Hacker da Ronin começa a movimentar o ETH saqueado

5 abril 2022, 00:10 -03
Atualizado por Júlia V. Kurtz
5 abril 2022, 00:10 -03
EM RESUMO
  • O explorador Ronin Bridge começou a redistribuir o saque.
  • Wu Blockchain informa que o hacker transferiu 1000 ETH para outro endereço e 200 ETH para o Tornado Cash.
  • O cofundador da Axie Infinity diz que mais atualizações sobre recuperação e reembolso estão chegando "muito em breve".
  • promo

O hacker que drenou US$ 601 milhões no exploit da bridge Ronin do Axie Infinity começou a redistribuir os fundos roubados.

Os dados de transação do Etherscan sugerem que o hacker executou 24 transações. Já a Wu Blockchain informou que o hacker transferiu 1.000 ETH para outro endereço e 200 ETH para o Tornado Cash.

O saldo dessa carteira em particular, sob a tag Ronin Bridge Exploiter 8, agora é de 0,109 ETH valendo apenas US$ 376.

/Artigos relacionados

Mais artigos

No total, o hacker desconhecido roubou 173.600 Ethereum e 25,5 milhões de stablecoins USDC no exploit. Enquanto isso, outra carteira sob a etiqueta Ronin Bridge Exploiter tem um saldo de 173.912,76 ETH.

Os hackers estão utilizando mixers de criptomoedas para esconder o rastro digital à medida que movem seus saques. A Chainalysis havia relatado no início deste ano que, embora as exchanges centralizadas fossem usadas principalmente para converter o saque de criptomoedas em moeda fiduciária, isso tem mudado desde 2018.

  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedas. Confira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter, Instagram e Facebook.

Citando o hack do protocolo Spartan que ocorreu em maio de 2021, Chainalysis explicou que o hacker também enviou os fundos roubados para Tornado Cash, que funciona como um mixer na rede Ethereum.

A rede Tornado Cash fornece transações privadas e anônimas para tokens Ethereum e ERC-20, quebrando o link na cadeia entre os endereços de origem e destino.

A Ronin Bridge permite transferências de cadeia cruzada “de” e “para” o ecossistema Axie Infinity da Sky Mavis. O ataque à rede Ronin agora se tornou uma das maiores violações das finanças descentralizadas (DeFi), superando o ataque a Poly Network que ocorreu em agosto de 2021.

“Estamos comprometidos em reembolsar” diz executivo da Sky Mavis

O COO da Sky Mavis, Aleksander Leonard Larsen, foi rápido em afirmar que eles estão “totalmente comprometidos em reembolsar” os jogadores que tiveram prejuízo no hack. Ele também foi ao Twitter para afirmar que mais atualizações sobre recuperação e reembolso estão chegando “muito em breve”.

Desde o incidente, o token AXS do Axie Infinity se recuperou um pouco e está sendo negociado na faixa de US$ 65, cerca de um dólar acima da semana passada, mas ainda com queda de cerca de 4%.

A plataforma anunciou que está trabalhando com a Chainalysis para monitorar o roubo. As equipes DeFi geralmente recorrem à API da Chainalysis para verificar se os protocolos não estão sendo usados para lavagem de dinheiro.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.