas.

Surman publicou o resultado das análises:

“A Mozilla não aceitará mais criptomoedas com ‘prova de trabalho’, que são mais intensivas em [gastos de] energia. A Mozilla aceitará criptomoedas com ‘prova de participação’, que são menos intensivas. A Mozilla desenvolverá e compartilhará uma lista de criptomoedas aceitas até o final do 2º trimestre de 2022. Essas decisões são informadas por nossos compromissos climáticos”.

O compromisso climático da Mozilla foi publicado no final de janeiro de 2021. A Fundação assume a responsabilidade por suas emissões de gases de efeito estufa e se compromete a reduzi-los significativamente. Na época, CEO da Mozilla, Mitchell Baker, escreveu:

“Nestes tempos disruptivos e cheios de crises, nossa atenção é muitas vezes capturada pelos desafios políticos e técnicos imediatos bem à nossa frente. Enfrentar a crise climática e garantir que haja um planeta habitável para nós e as gerações futuras continuarem lutando essas lutas não é algo que pode ser empurrado para o banco de trás.”

Por isso, Surman, explica que a decisão da Mozilla de não aceitar doações de blockchains com prova de trabalho garante que suas atividades de captação de recursos permaneçam alinhadas com seus compromisso de emissões.

“Em nossos compromissos climáticos, também prometemos ajudar a desenvolver, projetar e melhorar produtos do ponto de vista da sustentabilidade. Acreditamos que a Mozilla pode desempenhar um papel positivo no setor, encorajando essas criptomoedas que aceitamos ser transparentes sobre seus padrões de consumo de energia”, disse

Impacto ambiental afasta empresas de criptomoedas

Com essa decisão, a Mozilla se junta à Tesla de Elon Musk, que, em 2021, começou a aceitar o Bitcoin como forma de pagamento. Entretanto, Musk voltou atrás poucos meses depois, afirmando que a criptomoeda causava muitos danos ao meio ambiente.

Os gastos intensos de energia da prova de trabalho é um dos motivos de a Fundação Ethereum estar planejando a migração do ETH para a prova de participação (PoS), um evento conhecido como “The Merge”.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

Patrocinados
Patrocinados