Ver mais

Greve dos servidores do Banco Central termina sem solução: Paralisação deve afetar Drex e Pix

2 mins
Atualizado por Thiago Barboza

A paralisação dos servidores do Banco Central do Brasil terminou nesta quarta-feira após 48 horas de greve, mas nada foi resolvido. Segundo o Sindicato Nacional dos Funcionários do BC (Sinal) nesta quinta-feira (22) haverá uma reunião com a diretoria do Sindicato e na sequência, uma Assembleia Nacional dos servidores para debater os próximos passos.

Para os sindicalistas, a manutenção da greve é “importante para pressionar os representantes do governo por uma proposta satisfatória, juntamente com o aumento das entregas de funções comissionadas na casa.”

Entre as demandas, os trabalhadores pedem o fim das disparidades salariais com carreiras semelhantes, aumento no quadro de colaboradores, exigência de ensino superior para posições técnicas e bônus por produtividade.

Nesta terça, os chefes de unidade entregaram à Diretoria Colegiada do BC carta aberta divulgada nos últimos dias. O texto fala sobre a crise que o Bacen tem enfrentado nos últimos anos. Veja parte da carta endossada por 43 chefes de unidade da instituição.

“ A crise que atinge o Banco Central nos últimos anos tem se aprofundado. Às restrições orçamentárias, que dificultam a realização dos processos de trabalho e o desenvolvimento de projetos, se somam a constante redução do quadro de pessoal e o desalinhamento remuneratório crescente em relação a outras carreiras de Estado de papel estratégico para o País.

Tais fatores têm levado à deterioração aguda e sem precedentes do clima organizacional, que já tem impactos observáveis e ameaça seriamente a condução dos processos de trabalho.

 Nesse contexto, são crescentes os riscos para o cumprimento da missão institucional do Banco Central, inclusive para a execução de serviços críticos ao regular funcionamento da economia.”

Durante a paralisação desta quarta-feira (21) houve uma nova rodada da mesa específica do BC com o Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI). Até o momento não houve um consenso para o fim das manifestações, apoiadas por diretores e o próprio presidente da instituição, Roberto Campos Neto.

Greve do Banco Central deve atrasar agenda DREX, PIX e regulamentação cripto

Ainda segundo Sinal, a suspensão dos serviços prestados pelos funcionários pode e deve impactar diretamente projetos como a CBDC brasileira, Drex, manutenção do PIX e a regulamentação dos criptoativos no país.

O BC terminou a consulta pública no último dia 31 para regular o setor cripto no Brasil, mas até o momento, nenhum comunicado sobre assunto foi emitido.

Procurado pela reportagem do BeInCrypto, o Banco Central do Brasil não quis se manifestar.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Coinbase Coinbase Explorar
PancakeSwap PancakeSwap Até 50% APR
Margex Margex Explorar
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

aline.jpg
Aline Fernandes
Aline Fernandes atua há 20 anos como jornalista. Especializada nas editorias de economia, agronegócio e internacional trabalha na BeINCrypto como editora do site brasileiro. Já passou por diversas redações e emissoras do país, incluindo canais setorizados como Globo News, Bloomberg News, Canal Rural, Canal do Boi, SBT, Record e Rádio Estadão/ESPM. Atuou também como correspondente internacional em Nova York e foi setorista de economia dentro do pregão da BM&F Bovespa, hoje B3 -...
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados