Ver mais

São Paulo vai aceitar pagamentos de ingressos com criptomoedas em parceria com a Bitso

4 mins
Atualizado por Levy Prata

EM RESUMO

  • São Paulo é o primeiro clube a disponibilizar opção de pagamento cripto.
  • A novidade está disponível para sócios-torcedores do clube paulista e é válida para todos os jogos com mando do SPFC.
  • Primeiro torcedor do Brasil a comprar o ingresso com cripto pagou com bitcoin.
  • promo

Torcedores do São Paulo Futebol Clube vão poder pagar seus ingressos para jogos da equipe com criptomoedas pelo programa Sócio Torcedor. O anúncio foi feito durante a partida entre o time e o Ayachuco, válido pela Copa Sul Americana, graças a uma parceria com a Bitso.

A nova opção de pagamento está disponível para todos os jogos em que o São Paulo for mandante, seja no Morumbi ou em outro estádio. Neste primeiro momento, ela é exclusiva aos sócios-torcedores cadastrados e que já tenham recebido a carteirinha de membro do programa. A expectativa é que, em breve, o acesso seja ampliado aos demais torcedores.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedas. Confira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.

O primeiro torcedor do São Paulo a comprar o ingresso com cripto, Fábio Gloeden Brum, escolheu o Bitcoin como forma de pagamento, mas o clube aceita outras criptomoedas como Ethereum (ETH) e Decentraland (MANA). Para marcar o momento histórico, ele foi presenteado pela Bitso e pelo SPFC com um token não fungível (NFT) representando o primeiro ingresso do país a ser comprado com Bitcoin.

Primeiro ingresso do SPFC pago com Bitcoin

“Fiquei muito feliz quando soube que tinha sido o primeiro torcedor do Brasil a comprar ingresso com Bitcoin e teria meu nome marcado na história do SPFC e do futebol brasileiro. É uma honra poder participar de um momento histórico ao lado do meu time de coração, e agradeço imensamente à Bitso por proporcionar isso com a maior segurança e facilidade. Eu já tinha interesse em investir em criptomoedas e agora saber que posso não só obter rendimentos, mas usar essa facilidade no meu dia a dia para transações e pagamentos, me deixa ainda mais empolgado para mergulhar a fundo no universo cripto”, diz Brum, que é também o primeiro torcedor identificado no mundo que comprou um ingresso e pagou com criptoativo.

O diretor de Marketing do São Paulo, Eduardo Toni, explica que a operação para identificá-lo não foi simples, já que envolve uma “operação bastante complexa, porque envolve a Bitso, envolve a empresa que faz o sócio torcedor, envolve a empresa que faz o ticket, envolve o meio de pagamento, envolve uma série de pessoas para gente descobrir e chegar no Fábio”.

São Paulo
Torcedor do SPFC, Fábio Brum,e o CEO da Bitso, Thales Freitas

“Abrir aos torcedores do São Paulo a possibilidade de comprar ingressos para as partidas do seu time do coração com criptomoedas era um dos nossos objetivos principais desde o início da parceria com o clube” explica o Diretor de Marketing da Bitso no Brasil, Antônio Mota.

“Poder disponibilizar esse serviço pela primeira vez no Brasil representa um passo importante na missão da Bitso de tornar as criptomoedas mais acessíveis e úteis no cotidiano das pessoas, promovendo mais liberdade e inclusão financeira aos brasileiros”.

A Bitso também é parceira do São Paulo na custódia e liquidação das receitas de vendas obtidas com criptoativos, contribuindo com segurança, liquidez e baixo custo para a gestão financeira do clube.

Já o diretor executivo de marketing do São Paulo, Eduardo Toni, explica que oferecer mais opções ao torcedor é um passo importante para tornar o Morumbi um estádio mais moderno e as criptomoedas mais acessíveis para todos.

“Estamos animados em lançar essa iniciativa pioneira e oferecer uma experiência inovadora aos são-paulinos. Estar ao lado da Bitso e ser o primeiro clube do Brasil a levar mais modernização, liberdade e acessibilidade aos torcedores, através das criptomoedas, nos enche de orgulho e alegria. O São Paulo sempre teve a inovação em seu DNA”, comenta Toni.

Para realizar a compra do ingresso com criptomoedas, o sócio torcedor deve seguir o processo usual de compras pelo site da Total Acesso, fazer o registro como membro ST e selecionar a opção de pagamento com criptomoedas. Em breve a opção de pagamento com criptomoedas estará disponível para todos.

Fãs e torcedores podem esperar mais ações do novo patrocinador como novas coleções de NFTS e tokenização de jogadas.

A parceria entre a Bitso e o SPFC começou em janeiro, com o anúncio de patrocínio de três anos e um dos objetivos é oferecer mais liberdade e inclusão financeira ao torcedores, possibilitando a compra de bilhetes por meio de criptomoedas, incluindo Bitcoin, Ethereum entre outras.

Com o anúncio o  SPFC que é o único no país a ostentar três títulos mundiais (1992, 1993 e 2005) e o primeiro time do Brasil a se consagrar três vezes campeão da Taça Libertadores da América, já conquistou mais um título: o  de primeiro clube brasileiro a aceitar pagamentos com criptoativos para compra de ingressos no Brasil.

Regulamentação de criptomoedas trará mais segurança, diz exchange

O diretor de marketing da Bitso, Antonio Mota reforça a importância de uma plataforma segura para os consumidores que ainda não conhecem muito sobre o mercado de criptoativos:

“A gente acredita muito que uma das missões da Bitso é educação, trazer informações sobre o universo cripto para que as pessoas estejam cada vez mais seguras para poder comprar e vender criptoativos . E para além disso, trazer mais segurança para esse momento. A gente sabe a importância de ter plataformas cripto que são reguladas, que são exigentes com relação à segurança dos clientes. E isso para nós é primordial, concluí Mota.

O CEO da Bitso, Thales Freitas, por sua vez, complementa sobre a lei que está em trâmite para aprovação do projeto:

“O Brasil nesse sentido está na vanguarda dessa regulamentação global. Acho que todo brasileiro deve ter orgulho disso. A lei geral é bastante positiva, busca proteger o consumidor, regulamentar as exchanges como a Bitso e no final das contas, acredito que o consumidor é quem vai sair mais beneficiado, ter mais confiança no sistema e nos players de cripto.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

aline.jpg
Aline Fernandes
Apaixonada pelo que faz, Aline Fernandes é uma profissional que atua há 20 anos como jornalista. Especializada nas editorias de economia, agronegócio e internacional trabalha na BeINCrypto como editora do site brasileiro. Já passou por quase todas as redações e emissoras do país, incluindo canais setorizados como Globo News, Bloomberg News, Canal Rural, Canal do Boi, SBT, Record e Rádio Estadão/ESPM. Atuou também como correspondente internacional em Nova York e foi setorista de economia...
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados