Ver mais

Ministro inglês estimula jovens a abandonar criptoativos e investir em ações

2 mins
Por Kyle Baird
Traduzido Aline Fernandes

Invistam na Grã-bretanha. Esse é o mais novo apelo do Ministro da cidade do Reino Unido. Bim Afolami tem feito pedidos a jovens investidores para abandonarem o fascínio pelos criptoativos e direcionarem suas proezas financeiras para o mercado acionário, que ele considera estável.

Afolami cita gigantes nacionais o NatWest, dizendo ser um investimento seguro.

A mudança é uma resposta à dinâmica em evolução do mercado de ações do Reino Unido e às regulamentações rigorosas recentemente impostas ao setor de criptoativos pela Autoridade de Conduta Financeira (FCA).

Leia mais: 4 criptomoedas que podem atingir novas máximas em julho de 2024

Jovens do Reino Unido famintos por riscos migram para a criptoativos

Afolami, em entrevista recente, sublinhou o entusiasmo persistente entre os jovens em possuir bens. No entanto, notou uma lacuna na sua percepção dos mercados tradicionais como plataformas viáveis ​​para investimento. O ministro enfatizou a necessidade de diversificar as carteiras de investimento além dos ativos digitais.

“Essa é uma das coisas que quero mudar – dizer, não possua apenas criptoativos , possua uma parte do NatWest, não possua apenas cripto, invista com suas economias por meio de inscrição automática, invista na Grã-Bretanha.”

Apesar destes apelos, os analistas de mercado preveem que o número de usuários cripto no Reino Unido ultrapassará os 20 milhões em 2024.

Ministro inglês estimula jovens a abandonar criptoativos e investir em ações

Número de usuários de criptoativos no Reino Unido de 2017 a 2028 (projeção). Fonte: Statista

O mercado acionário do Reino Unido enfrenta desafios, com uma contração notável no número de ações líquidas . Conforme destacado por Andrew Lapthorne, da SocGen, existem apenas 319 ações no Reino Unido com um volume médio diário de negociação em seis meses de US$ 1 milhão ou mais.

Este declínio contrasta fortemente com outros mercados importantes, sublinhando a necessidade urgente de rejuvenescimento. Lapthorne apontou para uma tendência mais ampla de desequitização que afeta o mercado global.

“As tendências não são encorajadoras.”

FCA implementa regras rígidas para criptoativos

Ao mesmo tempo, as recentes regulamentações da FCA sobre o setor cripto representam uma grande mudança no espaço regulatório. Essas novas regras categorizam as criptomoedas como “investimentos restritos no mercado de massa”, exigindo medidas rigorosas de conformidade .

A FCA afirma que estas regras visam proteger os consumidores da natureza volátil dos ativos digitais. No entanto, também atraiu críticas por potencialmente sufocar a inovação e limitar as escolhas dos consumidores no mercado de criptoativos do Reino Unido.

A justaposição destes dois setores financeiros representa um momento crucial para os investidores, especialmente o grupo demográfico mais jovem. 

O apelo à ação de Afolami não é apenas uma sugestão, mas um movimento estratégico para estabilizar e revitalizar os mercados financeiros do Reino Unido. A sua ênfase no investimento em ações nacionais como o NatWest é um pedido a uma abordagem equilibrada e diversificada ao investimento, que se alinhe com os interesses econômicos da nação e ofereça investimentos mais estáveis.

Este período de transição nos mercados financeiros do Reino Unido é uma conjuntura crítica. Exige uma tomada de decisão informada por parte dos investidores, orientada pela evolução dos quadros regulamentares e pela dinâmica do mercado.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

aline.jpg
Aline Fernandes
Aline Fernandes atua há 20 anos como jornalista. Especializada nas editorias de economia, agronegócio e internacional trabalha na BeINCrypto como editora do site brasileiro. Já passou por diversas redações e emissoras do país, incluindo canais setorizados como Globo News, Bloomberg News, Canal Rural, Canal do Boi, SBT, Record e Rádio Estadão/ESPM. Atuou também como correspondente internacional em Nova York e foi setorista de economia dentro do pregão da BM&F Bovespa, hoje B3 -...
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados