Ver mais

Mastercard quer ajudar bancos a oferecer negociação de criptomoedas

2 mins
Atualizado por Júlia V. Kurtz

EM RESUMO

  • O programa “Crypto SourceTM” disponibilizará recurso para os bancos oferecerem ativos digitais aos seus clientes.
  • O foco inicial será com a segurança e conformidade regulatória.
  • O serviço deve ser testado no início de 2023.
  • promo

A Mastercad lançou, nesta segunda-feira (17), um novo produto para ajudar os bancos parceiros na prevenção de casos fraudulentos associados a criptomoedas

Chamado “Crypto SourceTM”, o programa permitirá que instituições financeiras parceiras ofereçam recursos e serviços de negociação de criptomoedas para seus clientes.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedas. Confira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.

A Mastercard se colocará como uma “ponte” entre a Paxos Trust Company, empresa especializada em ativos digitais, e os bancos para supervisionar a conformidade regulatória e a segurança.

Em nota para a imprensa, o diretor digital da Mastercard, Jorn Lambert, disse que a proposta é explorar as criptomoedas e a tecnologia de ativos digitais subjacentes para apoiar a escolha do consumidor em pagamentos.

“Hoje é um passo empolgante em nossa jornada criptográfica que se baseia nos pontos fortes de nossos negócios globais, desde open banking e verificação de identidade até análises e monitoramento de fraudes e soluções de liquidação”, disse Lambert.

A versão de testes do programa permite serviços de compra, retenção e venda de criptoativos, além da segurança de usar o sistema blockchain.

Programa foca em conformidade e segurança

Dois pontos que os bancos citam como principal barreira para a incursão no universo dos ativos digitais são a conformidade regulatória e a segurança. E é justamente onde mora a dor de cabeça de seus parceiros que a ferramenta desenvolvida pela Mastercard irá focar em um primeiro momento.

“Há muitos consumidores por aí que estão realmente interessados ​​nisso e intrigados com criptomoedas, mas se sentiriam muito mais confiantes se esses serviços fossem oferecidos por suas instituições financeiras. Ainda é assustador para algumas pessoas lá fora”, explicou Jorn Lambert à CNBC.

A empresa irá auxiliar as instituições financeiras a seguir as regras de conformidade com criptomoedas, verificar transações, aderir às leis antilavagem de dinheiro e serviços de monitoramento de identidade.

Ao garantir a supervisão regulatória, Lambert acrescentou que as plataformas cripto não apenas desfrutarão de um “maior grau de segurança”, mas também verão muitos problemas serem resolvidos nos próximos anos.

Mesmo em meio ao rigoroso inverno cripto, Lambert se mantém otimista e acredita que a atividade deve aumentar no curto prazo, gerando mais transações e impulsionando o principal negócio da Mastercard. Ele disse que seria “míope” acreditar que o inverno cripto indica o fim dos ativos digitais.

A empresa planeja que o produto seja amplamente testado no primeiro trimestre de 2023 e em seguida disponibilizado para outros países. Até agora não foram revelados detalhes de quais bancos se inscreveram.

Mastercard está ativa no setor cripto

A Mastercard é a primeira grande empresa do setor de pagamentos a desbravar o setor cripto. Apenas em 2022 a empresa já colaborou com a Gemini para um cartão de crédito que paga recompensas em criptomoedas nos EUA.

Na Argentina, lançou um cartão pré-pago com a Binance permitindo aos clientes comprar e pagar contas com criptomoedas em mais de 90 milhões de lojas que utilizam seus serviços de pagamento.

Nos últimos dois anos, a empresa fez parceria com os principais players do setor, como Paxos, Circle, Evolve e Uphold, visando o desenvolvimento de mecanismos eficientes para os usuários converterem suas criptomoedas em moeda fiduciária e efetuarem pagamentos.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

Thiago-Barboza-red1.png
Thiago Barboza
Thiago Barboza é graduado em Comunicação com ênfase em escritas criativas pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Em 2019 conheceu as criptomoedas e blockchain, mas foi em 2020 que decidiu imergir nesse universo e utilizar seu conhecimento acadêmico para ajudar a difundir e conscientizar sobre a importância desta tecnologia disruptiva.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados