Ver mais

Fundo ETF ProShares atrelado ao Bitcoin faz história ao estrear nos EUA

2 mins
Atualizado por Júlia V. Kurtz

EM RESUMO

  • Mais de 24 milhões de ações foram comercializadas no primeiro dia.
  • O ETF ProShares Bitcoin – BITO subiu cerca de 4,9% .
  • O preço do Bitcoin dispara para US$ 64.486 após a estreia das ações do ETF Biticoin da ProShares.
  • promo

A chegada do ETF ProShares Bitcoin Strategy em Wall Street é um dos momentos mais importantes do ano na história das criptomoedas.

Negociado na NYSE com a nomenclatura BITO, o ETF tinha o valor inicial de US$ 40, mas valorizou 4,9% e fechou o primeiro dia de negociações valendo US$ 41,94.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedas. Confira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.

Segundo dados compilados pela Bloomberg, mais de 24 milhões de ações mudaram de mãos nesta terça-feira (19). O faturamento foi de quase US$ 1 bilhão, deixando a BITO atrás apenas do fundo de carbono da BlackRock.

O aval da SEC abre portas para o universo criptomoedas na maior economia do planeta. O CEO da agência reguladora americana, Gary Gensler  explica que o Fundo Proshares é baseado em contratos futuros e fornece proteções significativas ao investidor.

A chegada do EFT vinculado ao Bitcoin também abre caminhos para investidores mais conservadores ou mesmo até para quem tem pouco conhecimento sobre o mercado de criptos.

Falando para Bloomberg TV americana, o estrategista de investimento global da ProShares, Simeon Hyman diz:

“Estamos realmente entusiasmados em trazer a BITO, o primeiro ETF vinculado a Bitcoin aos investidores como uma oportunidade importante para eles convenientemente investirem em Bitcoin em sua conta de corretagem regular. sso vai permitir que muitas pessoas que estavam esperando por uma maneira fácil e robusta de investir em criptos agora se envolvam e tenham em seus portfólios”.

Outros ETFs a caminho

A estreia também traz ânimo para os próximos lançamentos. A Grayscale Investments LLC e a Bolsa de Valores de Nova York entraram com um pedido para converter o maior fundo de Bitcoin do mundo, o ticker GBTC, em um ETF, apelando para a aprovação dos reguladores.

Brasil já está no mercado de ETF

A aprovação de um ETF nos Estados Unidos movimentou o preço do Bitcoin, que atingiu US$ 64.486 durante a tarde. O valor é o mais próximo da máxima histórica de maio de 2021, quando a criptomoeda voi vendida a US$ 64.863.

No Brasil, entretanto, os ETFs de criptomoedas já existem. A Hashdex, por exemplo, possui o fundo HASH11 listado na B3.

Já a QR Asset conta com dois fundos, o QBTC11 e o QETH11, que são expostos ao Bitcoin e ao Ethereum, respectivamente.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

aline.jpg
Aline Fernandes
Aline Fernandes atua há 20 anos como jornalista. Especializada nas editorias de economia, agronegócio e internacional trabalha na BeINCrypto como editora do site brasileiro. Já passou por diversas redações e emissoras do país, incluindo canais setorizados como Globo News, Bloomberg News, Canal Rural, Canal do Boi, SBT, Record e Rádio Estadão/ESPM. Atuou também como correspondente internacional em Nova York e foi setorista de economia dentro do pregão da BM&F Bovespa, hoje B3 -...
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados