Mau negócio? Meta acumula prejuízo bilionário com o metaverso

2 mins
Por Rahul N.
Traduzido Anderson Mendes

EM RESUMO

  • A Meta publicou seus resultados financeiros, mostrando que a empresa perdeu US$ 13,7 bilhões pela operação de sua divisão Reality Labs em 2022.
  • Companhia continuará trabalhando em seus planos de metaverso, com 20% de seus custos alocados para este setor em 2023.
  • O CEO Mark Zuckerberg disse que 2023 seria um ano de eficiência.
  • promo

De acordo com relatórios financeiros, a divisão Reality Labs da Meta sofreu uma perda total de US$ 13,7 bilhões em 2022. Mesmo com o grande prejuízo, a empresa continuará a se concentrar em desenvolver o metaverso.

Mark Zuckerberg continua sua busca para popularizar o metaverso. A Meta divulgou seus resultados financeiros do quarto trimestre e do ano de 2022 na quarta-feira (1). Os documentos oferecem muitas informações sobre quanto dano o pivô do metaverso está custando à empresa.

A empresa perdeu US$ 13,7 bilhões em 2022 devido à sua fixação na construção de um metaverso, esforço liderado por sua divisão ‘Reality Labs’. No quarto trimestre, a empresa registrou prejuízo de US$ 4,2 bilhões. Outras áreas apresentaram crescimento marginal, como usuários ativos diários e mensais.

Apesar dos enormes prejuízos, Zuckerberg e Meta parecem ansiosos para continuar com os planos do metaverso. Em comparação, a empresa não gerou muita receita, arrecadando US$ 2,16 bilhões no ano passado e US$ 727 milhões no último trimestre.

O metaverso não conseguiu decolar inteiramente no mundo até o momento. A tecnologia ainda é nova e a Meta espera ser a pioneira neste mercado. Outras empresas estão pensando em fazer o mesmo, embora a Meta esteja entre as mais entusiasmadas.

Zuckerberg e companhia avançam

A Meta tem consistentemente criado estratégias no metaverso, oferecendo atualizações ao longo do ano passado. Em dezembro, a empresa declarou que destinaria 20% de seus custos ao setor em 2023. Como tal, a maior parte do capital será alocada para sua família de aplicativos, mas o metaverso segue sendo uma de suas prioridades.

Mais recentemente, a companhia começou a testar espaços exclusivos para membros em seu metaverso Horizon Worlds. São áreas exclusivas onde os proprietários podem escolher quem pode entrar.

A educação é outra área que a Meta está testando. A empresa lançou o aprendizado imersivo em universidades seletivas como parte de sua estratégia.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedasConfira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.

Meta busca maior eficiência em 2023

O forte impulso da Meta levou a alguns incidentes notáveis. A empresa se preparou para demissões em larga escala no final do ano passado. Isso é inevitável, dado o que o mercado de tecnologia está passando, mas a companhia ainda estará interessada no setor de metaverso, já que ele pode atingir US$ 5 trilhões até 2030.

Zuckerberg disse que 2023 seria um ano de eficiência. A Meta pode ver mais demissões no horizonte, o que não seria um bom presságio para a sua imagem.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Coinbase Coinbase Explorar
PancakeSwap PancakeSwap Até 50% APR
Margex Margex Explorar
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

4d198a1c7664cbf9005dfd7c70702e03.png
Anderson Mendes
Membro ativo da comunidade de criptoativos e economia em geral, Anderson é formado pela Universidade Positivo, e escreve sobre as principais notícias do mercado. Antes de entrar para a equipe brasileira do BeInCrypto, Anderson liderou projetos relacionados à trading, produção de notícias e conteúdos educacionais relacionados ao mundo cripto no sul do Brasil.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados