Ver mais

Fundo oferece capital em criptomoedas para empreendedores na América Latina

2 mins
Atualizado por Júlia V. Kurtz

EM RESUMO

  • Bitso vai converter fundos internacionais em criptomoedas para as moedas locais.
  • Addem Capital espera receber mais de US$ 120 milhões de financiamento em criptomoedas nos próximos 24 meses.
  • Com o acordo, a Adeem se torna o primeiro fundo da região a receber financiamento DeFi.
  • promo

A Bitso e Addem Capital anunciaram uma parceria e criaram um novo fundo de dívida focado no mercado latino-americano com objetivo de “facilitar o acesso ao capital para empreendedores da região através de criptomoedas”.

As empresas estão de olho nos mais de US$ 15 bilhões atraídos por empresas de tecnologia sediadas na América Latina em investimentos de capital de risco em 2021. No primeiro semestre daquele ano, aproximadamente 70% dos recursos foram para empresas em estágios iniciais de desenvolvimento.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedasConfira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.

Com a união das empresas, a Bitso passa a receber fundos internacionais em criptomoedas e vai convertê-los para as moedas locais que cada empreendedor precisa. A ação facilita a distribuição de fundos e garante acesso a capital de dívida rápido, de baixo custo e escalável para aqueles que buscam oportunidades através da Addem Capital. 

Já o fundo espera “receber mais de US$ 120 milhões de financiamento em criptomoedas nos próximos 24 meses”. Segundo a empresa, “este novo passo em inovação representa mais uma opção de liquidez segura e acessível para a região, possibilitando aos investidores institucionais na Europa, Estados Unidos e no México investirem em dólares, euros, pesos ou criptomoedas em indústrias emergentes”. 

“Nossa missão na Bitso é tornar as criptomoedas úteis, por isso estamos muito animados em anunciar nossa parceria com a Addem Capital. Entendemos a grande oportunidade que as criptomoedas nos oferecem para revolucionar vários setores, dando aos empreendedores acesso a ferramentas de investimento e capital de forma mais rápida, simples e transparente, permitindo que seu desenvolvimento local prospere em uma economia global”, disse o Líder de Desenvolvimento de Negócios da Bitso, Carlos Lovera.

Com o acordo, a Addem Capital se torna “o primeiro fundo da região a receber financiamento por meio de protocolos de finanças descentralizadas (DeFi)”, após ter fechado uma primeira linha de financiamento com Goldfinch.

“Criptomoedas e protocolos DeFi têm potencial para se tornar um motor de inclusão financeira na América Latina, e é por isso que estamos muito animados em participar da construção dessa nova forma de financiamento com a Bitso como aliada. Nosso modelo intrinsecamente possui alguma complexidade operacional, e as criptomoedas vêm para revolucionar o modelo pelo qual operamos. Para alcançar a correta integração deste novo motor de liquidez, precisamos de aliados como a Bitso, que garantam a qualidade, segurança e a transparência que buscamos”, disse o cofundador e sócio-gerente da Addem Capital, Pedro Cetina.

O potencial dos protocolos DeFi está abrindo precedentes. Somente em janeiro de 2022, o valor total de empréstimos descentralizados com criptomoedas ultrapassou US$ 4 bilhões, comparado a quase US$ 200 milhões no ano anterior.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

aline.jpg
Aline Fernandes
Aline Fernandes atua há 20 anos como jornalista. Especializada nas editorias de economia, agronegócio e internacional trabalha na BeINCrypto como editora do site brasileiro. Já passou por diversas redações e emissoras do país, incluindo canais setorizados como Globo News, Bloomberg News, Canal Rural, Canal do Boi, SBT, Record e Rádio Estadão/ESPM. Atuou também como correspondente internacional em Nova York e foi setorista de economia dentro do pregão da BM&F Bovespa, hoje B3 -...
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados