Ver mais

Usuários do Discord reclamam de possível integração com NFT

2 mins
Atualizado por Júlia V. Kurtz

EM RESUMO

  • CEO da plataforma sugeriu incorporar a rede Ethereum com duas carteiras a MetaMAsk e a WalletConnect.
  • Usuários ficaram revoltados e alguns cancelam assinaturas. Clientes temem golpes com NFTs
  • Clientes temem golpes com NFTs e esquemas de pirâmides com criptomoedas.
  • promo

Os usuários do Discord não gostaram da ideia de tokenizar a plataforma projetada para comunidade de jogos. Eles argumentam ter medo de pirâmides e golpes.

A confusão começou após um tuíte do CEO e fundador da empresa, Jason Citron, que sugere integrar tokens não fungíveis (NFT) ao Discord na segunda-feira (8). A imagem mostra a marca da plataforma ao lado do símbolo do Ethereum e, logo abaixo, as imagens de duas carteiras cripto: a MetaMask e WalletConnect. Elafoi suficiente para causar uma avalanche de comentários negativos sobre a possível integração .

Fonte: Twitter

Após a repercussão negativa, Citron ainda não se pronunciou se a nova atualização que deve permitir a conexão direta entre as carteiras e o aplicativo do Discord será feita e quando isso poderia acontecer.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedasConfira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.

O Discord nasceu como um aplicativo de voz sobre IP proprietário e gratuito voltado para comunidades gamers , que utilizam a plataforma para discussões, transmissões e vídeo conferências entre os usuários.  

O app também também é popular na comunidade de cripto, incluindo o BeInCrypo. O Brasil tem um dos maiores grupos de entusiastas e amantes do Bitcoin com vários canais na Discord por exemplo.

A integração entre criptomoedas e jogos é quase inevitável no Discord e não é de se estranhar que a empresa queira explorar os dois mercados juntos.

Independente do que decida o Discord, a febre NFT já chegou ao mundo dos games. O exemplo mais conhecido é o Axie Infinity, mas outras iniciativas também estão surgindo.

A reação mais conhecida ao fenômeno veio da Steam, aloja online da Valve, que proibiu games com blockchain e NFT em sua plataforma em outubro, colocando em evidência que esta tecnologia promete se popularizar no futuro.

Risco de escalabilidade

Nem todos estão descontentes com a ideia. Parte da comunidade está otimista com a possível parceria da rede Ethereum – uma das principais do mercado de criptoativos e o Discord, mas existe a preocupação com a escalabilidade da rede.

De acordo com uma pesquisa de setembro, o Discord registrou 150 milhões de usuários ativos mensais em 2021. NO ano passado esse número era de 56 mihões de usuários — um aumento de quase 100 milhões de usuários em menos de 12 meses.  Quantidade que pode sim sobrecarregar o sistema de transações se nenhuma solução for apresentada e aplicada.

Usuários do Discord querem distância de NFT

Alguns clientes citaram esquemas de pirâmides no mercado de criptoativos, mas vale lembrar que estes problemas não são novidade no mercado financeiro.

Outro temor dos usuários da plataforma são os golpes recentes no mercado de NFT. No mês passado um hacker conseguiu acessar a conta dos responsáveis pelo projeto no Discord. Fazendo-se passar por um dos moderadores do servidor, ele compartilhou um link que, segundo ele, daria a possibilidade de criar novas unidades da coleção, mas que para isso, seria necessário enviar quantias em ETH.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

aline.jpg
Aline Fernandes
Aline Fernandes atua há 20 anos como jornalista. Especializada nas editorias de economia, agronegócio e internacional trabalha na BeINCrypto como editora do site brasileiro. Já passou por diversas redações e emissoras do país, incluindo canais setorizados como Globo News, Bloomberg News, Canal Rural, Canal do Boi, SBT, Record e Rádio Estadão/ESPM. Atuou também como correspondente internacional em Nova York e foi setorista de economia dentro do pregão da BM&F Bovespa, hoje B3 -...
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados