Hackathon DeFi para o Brasil está com inscrições abertas

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Evento quer impulsionar criações nacionais e dar alcance global à tecnologia local.

  • Desafio do Brasil irá distribuir mais de R$ 100 mil em prêmios.

  • Inscrições estão abertas até o dia 14 de novembro.

  • promo

    NFTs estão ao vivo na Bybit! Compre já e ganhe até 20.000 USDT! Entrar agora!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Hackathon é exclusivo para brasileiros e é encabeçado por algumas das principais organizações de DeFi e cripto do mundo.

O hackathon DeFi pelo Brasil irá distribuir mais de R$ 100 mil em prêmios para os participantes que trouxeram projetos e soluções inovadoras sobre como democratizar o acesso a aplicações em finanças descentralizadas (DeFi) tokens não fungíveis (NFT) e economia criativa, entre outros, somando ao ecossistema da promotora Celo, cujo foco é soluções inclusivas e mobile.

A ideia do hackathon é impulsionar criações nacionais e dar alcance global à tecnologia local, uma vez que o blockchain vem crescendo no Brasil e no mundo e a tendência é que se amplie ainda mais nos próximos anos.

  • Ficou com alguma dúvida? O BeInCrypto possui uma série de artigos para lhe ajudar a entender o universo cripto. Confira!
  • Se quiser ficar atualizado no que acontece de mais importante no espaço cripto, junte-se ao nosso grupo no Telegram!

O consórcio DeFi for the People é formado por Celo, Aave, SushiSwap, Curve, 0x e PoolTogether, entre outros, e criou um fundo com cerca de R$ 500 milhões para estimular iniciativas educacionais e culturais para trazer o DeFi para os seis bilhões de usuários de smartphones em todo mundo.

Além do hackathon voltado para os brasileiros, a iniciativa planeja investir US$ 5 bilhões em projetos DeFi ao longo dos próximos cinco anos.

Hackathon quer incentivar prosperidade através do DeFi

O hackathon irá usar a plataforma blockchain de código aberto da Celo com foco no uso de smartphones. O dispositivo é utilizado por bilhões de pessoas em todo o mundo e é uma das principais formas de acesso à internet para muitos deles, em especial em países pouco desenvolvidos, como a região da América Latina, e pode contribuir para o acesso às novas soluções financeiras.

“Queremos trazer uma oportunidade para que a comunidade local possa fazer parte da mudança do sistema financeiro. A realidade é que a tecnologia possibilita repensar questões em escala global de forma criativa e inovadora. Com relação ao Brasil, sinto que temos uma conjuntura única – desde o avanço das start ups até o cenário legislativo e a atual conjuntura do país – que de certo farão com que a adoção do DEFI se dê tanto de forma institucional como através da movimentação da comunidade local”, comenta Camila Rioja, Head da cLabs no Brasil.

O ecossistema da Celo conta com diversas empresas a iniciativas que desenvolvem soluções para lidar com casos e questões do mundo real. Um exemplo é um programa-piloto realizado na Colômbia, no início da pandemia, que forneceu a pessoas desempregadas microcréditos sub-garantidos de até US$ 500 dólares na Celo.

Isso permitiu que os usuários comprassem bicicletas motorizadas para trabalhar fazendo entregas para a Rappi. Com acesso ao equipamento certo, alguns membros do piloto conseguiram dobrar – e em alguns casos quadruplicar – seus ganhos.

Como funciona o Hackathon

O principal intuito do hackathon é de educar e dar tutoria para que os brasileiros também submetam seus projetos DeFi ao evento global, que terá até US$ 2.5 milhões (cerca de R$ 14 milhões) em prêmios e investimentos.

O hackathon é aberto a participantes de diferentes áreas do conhecimento, incluindo: Marketing, UX/Design, Negócios, Desenvolvimento de Blockchain, Front-End, ou Full Stack, Empreendedorismo Social, Advocacia e Arte. As inscrições se encerram no próximo dia 14 novembro e devem ser realizadas pelo site do DeFi para o Brasil.

A partir de então, os inscritos no desafio do Brasil começarão a preparar seus projetos e receberão tutoria do time local, através do Discord, para submetê-los para a competição nacional. Na segunda semana do desafio, a partir do dia 22/11, os participantes recebem um segundo nível de tutoria qualificada para submeter os projetos para a competição global, a qual as inscrições se encerram dia 28/11.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Apaixonada pelo que faz, Aline Fernandes é uma profissional que atua há 20 anos como jornalista. Especializada nas editorias de economia, agronegócio e internacional trabalha na BeINCrypto como editora do site brasileiro. Já passou por quase todas as redações e emissoras do país, incluindo canais setorizados como Globo News, Bloomberg News, Canal Rural e Rádio Estadão/ESPM. Atuou também como correspondente internacional em Nova York e foi setorista de economia dentro do pregão da BM&F Bovespa, hoje B3 - incluindo a cobertura do último pregão viva voz no Brasil. Coordenou um grupo de dez correspondentes em três continentes para decidir as pautas mais relevantes do dia para o telespectador. Já participou de treinamentos e cursos no exterior, passou em zonas de guerra na Cisjordânia, Faixa de Gaza, fronteiras da Síria, Líbano, além da Jordânia e Egito. Atualmente estuda Mídias e Marketing Digital na pós-graduação da ESPM. Acredita no trabalho com ética, excelência, profissionalismo e no bom jornalismo. O futuro é o que estamos realizando agora.

SEGUIR O AUTOR

Sem medo, sem FUD. Vá para outro nível em sua jornada cripto com a Bybit!

Comece agora!

Sem medo, sem FUD. Ganhe 1 ETH ao depositar $100 com a Bybit!

Entrar agora

Compre o seu primeiro NFT e ganhe até 20.000 USDT.               

Entrar agora