Mineradores de Bitcoin do Texas voltam a operar após blecaute

Atualizado por Júlia V. Kurtz
EM RESUMO
  • Mineradores de Bitcoin do Texas retomaram as operações depois de serem forçados a parar devido a uma queda no fornecimento de eletricidade.
  • O aumento das temperaturas colocou pressão sobre a rede elétrica.
  • O Texas se tornou a capital de mineração de criptomoedas do mundo, contribuindo com uma grande parte das taxas de hash do Bitcoin.
  • promo

    Comece agora a ganhar até 8% anuais com o novo programa de Staking da Stormgain!Entre hoje no nosso Telegram!

Os mineradores de Bitcoin no Texas estão de volta à ação depois de interromper as operações devido a cortes de energia no início de julho.

O operador da rede elétrica do Texas, o Electric Reliability Council of Texas (ERCOT), havia lançado uma política de racionamento de eletricidade para lidar com as demandas de energia causadas por um aumento nas temperaturas.

  • Ficou com alguma dúvida? O Be[in]Crypto possui uma série de artigos para lhe ajudar a entender o universo cripto. Confira!
  • Se quiser ficar atualizado no que acontece de mais importante no espaço cripto, junte-se ao nosso grupo no Telegram!

O ERCOT aconselhou os usuários a limitar o uso de energia, pois os moradores ligaram os aparelhos de ar-condicionado no máximo para lidar com as condições sufocantes.

Uma das vítimas do racionamento no Texas foram os mineradores de Bitcoin, já que “grandes consumidores de energia” foram forçados a interromper as operações. Isso foi feito para evitar um colapso da rede e apagões em todo o estado, de acordo com o ERCOT.

Mineradores de Bitcoin online mais uma vez

Depois de mais de uma semana, uma reportagem da Reuters indica que as mineradoras recomeçaram suas operações em grande escala. A breve pausa na atividade de mineração afetou negativamente os hashrates do Bitcoin, que caíram abaixo de 200 exahashes por segundo em meio a relatos de capitulação de mineradores causados ​​​​por baixos preços de ativos.

“Os mineradores estão todos de volta, há vários dias”, observou o presidente do Texas Blockchain Council, Lee Bratcher. Ele acrescentou que “o ERCOT está de volta ao modo de operação normal com mais de 3.000 megawatts (MW) de capacidade sobressalente na rede.

O Texas se tornou o centro da atividade de mineração de criptomoedas no continente norte-americano, com grandes empresas de mineração disputando recursos energéticos escassos.

Empresas líderes como Riot Blockchain, Poolin e Geosyn Mining chamaram o Texas de lar no ano passado, e especialistas prevêem que a retomada da mineração levará ao uso de eletricidade atingindo novos máximos.

Democratas se preocupam com aumento da mineração

Um grupo de legisladores democratas preocupados escreveu uma carta aos chefes da Agência de Proteção Ambiental dos EUA e do Departamento de Energia para trabalharem juntos para regular a crescente indústria de mineração de criptomoedas.

Os legisladores afirmaram que “reguladores estaduais e federais sabem pouco sobre o alcance do problema”, apesar dos impactos severos sobre o meio ambiente e o uso de energia.

Os senadores observaram que um estudo independente revelou que os requisitos de energia das sete grandes empresas de mineração foram capazes de “alimentar todas as residências domésticas em Houston, Texas”.

Em Nova York, as crescentes demandas de energia forçaram o estado a colocar uma moratória de dois anos em todas as atividades de mineração de criptomoedas de prova de trabalho.

.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.