Bitcoin btc
$ usd

Hacks cripto roubaram 93% a menos em um ano

2 mins
Traduzido Júlia V. Kurtz

EM RESUMO

  • As perdas de criptomoedas para hackers totalizaram US$ 8,8 milhões em janeiro, uma queda de 93% em relação ao ano anterior.
  • As perdas fazem parte de uma tendência de queda, já que as de dezembro foram as menores do de 2022.
  • As receitas de ransomware também caíram, pois as vítimas e as autoridades passaram a entender a ameaça.
  • promo

As perdas com hacks cripto caíram cerca de 93% ano a ano em janeiro, como parte de uma tendência geral de queda.

Cerca de 24 exploits de plataformas cripto causaram perdas de US$ 8,8 milhões em janeiro, de acordo com a empresa de segurança blockchain PeckShield. Entre os hacks, cerca de US$ 2,6 milhões chegaram a misturadores como o Tornado Cash. A divisão desses ativos inclui 1.200 ETH e 2.668 BNB, informou a PeckShield.

O valor de US$ 8,8 milhões em janeiro representa uma queda de 92,7% em relação ao mesmo mês de 2022, enfatizou o relatório. Logo após o pico dos mercados de criptomoedas no final de 2021, as perdas foram de US$ 121,4 milhões.

No entanto, a empresa de segurança blockchain CertiK antecipou uma redução nos valores de exploração este ano como parte de uma tendência geral de queda.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedas. Confira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.

Tendência descendente em exploits

O número de janeiro também foi 68% menor do que em dezembro de 2022, quando as perdas totalizaram um recorde de US$ 62 milhões. No entanto, apesar do valor alto para o mês, foi o “menor valor mensal” em 2022. Até o final de 2022, os 10 maiores exploits resultaram na perda de US$ 2,1 bilhões em criptomoedas.

A maioria dos hacks de 2022 ocorreu em protocolos DeFi, plataformas de câmbio e pontes de blockchain. Cerca de 97% de todas as criptomoedas roubadas foram tomadas de protocolos DeFi. Incidentes em que vigaristas convencem possíveis alvos românticos a investir suas criptomoedas, também aumentaram dramaticamente.

Reversão da Fortuna no Ransomware

Mas enquanto esses golpes cripto floresceram em 2022, um tipo de crime facilitado por criptomoedas encontrou dificuldades crescentes no mesmo período. A receita de ataques de ransomware caiu 40%, passando de US$ 766 milhões para US$ 457 milhões.

Além das sanções que dificultam que as vítimas paguem legalmente a entidades estrangeiras desconhecidas, as empresas também reforçaram a segurança.

Enquanto isso, o Departamento de Justiça dos Estados Unidos também anunciou que interrompeu o grupo de ransomware Hive em 2022. As autoridades federais conseguiram se infiltrar nas redes de computadores da Hive, interrompendo a capacidade do grupo de atacar e extorquir as vítimas.

Eles também recuperaram mais de 1.000 chaves, evitando que as vítimas pagassem US$ 130 milhões em resgates.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

Julia-V.-Kurtz2.png
Júlia V. Kurtz
Editora-chefe do BeInCrypto Brasil. Jornalista de dados com formação pelo Knight Center for Journalism in the Americas da Universidade do Texas, possui 10 anos de experiência na...
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados